Thaisa Galvão

8 de abril de 2014 às 23:43

Um block de Roberto Jefferson [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O empresários natalense Gustavo Rocha recebeu um “block” do deputado-presidiário Roberto Jefferson.
Saiu no lucro.
Tudo começou com a provocação do também empresário Adelino Marinho, questionando Jefferson dobre reeleição da presidente Dilma.
Gustavo entrou sugerindo que ele estava na cadeia teclando do tablet do ex-ministro José Dirceu, também preso.
Foi aí que o tuiteiro identificado por Jefferson disse ser um “da equipe”.
E deu um “block” em Rocha.
Jefferson foi quem denunciou o esquema do mensalão, mesmo assim foi parar na cadeia.

20140408-233852.jpg

20140408-233959.jpg

20140408-234019.jpg

20140408-234048.jpg

20140408-234110.jpg

20140408-234136.jpg

20140408-234643.jpg

8 de abril de 2014 às 23:03

Desembargador potiguar Luiz Alberto Faria em mais uma disputa no STJ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na sessão desta quarta-feira, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), os ministros irão eleger uma nova lista tríplice para substituição da ministra aposentada Eliana Calmon.

Entre os candidatos, novamente o desembargador federal, ex-presidente do TRF-5, Luiz Alberto Gurgel Faria.

O potiguar liderou a lista tríplice anterior, para substituição do ministro Castro Meira, mas terminou não sendo o escolhido.

Se depender das promessas do Planalto, Luiz Alberto, que é bem cotado no STJ, terá êxito dessa vez.

A lista tríplice votada nesta quarta será encaminhada à presidente Dilma Rousseff que não tem prazo para anunciar o nome do novo ministro do STJ.

8 de abril de 2014 às 22:56

Durante gravação de programa que vai ao ar nesta quarta, presidente do TSE defende afastamento de candidatos à reeleição [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do TSE:

Presidente do TSE defende afastamento de candidatos à reeleição

 

Durante a gravação do oitavo programa “Eleições 2014 – uma conversa com o presidente do TSE”, o ministro Marco Aurélio afirmou que seria “salutar” que os candidatos à reeleição se afastassem dos cargos para fazer a campanha eleitoral.

A afirmação ocorreu em resposta ao jornalista Carlos Chagas, um dos convidados desta edição do programa, que questionou se “é justo que alguém dispute a reeleição no exercício do próprio cargo”.

Para o ministro Marco Aurélio, o afastamento “acompanharia a ordem natural das coisas, porque numa eleição as paixões são muitas e a tendência é de aquele que está no cargo, desequilibrando a disputa eleitoral, utilizar o próprio cargo, a máquina administrativa para lograr êxito”.

Além de Carlos Chagas, que veio representando a TV CNT, o programa contou com a participação de Andreia Sadi, da Folha de S.Paulo, Ilimar Franco, do O Globo, e Sylvio Costa, do Congresso em Foco.

Na abertura, o ministro Marco Aurélio ressaltou a importância dos debates que estão ocorrendo com a realização desse programa ao afirmar que “a informação é um direito básico da cidadania”. De acordo com o presidente do TSE, o alicerce da Administração Pública é a publicidade e, por essa razão, “o homem público deve ser um livro aberto e deve estar na vitrine”.

Para o ministro Marco Aurélio, a imprensa, os veículos de comunicação, informam a sociedade, que, a partir dessa informação, cobra postura do homem público que deve ocupar o cargo para servir aos semelhantes e não para se servir do próprio cargo. “Por isso é que eu tenho o direito à informação como fundamental”, afirmou ele ao destacar que a Constituição Federal traz em “português claro” a interpretação de que não se pode criar obstáculos à informação e à liberdade de expressão. “A imprensa tem, portanto, um papel fundamental em termos de consolidação do Estado Democrático de Direito e em termos de prestação de contas pelo homem público”, frisou.

Outros temas que também fizeram parte do debate foi financiamento de campanhas eleitorais, a necessidade de maior celeridade dos julgamentos por parte da Justiça Eleitoral, a participação de mulheres na política e a criação de partidos políticos no Brasil.

Em relação ao excesso de partidos na política brasileira, Sylvio Costa opinou: “a gente tem muitos partidos políticos, mas esse é apenas um dos problemas, não é o maior dos problemas que a gente tem no nosso sistema político”.

Sobre financiamento exclusivamente público de campanhas eleitorais, Ilimar Franco afirmou que será difícil implementar um novo modelo, porque existe um hábito no país de ter financiamento privado.

“Eu acho que isso vai ser um grande problema político e judicial”, afirmou.

Para Andreia Sadi, ainda que não seja aplicada nas eleições deste ano, essa poderá ser uma das principais mudanças para as eleições. Segundo ela, muita gente no Congresso Nacional reclama da possibilidade de financiamento exclusivamente público porque só o partido que está no governo conseguiria, em tese, arrecadar recursos sem a participação das empresas. “Isso prejudicaria as outras campanhas”, disse ela.

A jornalista ainda questionou o ministro Marco Aurélio sobre o motivo que mantém mulheres longe da política, considerando a campanha que o TSE tem feito para incentivar candidaturas femininas.

Em reposta, o presidente do TSE lembrou que as mulheres participam da vida nacional e isso é fácil constatar olhando o número de mulheres nas faculdades e nos concursos públicos, por exemplo. “Quanto às eleições, prevalece, infelizmente, o machismo. E aí, quando realizadas as convenções, se tem um filtro indesejável porque se acaba não escolhendo mulheres que realmente estejam dispostas a se candidatar ao cargo público”, afirmou Marco Aurélio ao destacar que muitas vezes mulheres são colocadas como candidatas apenas para figurar. “Só temos cerca de 10% dos cargos preenchidos por mulheres. E só temos essa percentagem não por falta de vontade da mulher de participar da vida política, mas porque realmente há um preconceito contra essa participação”, frisou, destacando que o Brasil está em 156º lugar, num total de 180 países, quanto à participação feminina. “Isso é vergonhoso para todos nós”, afirmou Marco Aurélio.

O programa vai ao ar toda quarta-feira, às 13h30, pela TV Justiça. As edições anteriores podem ser assistidas por meio da página do TSE no YouTube.

8 de abril de 2014 às 22:43

Eleito presidente do TSE, ministro Dias Toffoli toma posse no dia 14 de maio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do site do TSE:

 

Ministro Dias Toffoli é eleito novo presidente do TSE

 

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) elegeu, na sessão administrativa desta terça-feira (8), por 6 votos a 1, o ministro Dias Toffoli para ocupar o cargo de presidente da Corte a partir do dia 14 de maio. Ele sucederá o atual presidente, ministro Marco Aurélio. O ministro Gilmar Mendes foi eleito, na mesma sessão, vice-presidente do Tribunal na futura gestão. 



Depois da votação, realizada em urna eletrônica, o ministro Marco Aurélio cumprimentou os magistrados pela eleição e informou a data da posse dos eleitos, que ocorrerá no dia 13 de maio, no plenário da Corte. O presidente do TSE encerra seu segundo biênio como ministro efetivo da Corte Eleitoral no dia 14 de maio de 2014.  “Para mim, a data de 13 de maio é muito simbólica, pois deixarei de servir a dois senhores [no caso, ao Supremo Tribunal Federal e ao TSE, permanecendo no cargo de ministro do Supremo]”, disse o ministro Marco Aurélio.

Por sua vez, o ministro Dias Toffoli agradeceu os votos dos “nobres colegas”. “Registro a minha alegria e a minha honra em receber a Corte e a Presidência do Tribunal das mãos de Vossa Excelência [ministro Marco Aurélio], a quem aprendi a admirar, principalmente na atuação junto a este Tribunal. Será uma grande alegria sucedê-lo”, enfatizou.



Após a eleição, o ministro Dias Toffoli falou a jornalistas sobre a expectativa de assumir a Presidência do TSE em ano eleitoral. Ele afirmou que dará continuidade ao “trabalho que é feito pelo Tribunal Superior Eleitoral e toda a Justiça Eleitoral a cada dois anos com as eleições, garantindo esse sucesso que é a Justiça Eleitoral brasileira, com a credibilidade e com a segurança de que o voto dado é o voto contabilizado”.



Dias Toffoli comentou ainda sobre a importância da biometria para a segurança do processo de votação. “Isso [biometria] é um projeto que se incrementa agora nestas eleições gerais. E estamos nesse processo para futuramente chegarmos a 100% das eleições brasileiras com a identificação biométrica, o que dará a maior garantia de que o eleitor que comparece é aquele cadastrado”, ressaltou o ministro eleito.



O ministro Dias Toffoli tomou posse como vice-presidente do TSE em 19 de novembro de 2013 e como ministro efetivo do Tribunal em 29 de maio de 2012. O Supremo Tribunal Federal (STF) o elegeu, no dia 10 de maio daquele ano, para integrar a Corte Eleitoral como membro titular, na vaga aberta com o pedido de exoneração do ministro Ricardo Lewandowski. Toffoli atuou como ministro substituto no TSE, em uma das vagas destinadas a membros do STF, de dezembro de 2009 a maio de 2012. 

*

Perfil



Nascido em Marília (SP), o ministro Dias Toffoli formou-se em Direito pela Universidade de São Paulo (USP) em 1990. Fez especialização em Direito Eleitoral e lecionou por dez anos a disciplina de Direito Constitucional e de Família. Ele assumiu a Advocacia-Geral da União (AGU) no dia 12 de março de 2007, após ter atuado na subchefia para Assuntos Jurídicos da Casa Civil de 2003 a 2005.



Dias Toffoli tomou posse no STF no dia 23 de outubro de 2009, por nomeação do então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na vaga decorrente do falecimento do ministro Carlos Alberto Menezes Direito.

*

Composição do TSE

O TSE é composto por, no mínimo, sete ministros. Essa composição é dividida entre três ministros do STF – um dos quais será o presidente da Corte –, dois ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) – um dos quais será o corregedor-geral da Justiça Eleitoral – e dois juristas representantes da classe dos advogados, nomeados pelo presidente da República.

8 de abril de 2014 às 22:12

Advogado garante que prefeito interino Silveira Júnior cumpre todas as regras da sucessão em Mossoró [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em tempo de campanha fora de época em Mossoró, vale tudo no vale tudo da eleição suplementar.

Com duas pré-candidatas inelegíveis, Cláudia Regina (DEM) e Larissa Rosado (PSB), o alvo passa a ser o prefeito interino Silveira Júnior (PSD).

Certamente não vai faltar quem peça a impugnação do registro de candidatura, que ele deu entrada nesta terça-feira no cartório eleitoral de Mossoró.

A discussão que movimentou o twitter agora à noite girou em torno da necessidade de Silveira, que é prefeito interino, mas vereador-presidente da Câmara de fato, ter que se desincompatibilizar para concorrer, tendo perdido o prazo para tal.

Além do advogado de Silveira, Tales Belém, o Blog ouviu dois juristas, e ambos concordaram com o advogado do prefeito: não havia necessidade de se afastar.

Mas, com um porém, que gera controvérsias… Para Belém, Silveira Júnior é candidato à ELEIÇÃO.

Para os dois juristas consultados, à REELEIÇÃO.

*

Para Tales Belém, "o prefeito Francisco Silveira Júnior é candidato à eleição. Ele poderá ser candidato à reeleição para o próximo quadriênio 2017/2020. O exercício interino do cargo de prefeito, por parte do presidente da Câmara, seguido do mandato tampão, não se constitui dois mandatos sucessivos, mas sim, frações do mesmo mandato. Portanto, pode se reeleger", afirmou o advogado do prefeito.

Contrariando os dois juristas ouvidos pelo Blog.

Mas…esse não é um problema para a eleição suplementar de 4 de maio, mas, para o processo sucessório de 2016.

8 de abril de 2014 às 19:16

Chateado porque não foi escolhido para suceder João Maia, Zé Vieira não apareceu no evento do PR [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ausência sentida na festa do PR, que oficializou a indicação do nome do deputado João Maia (PMDB) para vice do governadorável Henrique Alves (PMDB): do presidente da Federação da Agricultura, José Vieira.
Filiado ao PR, Vieira acompanhou João Maia durante um bom tempo, por todos os cantos do Rio Grande do Norte.
Era apontado como candidato a deputado estadual.
Com a possibilidade de JM ser o vice, Vieira passou a tentar se credenciar para ser o federal do PR no lugar de João Maia.
Tentativa que nem o já deputado George Soares fez.
Zé Vieira não gostou de ter sido informado por João que em vez dele, a médica Zenaide Maia, irmã do deputado, seria a candidata.
Não foi à festa de sábado.
Resta saber se será candidato a estadual.
Ou se a raiva está maior do que a vontade de entrar para a política.

8 de abril de 2014 às 18:37

Portal de economia de SP revela que Fernando Freire foi diretor de empresa envolvida em escândalos [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Do portal Infomoney:

20140408-181852.jpg

A reportagem do portal de economia de São Paulo repercutiu a decisão da
Justiça do Rio Grande do Norte que mandou prender o ex-governador Fernando Freire, a seis anos de prisão por crime de peculato, apropriação indevida de dinheiro público. Também condenou a pagamento de multa de 217,2 mil reais.
O portal repercutiu que pesa sobre o ex-governador, acusação de comandar um esquema de corrupção no período de 1995 a 2002, quando ele era vice-governador do Estado.

*
O que a imprensa potiguar não divulgou:

Fernando Freire foi contratado pela LAEP (MILK33) como diretor estatutário em 2010.

Na época de sua contratação, em março de 2010, ele já era investigado por corrupção, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Vale lembrar que a Laep está envolvida em uma série de escândalos.
O Ministério Público Federal e CVM (Comissão de Valores Mobiliários) acusam a empresa de fraude, lesão grave aos acionistas minoritários, suspeita de desvio de recursos, esvaziamento de patrimônio, descumprimento da obrigação de divulgação de fatos relevantes, entre outras irregularidades.
Mais de 60 processos administrativos foram abertos na CVM para investigar as atividades da empresa, que captou mais de R$ 1 bilhão com ofertas de papéis no Brasil.
No ano passado, a Justiça optou por bloqueio dos bens da empresa e de seu controlador, Marcus Elias.
*
Do Blog – Para quem não sabe, a LAEP é a empresa de investimento dona da butique Daslu e da marca de leite Parmalat no Brasil.

Cerca de 18 mil investidores de todo p Brasil se disseram prejudicados pela empresa.
*
Apesar da decisão judicial, Fernando Freire permanece em liberdade e é considerado foragido.

8 de abril de 2014 às 18:04

Rosalba leva investimentos de mais de 30 milhões do RN Sustentável ao Agreste e Litoral Sul [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Rosalba Ciarlini foi hoje ao Parque Arapuá, no município de Santo Antônio, para apresentar o programa “RN Sustentável” às regiões Agreste e Litoral Sul.

No evento, além da equipe da governadora, presença do prefeito Lula Ribeiro.

O edital lançado pelo “RN Sustentável” hoje contempla 60 projetos de economia solidária, beneficiando 1.200 famílias num investimento de R$ 10,7 milhões.
O edital também favorece o desenvolvimento de 160 projetos socioambientais, beneficiando 4.800 famílias, num investimento da ordem de R$ 28 milhões.

Vinte quatro municípios compõem o território Agreste/ Litoral Sul:

Baía Formosa, Canguaretama, Pedro Velho, Montanhas, Nova Cruz, Lagoa D’Anta, Serrinha, Brejinho, Passagem, Goianinha, Arez, Várzea, Monte Alegre, Espírito Santo, Jundiá, Lagoa de Pedras, Lagoa Salgada, Santo Antônio, Vera Cruz, São José de Mipibu, Nísia Floresta, Senador Georgino Avelino, Tibau do Sul e Vila Flor.

Fotos: Elisa Elsie

20140408-180225.jpg

8 de abril de 2014 às 16:25

Câmara vai debater projeto que cria Escolas Acadêmicas em parceria com Instituto do Cérebro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Por proposição do vereador George Câmara (PCdoB), a Câmara Municipal de Natal promoverá na quinta-feira, audiência pública sobre o projeto “Escolas Acadêmicas / Instituto do Cérebro (ICE) – UFRN na Escola Municipal Juvenal Lamartine”.
Os debates terão início às 9 horas reunindo estudantes, professores e representantes da Secretaria Municipal de Educação, Instituto do Cérebro, Escola de Música da UFRN e dos Departamentos de Educação, Fonoaudiologia, Psicologia e Educação Física da UFRN.

O objetivo do projeto é criar cinco Escolas Acadêmicas, selecionadas por terem obtido os piores índices na última edição da Prova Brasil e no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Desde 2009 o programa é desenvolvido apenas na Escola Municipal Juvenal Lamartine.

8 de abril de 2014 às 15:53

Jaime Calado assina decreto que reduz conta de água de microempreendedor [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vantagem de ser Microempreendedor Individual (MEI) em São Gonçalo do Amarante: a partir de agora vai pagar tarifa de água equivalente a residencial.

É que o prefeito Jaime Calado, ao participar da abertura da Oficina Sebrae de Empreendedorismo, promovida pelo Sebrae/RN com o apoio da Prefeitura, assinou Decreto Municipal concedendo vantagens para o MEI que desejar abrir uma empresa.

Agora ele pode associar o endereço do seu negócio ao endereço da sua residência, fazendo com que a tarifa de água cobrada continue sendo equivalente a taxa residencial e não comercial.
Antes do decreto, a tarifa que era residencial passava automaticamente para comercial assim que o microempreendedor regularizava a abertura do CNPJ.

“Todas as medidas que estiverem ao alcance da Prefeitura para melhorar e facilitar a vida do microempreendedor e micro empresário serão tomadas. Esses técnicos estudaram muito para dar todas as dicas para vocês de como estar regularizarizado, diminuir o risco, realizar o plano de negócio, enfim, tudo que for possível para que seu projeto se desenvolva. Agradeço ao Sebrae pela oportunidade trazida pra vocês nesta semana de oficina. Esses ensinamentos vão ser úteis pelo resto da vida”, disse Jaime Calado.

20140408-155212.jpg

8 de abril de 2014 às 14:35

Titular do MP no TCE/RN e presidente do Conselho Nacional, Luciano Ramos emite nota contra nomeação de senador para o TCU [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Contas (CNPGC), e procurador-geral do Ministério Público junto ao TCE-RN, Luciano Ramos emitiu nota contra a provável indicação do nome do senador Gim Argello, do PTB, para o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União.
A nota assinada por Ramos acompanha o pensamento dos servidores do TCU, e visa defender o Tribunal.

Argello é alvo de seis investigações no STF, suspeito de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, peculato e crime contra a lei de licitações.
*

Nota pública contra nomeação de Vim Argello para o TCU

O Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Contas – CNPGC, entidade que congrega Procuradores-Gerais de Contas do Brasil, vem a público externar o seu apoio ao II Ato Público em defesa do TCU, convocado pelas Associações Nacionais dos Auditores de Controle Externo dos Tribunais de Contas do Brasil (ANTC) e do Ministério Público de Contas (AMPCON), agendado para o dia 7 de abril de 2014, às 15 horas, (aconteceu ontem, mas a indicação ainda não), no prédio do TCU em Brasília, contra a provável indicação do nome do Senador Gim Argello para o cargo de Ministro do Tribunal de Contas da União, em decorrência do pedido de aposentadoria do Ministro Valmir Campelo.
*
Em consonância com as demais entidades que defendem a higidez do controle externo, o CNPGC aguarda o devido rigor na verificação do preenchimento dos requisitos estabelecidos na Constituição Federal, art. 73, §1º, para o exercício do cargo de Ministro do TCU, especialmente quanto à idoneidade moral e à reputação ilibada de qualquer nome indicado para o cargo.
De fato, a sociedade brasileira tem intensificado a luta em prol do fortalecimento das Instituições, notadamente as que buscam o devido emprego dos gastos públicos, como é o caso do Tribunal de Contas da União, cuja legitimidade advém igualmente da ausência de dúvidas quanto à correção das condutas dos seus membros.
*
Assim, admitir que venha a ocupar cargo de Ministro do TCU quem tenha nódoas não esclarecidas a macular uma reputação que haveria de ser ilibada, consoante imperativo constitucional, é incompatível com o controle externo que o povo brasileiro – titular de todo o poder, de onde emanam os poderes constituídos, CF, art. 1º, parágrafo único -, e o Ordenamento Jurídico impõem aos responsáveis por proceder com estas nomeações.
*
Não se trata aqui de incidência da Lei da Ficha Limpa, pois as cautelas protetivas do Erário, as quais englobam nomeações de Conselheiros e Ministros para julgarem contas públicas, são mais amplas do que para aqueles que sejam legitimados pelo exercício democrático do voto. Destarte, reputação ilibada e idoneidade moral hão de ter o mesmo significado que se exige de todos os membros da Magistratura, tal qual delineado na Lei Orgânica da Magistratura Nacional (LOMAN), a qual não comporta que implicados em processos penais perante o Supremo Tribunal Federal, bem como indiciados em inquéritos policiais por crimes contra a Administração Pública, desempenhem a nobre função de julgador.
*
Também não se coadunam com este mister condenações em ações que tenham origem em lesões à Administração Pública, quer sejam elas oriundas do Poder Judiciário ou do Sistema de Controle Externo exercido pelos Tribunais de Contas.
Por fim, o CNPGC reitera seu apoio a iniciativas, como a Campanha “Conselheiro Cidadão”, que proponham que a escolha dos nomes para ocupar os cargos de Conselheiros e Ministros de Contas seja feita de forma técnica e abstraia qualquer indicação política.
De Natal/RN para Brasília/DF, 07 de abril de 2014

Luciano Silva Costa Ramos
Presidente do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Contas (CNPGC)

8 de abril de 2014 às 13:31

Mossoró: Silveira Jr é o primeiro a requerer registro de candidatura a prefeito [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito interino Silveira Júnior (PSD) foi o primeiro pré-candidato a prefeito na eleição suplementar de Mossoró a requerer o registro de candidatura.
Primeiro dos 6 que querem disputar o cargo principal do Palácio da Resistência.
Silveira acaba de deixar o Cartório Eleitoral com seu vice Luís Carlos.
O prazo para o registro termina sexta-feira.

20140408-132819.jpg

8 de abril de 2014 às 9:19

A Copa do prejuízo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:

Para 55%, Copa trará prejuízos ao povo

Mais da metade da população brasileira acredita que a Copa do Mundo trará mais prejuízos do que benefícios ao país, revela pesquisa realizada pelo Datafolha.

Para 55% dos entrevistados, a competição vai resultar em problemas para a população em geral, contra 36% que estão otimistas com melhorias que a Copa deixará para o Brasil (9% não souberam responder a pergunta).

*
Em junho de 2013, havia equilíbrio: 44% afirmavam que o prejuízo seria maior, mas 48% dos brasileiros diziam que a Copa do Mundo traria mais benefícios.

O Datafolha também perguntou aos entrevistados sobre benefícios e prejuízos pessoais: 49% acham que terão mais dificuldades no seu dia-a-dia enquanto 31% disseram que haverá vantagens.

A pesquisa do ano passado ocorreu durante o período em que as manifestações se espalharam pelo Brasil e dois dias antes da final da Copa das Confederações, realizada dia 30 de junho e vencida pelo Brasil (3 a 0 contra a Espanha, no Maracanã), evento considerado teste para a Copa do Mundo.
*
“Mesmo agora, fora do clima dos protestos, essa crítica à realização da Copa cresceu. Esse é o resultado importante, já que anteriormente a população estava dividida”, disse Mauro Paulino, diretor geral do Datafolha.

“O brasileiro não é bobo. Mudou da água para o vinho o que foi prometido em 2007 [ano da eleição à sede]. Não se imaginava que teria tantos problemas com orçamento, com redução brutal do investimento com mobilidade urbana, por exemplo. Não há legado”, disse Fernando Ferreira, diretor da Pluri Consultoria, especializada em marketing esportivo.

A pesquisa foi realizada entre os dias 2 e 3 de abril, em 162 municípios. Foram entrevistadas 2.637 pessoas, com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

*
COPA EM BAIXA

Pela primeira vez no Datafolha, o número de pessoas que apoiam a realização da Copa do Mundo no Brasil ficou abaixo dos 50%.

A pouco mais de dois meses para o início do evento, que terá o Brasil enfrentando a Croácia na partida inaugural, no dia 12 de junho, em São Paulo, 48% dos entrevistados na pesquisa disseram ser a favor da realização da Copa do Mundo no Brasil.

Este número mostra tendência de queda desde 2008, quando foi realizada a primeira pesquisa, mas em relação à última, realizada em fevereiro, ficou dentro da margem de erro.

Em novembro de 2008, ano seguinte à confirmação brasileira como sede, os favoráveis ao Mundial eram 79%, número que foi caindo para 65% (em junho de 2013) e 52% (fevereiro de 2014).

Os que afirmaram nesta última pesquisa serem contra a realização da Copa foram 41%, também o maior número desde 2008, que foi de apenas 10% (veja os números detalhados acima).
*

“A população se empolgou inicialmente porque o Brasil realizaria a Copa novamente mais de 60 anos depois de 1950. Tudo mudou com o péssimo projeto executado. Foco nos estádios e falta de comunicação com a população minaram o projeto do governo”, avalia o consultor esportivo Amir Somoggi.

O noticiário nos últimos meses detectou o aumento no preço da construção ou reforma dos 12 estádios que receberão os jogos do Mundial.

A maior parte dessas obras é financiada pelo poder público –em 2007, o então presidente da CBF Ricardo Teixeira disse que a Copa seria realizada totalmente com dinheiro privado.

Em 2010, a estimativa era que os estádios custariam R$ 4,8 bilhões, valor que vai ultrapassar os R$ 8 bilhões quando todas as arenas estiverem finalizadas.

8 de abril de 2014 às 8:52

Henrique não poupa Vargas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do colunista Cláudio Humberto:

Jogada esperta
Ao se licenciar, André Vargas esperava dar pretexto para o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), seu aliado, engavetar os requerimentos de investigação. Mas Alves não quis correr esse risco.

8 de abril de 2014 às 8:41

Bandidos fazem arrastão na loja Jacaúna Decorações [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Tribuna do Norte Online:

Criminosos fazem arrastão em loja de móveis em Natal

A loja Jacaúna Decorações, localizada na avenida Prudente de Morais, no Barro Vermelho, zona leste da capital, foi assaltada na noite desta segunda-feira (7). A Polícia Militar informou que dois homens renderam os funcionários no fim do expediente e realizaram o arrastão. Ainda não há informações sobre os suspeitos.

De acordo com uma consultora de vendas da loja, os suspeitos estavam armados, renderam todos os que estavam no estabelecimento e, depois de levar pertences dos próprios funcionários, fugiram a pé. Além deles, um terceiro dava cobertura no lado externo, com um carro, mas não há a confirmação se os três saíram juntos. A Jacaúna está consultando as imagens de segurança para tentar ajudar a Polícia a identificar os criminosos.

“Atualmente encerramos o expediente às 20h. Ontem, dois homens se passaram por clientes e anunciaram o assalto, uns 10 minutos antes. Eles estavam armados, renderam os funcionários e levaram seus pertences. A dupla levou bolsas, celulares, um notebook do gerente e alguns salários que os profissionais haviam recebido”, informou a funcionária.

A Polícia Civil recebeu a informação sobre o assalto e fará a investigação sobre o crime.

8 de abril de 2014 às 0:21

PT definirá candidaturas na proporcional antes de definir coligação com o PSD [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Entrevistado na 96FM nesta segunda à noite, o deputado Fernando Mineiro (PT),que reafirmou a aliança de seu partido com o governadorável Robinson Faria, do PSD, informou que no sábado próximo, dia 12, o PT realizará, em Mossoró, um encontro estadual.

No encontro, segundo Mineiro, o partido vai definir quem vai disputar o quê.

Será nesse evento que o PT vai definir que Fátima Bezerra será candidata ao Senado, que Mineiro disputará vaga de federal, que o presidente da legenda Eraldo Paiva vai ser candidato a estadual.

Tudo sem antes acertar os ponteiros com o PSD no quesito coligação na proporcional.

*

Todo mundo sabe que todo mundo sabe que o PSD, sem definir uma coligação para a chapa estadual, não concluirá a aliança com o PT.

Ao Blog, a deputada Fátima Bezerra disse que o presidente do PT ainda não sentou com o presidente do PSD…por isso nada foi definido ainda.

Porém, o partido já vai definir a vida de seus filiados…sem afinar os detalhes da proporcional.

*

O que é líquido e certo nesses mínimos detalhes: o que o Blog já informou.

Que sem a coligação do PSD na proporcional, o vice-governador Robinson Faria não irá a lugar nenhum com o PT.