Thaisa Galvão

21 de abril de 2014 às 21:43

PMs começam a terça-feira em greve mas, segundo líder, dependendo de resposta do governo, movimento pode ser suspenso [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Policiais militares do Rio Grande do Norte começam a terça-feira em greve. 
Eles chegarão logo cedo ao Centro Administrativo onde um grupo – se revezando sempre entre os que não estão de serviço – está acampado há dias e pretende permanecer até que tudo seja resolvido entre Governo e categoria.
Segundo o presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos da PM, Eliabe Marques, a paralisação de amanhã será "pacífica e ordeira", e pode ser suspensa tão logo ele e os presidentes das associações de Bombeiros e de Cabos e Soldados, voltem a se reunir com o procurador geral do Estado, Miguel Josino, que vem intermediando as negociações desde o final de semana.
Para Eliabe, o que está acontecendo tem como motivo "o silêncio e descaso do governo já há dois anos".
Ao Blog, ele comentou sobre a reunião ocorrida hoje na casa do procurador Miguel Josino.
"Para o procurador a pauta é viável, mas ele precisa intermediar com o governo. Ele me ligou agora e disse que já conversou com o secretário de Segurança, então amanhã, quanto mais cedo a gente voltar a conversar, mais cedo a paralisação pode ser suspensa, dependendo do que ele apresentar", disse Eliabe, afirmando que a reunião com o procurador já está agendada para as 9 da manhã.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*