#JornalismoSemFakeNews

11 de abril de 2013 às 10:18

De Acari para o mundo das artes, o estilo ‘naif’ de Fé Córdula encanta o Brasil

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Nesse 11 de abril, aniversário de emancipação política de minha cidade Acari, rendo homenagens à terrinha valorizando um artista que saiu do Seridó para fazer sucesso no Brasil: Fé Córdula.

Em Acari: Chico do Padre.

Vivendo em uma granja nos arredores de Goiânia com a mulher Das Dores e suas telas e tintas coloridas, ele vai pintando o mundo…

Há dois dias abriu o ano cultural do Tribunal de Justiça de Goiás, com a exposição de telas no seu estilo ‘naif’…

Além de jornais locais, Fé Córdula foi destaque no site do TJ goiano.

Eis a reportagem publicada:

 

Fé Córdula inaugura as ações culturais do TJGO em 2013

 

 

 

Nesta terça-feira (9), às 19h30, o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) inaugurou a primeira atração cultural do ano de 2013. A exposição Individual de Pinturas (óleo sobre a tela), do artista plástico Fé Córdula, ficará aberta à visitação pública até o dia 26 de abril no hall de entrada do Palácio da Justiça, no Setor Oeste, das 8 às 18 horas. Essa exposição é organizada pela comissão cultural do Tribunal de Justiça.
Francisco de Assis Córdula nasceu no Seridó do Rio Grande do Norte, em 1933, e reside em Goiânia desde a década de 1970. É pintor, escultor, desenhista e já participou de inúmeras exposições nacionais e internacionais, em países como Alemanha e França.

Obras do artista plástico foram selecionadas pela Rede Globo Nordeste para integrar o cenário da novela das 18 horas da emissora, Flor do Caribe.

De estilo “naif”, que não se enquadra em técnicas ou regras, Fé Córdula interpreta a natureza e o sentimento do povo com formas simples e cores fortes. Esta parece ser a verdadeira essência do “naif, típico de quem já nasce com o dom de ser artista, assim como Córdula, que usou sua herança cultural trazida do Seridó (Acari) para interpretar as festas de Nossa Senhora da Guia, procissões, os pastoris e a alegria do povo do sertão.

 

 

Diante de tamanha doçura, as obras de Fé Córdula já mereceram elogios críticos de nomes famosos no cenário das artes, como os do poeta Walmir Ayala, Rey Riliver, Ramón Pasquero, João Evangelista Ferraz, Px da Silveira e Ático Vilas Boas da Mota. Apesar do merecido reconhecimento, Córdula não se considera artista e sim um “atrevido que se aventura no mundo das artes”.

O artista potiguar adotou a cultura goiana para adentrar o universo das suas obras, como a procissão do fogaréu, na Cidade de Goiás, as festas de santos, as cerimônias rústicas e a terra macia do Estado. Em Goiás, os emigrantes nordestinos sonhavam com a riqueza da colheita de seu próprio trabalho e Córdula se apropriou disso para pintar a arte e os trabalhos do território goiano, recriando as tradições no seu estilo primitivo.

 

 

Anjo-menino
Segundo o assessor cultural da presidência do TJGO, o curador e poeta Gabriel Nascente, “a obra desse artista devolve a inocência ao coração dos homens”, pois “passa impressão de existir a alma-luz de um anjo-menino trabalhando os caminhos emocionais e intelectivos de sua criação, isso porque a ingenuidade de suas alegorias devolve ao público os doces sabores da infância”.

Fé Córdula é reconhecido pela suas cores e fantasias na interpretação dos anseios populares e esses ritos foram transmitidos para suas obras, que recriam os trabalhos e crenças do povo simples, mas sob um olhar lúdico de artista que se entrega de corpo e alma às suas obras. Segundo ele, nunca deixará de ser nordestino, pois “as pessoas podem sair do seu lugar, mas esse lugar nunca sai de dentro das pessoas”. (Jovana Colombo – estagiária do Centro de Comunicação Social do TJGO).

 

*

Do Blog – Fã do trabalho de Chico do Padre, o Fé Córdula, essa blogueira fez questão de iluminar a moradia com a arte do conterrâneo acariense. E através do tio Hortêncio, também morador de Goiânia, encomendei o que a partir de realizada a obra, passaria a ser o sentimento da casa: céu, mar azul, luz…Paz.

Eis a arte de Fé para a blogueira:

 

 

 

Contatos do artista em Goiânia:

*Fé Córdula – 62-9626 9542

*Maria das Dores – 62-9802 7705


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.