Thaisa Galvão

24 de setembro de 2013 às 20:08

Segunda colocada nas eleições de Baraúna, Luciana não consegue derrubar decisão de juiz que cassou seu registro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Diante da cassação do prefeito de Baraúna, Isoares Martins (PR), a segunda colocada nas eleições, Luciana Oliveira (PMDB), entrou com cautelar no TRE, na semana passada, para tentar suspender os efeitos da decisão do juiz de Mossoró, Herval samáio, que cassou seu registro de candidatura tornamdo-a inelegível por 8 anos.
*
Relator do processo, o juiz eleitoral Arthur Cortez não acatou o pedido de cautelar…
Hoje o Pleno acompanhou o voto do relator e manteve a inelegibilidade de Luciana.
No julgamento do pedido de cautelar, e não do mérito ainda.
O que significa que, caso Isoares seja afastado, ela pode assumir a Prefeitura….sendo afastada também caso o TRE julgue o mérito e acate a inelegibilidade.
*
Em relação à situação do prefeito cassado, o TRE decidiu que o caso não será devolvido à zona eleitoral.
O recurso do prefeito será julgado agora pelo TSE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*