Thaisa Galvão

20 de julho de 2013 às 13:49

Lula, Wilma, Garibaldi….e o perigo da volta [2] Comentários | Deixe seu comentário.

O tempo passa, e tudo muda.

Engana-se quem acha que, fracassando o projeto de reeleição da presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula será a solução para o PT permanecer no poder.

Lula sabe que o tempo de hoje não é o tempo dele.

Os aliados, me refiro aos aliados-amigos, que estão com ele neste momento onde todos procuram, mas ninguém consegue achá-lo, ouvem dele…e também o aconselham: uma candidatura dele sucedendo Dilma, terá o peso do desgaste do atual governo.

Não dá pra dizer que uma coisa é uma coisa, e outra coisa é outra coisa.

Portanto, Lula não será candidato.

 

 

Por aqui, o clima é o mesmo.

A vice-prefeita de Natal, e ex-governadora Wilma de Faria, que está nas ruas tentando viabilizar sua candidatura à deputada federal – quem sabe, senadora – tem sido assediada para disputar o governo.

As pesquisas apontam favoritismo de Wilma.

Mas ela, que já governou o Rio Grande do Norte por 2 mandatos, e a capital do RN por três, sabe que ser governadora hoje não será a mesma coisa do que foi ontem.

Wilma passou longe das redes sociais, e agora assiste a versão atualizada das redes: o povo nas ruas.

E tira a conclusão que não será fácil, por mais favoritismo que pareça ter.

Pode até ganhar no primeiro turno, mas a fatura chega a galopes.

 

 

O ministro Garibaldi Filho foi prefeito de Natal uma vez e governador do Rio Grande do Norte duas.

Nos tempos das vacas gordas.

Agora Garibaldi sabe que o mar não está pra peixe, por mais aliado que seja do Planalto.

Se já não queria, depois de ver o Brasil nas ruas, é que não quer mesmo.

Certeza, mais do que atestada, que não governaria como governou.

 

 

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo, que foi…e voltou a administrar a capital potiguar, ainda está em lua de mel com a população.

Quase…

Já foi espinafrado nas redes sociais, já sentiu o clima de protestos na frente da Prefeitura.

Mas, tudo ainda num clima bem mais leve do que enfrenta hoje, por exemplo, a presidente Dilma Rousseff, a governadora Rosalba Ciarlini.

Carlos Eduardo voltou…e já começa a ver que a coisa não é bem como foi nas suas duas gestões – uma completa e a outra de dois anos.

 

 

Portanto, a hora parece ser de nome novo…

De certo, até agora, em nível local, está no ar o projeto de reeleição da governadora Rosalba Ciarlini.

E pela oposição, a candidatura do vice-governador Robinson Faria.

Pelo clima do povo na rua…quem mais aparecer, poderá ser bem-vindo.

2 respostas para “Lula, Wilma, Garibaldi….e o perigo da volta”

  1. Rick saturno disse:

    Firmeza de convicção l o certo é que tudo pode acontecer inclusive nada do que foi analisado . As urticárias e insônias já começam a aparecer só em pensar em um Lula candidato . Lula é o improvável mas possível , candidato e é forteo suficiente para no mínimo criar o velho fato novo . E quem estaria preparado para ser o novo? Marina ? Aecio ou Eduardo? O novo me parece ser o velho Lula . Na hora o no tempo certo . Como um bote de raposa em cima de um galinheiro conhecido . vamos comprrar hipoclós e tomar suco de Maracujáj , as emoções serão fortes .

  2. Manoel Macedo disse:

    Você já viu Luis Eduardo Carneiro, papagaio do ombro de Garibaldi, fora do secretariado de algum governo nos últimos vinte anos? Só do governo Wilma. Mas se ela voltar, ele estará lá, numa composição de Wilma com Garibaldi. Você duvida?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*