Thaisa Galvão

31 de outubro de 2013 às 6:42

Em mais uma sentença do TJ, irmão de Wilma é inocentado no processo do Foliaduto e três são condenados [2] Comentários | Deixe seu comentário.

A ex-governadora Wilma de Faria, em campanha para o legislativo nas eleições do próximo ano, se livra de mais um pepino judicial.
Seu irmão e ex-chefe da Casa Civil do governo, Carlos Faria, foi inocentado no processo do Foliaduto.
O mesmo TJ já tinha inocentado o irmão de Wilma em abril deste ano.
“Não houve ato ou fato ímprobo que possa ser atribuído a Carlos Faria”, sentenciou em abril o relator do processo, desembargador Dilermando Mota.
A sentença de agora, do juiz Cleanto Alves Filho, condenou três envolvidos no escândalo que abalou o governo Wilma, por ter desviado dinheiro público através de pagamentos a shows que não acontecia.
Três foram condenados:
-Ítalo Gurgel, ex-secretário da então governadora, condenado a 11 anos e 10 meses de prisão.
-Haroldo Sérgio Menezes, ex-diretor financeiro da Fundação José Augusto, a 11 anos e 10 meses.
-Fabiano Mota, empresário, a 6 anos e 9 meses de prisão.

*
Há cerca de um mês, a ex-governadora foi inocentada de processo que corria no STJ quando ainda prefeita de Natal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*