Thaisa Galvão

28 de abril de 2014 às 23:39

População revoltada com morte de jovem toca fogo em ônibus no Rio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

D Agência Estado

Moradores incendeiam ônibus em protesto contra morte de jovem no Rio
No Alemão, outros dois ônibus foram queimados e grupo tentou invadir Unidade de Pronto Atendimento

Clarissa Thomé – O Estado de S. Paulo

20140428-233742.jpg

RIO – Pelo menos cinco ônibus foram queimados nesta segunda-feira, 28, por cerca de 20 manifestantes na Avenida Chisóstomo Pimentel de Oliveira, em Costa Barros, na zona norte do Rio. O grupo fez um protesto depois da morte de um jovem de 17 anos, em uma troca de tiros com policiais militares, na Favela do Jockey, que integra o complexo do Morro do Chapadão.

Os veículos foram queimados em um trecho da avenida próximo a Rua Coronel Moreira César. As duas vias foram interditadas. Além dos ônibus, os manifestantes também queimaram montes de lixo no meio da pista. Um blindado (conhecido como caveirão) foi deslocado para a região.

De acordo com a polícia, o adolescente estava em um carro roubado e reagiu à abordagem. Ele estaria ainda com pistola e rádio transmissor. Duas motos e um carro roubado foram apreendidos.

Outro caso. No Alemão, também na zona norte, manifestantes tentaram usar dois ônibus como barricada para fechar a Estrada de Itararé. Por volta das 21h30, começou o tumulto, quando cerca de 80 pessoas, algumas delas armadas, tentaram atear fogo a dois ônibus em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alemão. Algumas pessoas tentaram forçar a porta da frente da UPA, provocando pânico em médicos e pacientes que estavam ali. Policiais militares atiraram em direção ao grupo, que se dispersou.

As duas pistas da Avenida Itararé foram fechadas. O policiamento foi reforçado.

28 de abril de 2014 às 23:22

Açude sangra em Currais Novos com chuva desta 2ª feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do blog Artigo e Notícia
http://www.vcartigosenoticias.com

Chove forte em Currais Novos e açudes da zona rural começam a sangrar

Chove forte na noite desta segunda (28) em Currais Novos. O açude do sítio Santa Fé (Povoado São Luiz) está sangrando com uma lânina de mais de um metro e a água está descendo para o açude Dourado.
As informações estão no blog de Jean Sousa e lhe foram passadas por Lidérzio Vasconcelos, proprietário do sítio. Segundo ele, já são 100 mm de chuva.
O açude da comunidade Malhada da Areia, distante 10 km de Currais Novos, também está tomando bastante água com as chuvas da noite de hoje. O reservatório já estava com uma boa quantidade de água advinda das últimas chuvas na região. As águas do açude, caso transborde, também descerão para o Dourado em Currais Novos.

28 de abril de 2014 às 17:46

Mossoró: Advogado Marcos Lanuce recorre ao TSE e entende ser “plenamente possível” a candidatura de Larissa [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Advogado da pré-candidata à prefeita de Mossoró, Larissa Rosado (PSB), Marcos Lanuce disse agora ao Blog que entrará com umrecurso especial junto ao TSE para tentar garantir o registro de candidatura da deputada.

O registro foi mantido indeferido hoje pelo Pleno do TRE-RN.

Me3smo assim, o direito de fazer campanha de Larissa foi mantido e, segundo Lanuce, ela permanecerá em campanha até o último momento do prazo estabelecido pela justiça eleitoral.

"Entendo ser plenamente possível a candidatura da deputada", disse Lanuce, que se mostra preocupado com a lentidão do Tribunal Superior.

"O TSE não está jugando. Há 60 dias que um processo está lá e não é julgado", disse o advogado, referindo-se ao mérito da ação de inelegibilidade.

"Se o TSE mantiver a inelegibilidade…mas se o TSE refomar a decisão? Entendendos que, como ainda não transitou em julgado, ela ainda tem chance. O Tribunal pode estar condenando uma cidadã, sustando seus direitos políticos quando ainda há ações pendentes de julgamentos", disse Marcos Lanuce, que só deverá recorrer ao TSE nesta terça-feira.

28 de abril de 2014 às 17:32

Servidores da Educação recebem prefeito com ato de protesto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Nem bem o prefeito Carlos Eduardo, que passou 12 dias fora do país em uma missão administrativa na Espanha e Ilhas Canárias, reassumiu o cargo na Prefeitura de Natal…um protesto bateu à sua porta.
Neste momento servidores da Educação, em greve, estão na frente do Palácio Felipe Camarão.
Fotos: Rodrigo Rafael

20140428-173210.jpg

28 de abril de 2014 às 17:21

Centro de apoio à imprensa internacional durante a Copa será lançado amanhã na UFRN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A UFRN lança às 18h45 de amanhã, no auditório do Departamento de Educação Física, o centro de apoio à imprensa para a Copa do Mundo.
O centro, que atenderá às necessidades da imprensa internacional em Natal dirante os jogos do mundial, foi implantado em parceria com o Governo do Estado, Prefeitura de Natal, FIern e Sebrae.

O lançamento será feito pela reitora da UFRN, Ângela Paiva Cruz, a governadora Rosalba Ciarlini e o prefeito Carlos Eduardo.

Estão confirmadas presenças de seis representantes da Associação dos Correspondentes da Imprensa Estrangeira no Brasil (ACIE).
*

O Presspoint UFRN abrange o laboratório do Departamento de Comunicação e a Superintendência de Comunicação formada pela TVU, FM Universitária e Agência de Comunicação, e tem capacidade para receber até 200 jornalistas, oferecendo condições de conectividade à internet, tecnologia para edição de imagem e áudio, salas de redação e espaços para entrevistas, além do apoio de uma equipe de voluntários com fluência em vários idiomas.

O site do Press Point da UFRN (www.presspoint.ufrn.br) também disponibiliza uma central de pautas com sugestões de matérias nas áreas social, econômica, esportiva, cultural, tecnológica e científica, com enfoques local e regional.
Os correspondentes estrangeiros da ACIE são: Fabiola Ortiz dos Santos, frelance da Agência Lusa-Portugal e IPS-Italia; Roubaud Kakie, correspondente da imprensa francesa; Algaé de Chalus, correspondente do diário nacional francês La Croix, para o diário nacional Le Telegramme e o caderno especializado em inovação do jornal Liberacion e algumas outras revistas; Phylis Lilian Ciurariu Dit Huber, frelance dinamarquesa; Wang Zhengry e Liu Long, da agência de notícia Xinhua, da China.
*

20140428-171142.jpg
Em Natal desde ontem, Aglaé de Chalus foi recebida pelo secretário de Comunicação do Governo, Paulo Araújo

28 de abril de 2014 às 16:56

O óbvio da propaganda eleitoral vira humor na rede [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em ano de campanha, os pensantes do marketing eleitoral começam a elocubrar..
Em tempos de redes sociais, onde todo eleitor tem um veículo de comunicação na mão e direito a ser criativo, haja imaginação para fugir do mais do mesmo..
Porque botar no ar o óbvio de toda campanha…nem mesmo os humoristas aguentam.
Eis o vídeo de Marcelo Adnet, prevendo exatamente o óbvio, que o eleitor não aguenta mais.
O vídeo circula nas redes…

CLIQUE AQUI para conferir…

28 de abril de 2014 às 16:45

Juiz federal diz que servidora de posto de saúde tratou idoso ‘como cachorro’ [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Do juiz federal Marco Bruno no seu twitter:

20140428-164300.jpg

20140428-164322.jpg

28 de abril de 2014 às 16:07

Mossoró: Advogados de Cláudia e Larissa recorrem ao TSE [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os advogados da prefeita afastada Cláudia Regina (DEM) e de Larissa Rosado (PSB), entram ainda hoje com recurso junto ao TSE, em Brasília, para que as duas se mantenham vivas na eleição suplementar de Mossoró, marcada para domingo.
Em Brasília fatores pesam contra as duas.
Contra Cláudia, a decisão da ministra Laurita Vaz, devolvendo ao TRE a competência de decidir o que decidiu hoje: não dar direito de participar da campanha.
Contra Larissa, o fator inelegibilidade, reiterado também pela ministra Laurita.
O instrumento jurídico usado pela assessoria de Cláudia será uma cautelar.

28 de abril de 2014 às 15:50

Mossoró: Por 5 X 0 TRE mantém Larissa sem registro de candidatura [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Relator do recurso impetrado pela assessoria jurídica da deputada Larissa Rosado (PSB), pré-candidata à prefeita de Mossoró, o juiz do TRE votou pelo indeferimento do registro de candidatura, mantendo a decisão do juiz Herval Sampaio.
O juiz também seguiu o parecer do procurador eleitoral, Gilberto Barroso, que se posicionou pelo indeferimento.
Placar desfavorável a Larissa no
Pleno: 5 X 0.
Mesma unanimidade que manteve Cláudia Regina fora da disputa.

28 de abril de 2014 às 15:32

Mossoró: Por 5 X 0 TRE mantém Cláudia fora da campanha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Pleno do TRE mantém a decisão do juiz eleitoral de Mossoró, Herval Sampaio, e a campanha chega quase ao seu final sem a participação da prefeita afastada Cláudia Regina (DEM).
Na sessão que acontece agora, o relator Nilson Cavalcante votou contrário à participação de Cláudia.
Acompanharam o relator os juízes Artur Cortez, Verlano Medeiros, Carlo Virgílio e Eduardo Guimarães.

28 de abril de 2014 às 14:14

Prefeito de Goianinha apóia Henrique mas recebe Robinson na festa da padroeira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Goianinha, Júnior Rocha (PMDB) já definiu: vota no deputado Henrique Alves (PMDB) para o Governo e no deputado Walter Alves (PMDB) para federal…
Já o ex-prefeito e presidente da Câmara, Disson, que é do PSD…

Em Goianinha se dá como certo que Disson acompanhará Júnior…

Mas, o governadorável e presidente do PSD, Robinson Faria, e o deputado Fábio Faria, ainda aguardam uma definição de Disson, que nas duas últimas eleições votou em Fábio.
Na sexta, Henrique e Walter foram recebidos na festa da padroeira de Goianinha por Júnior e Disson.
Ontem os anfitriões receberam Robinson e Fábio.

20140428-122401.jpg
Fábio, Disson, Robinson e Júnior Rocha

20140428-122455.jpg
Prefeito Júnior Rocha, do PMDB, com Fábio e Robinson, do PSD

28 de abril de 2014 às 12:09

Henrique, Rosalba, Garibaldi e Wilma juntos…e separados [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Tudo junto e separado.
No Hotel Serhs, onde acontece mais uma edição do programa “Motores do Desenvolvimento”, presença da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), do ministro Garibaldi Filho (PMDB), do presidente da Câmara-governadorável Henrique Alves, da vice-prefeita de Natal Wilma de Faria…
Claro que cada um no seu quadrado.
Na chegada, papo reservado entre Henrique, Garibaldi e Wilma.

Fotos: Elaine Vládia

20140428-120128.jpg
*
Foto: Márlio Forte

20140428-120219.jpg

28 de abril de 2014 às 11:56

Urnas eletrônicas serão levadas para Mossoró na sexta-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Faltam apenas 6 dias para a eleição suplementar de Mossoró.

Nesta quarta e quinta-feira o TRE vai 'carregar' na linguagem da informática, as urnas eleitorais, que serão encaminhadas a Mossoró na sexta-feira.

Há informação que a Justiça Eleitoral não acatará substituições. Mas não há confirmações sobre.

28 de abril de 2014 às 11:24

Confirmados recursos de Cláudia Regina e Larissa Rosado na sessão de hoje do TRE [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Confirmado.

Os juízes do TRE Carlo Virgílio e Nilson Cavalcante vão levar, para a sessão de hoje, na condição de relatores, os votos formulados aos recursos das pré-candidatas à prefeita de Mossoró, Larissa Rosado e Cláudia Regina.

As duas estão inelegíveis e com registros de candidaturas indeferidos.

A sessão começa às 14 horas.

O advogado Olavo Hamilton já confirmou presença para fazer sustentação oral de Cláudia.

28 de abril de 2014 às 9:34

Natal reconfigurada [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E Natal amanhece assim:
Carlos Eduardo, prefeito…
Wilma de Faria, vice…
Albert Dickson, presidente da Câmara…
Júlio Protásio, vice…
Maurício Gurgel, 2º vice…
E não se fala mais nisso.
?
O prefeito Carlos Eduardo desembarcou por volta das 10 horas no Aeroporto Augusto Severo e foi recebido pelo chefe da Casa Civil, Kleber Fernandes.

28 de abril de 2014 às 9:24

Mossoró: Julgamentos de recursos de Cláudia Regina e Larissa Rosado esperados para hoje no TRE [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Esperados para a sessão de hoje no TRE, os julgamentos dos recursos referentes à eleição suplementar de Mossoró.
O juiz-relator Nilson Cavalcante levará os processos da prefeita afastada Cláudia Regina.
O juiz-relator Carlo Virgílio levará o de Larissa Rosado.
No caso de Larissa, recurso à decisão do juiz Herval Sampaio que indeferiu o pedido de registro de candidatura dela.
O que se sabe nos bastidores da eleição judicializada de Mossoró é que há, por parte de interessados na eleição das duas envolvidas, um trabalho de convencimento para que os recursos permaneçam como estão: fora de pauta.
O que, se acontecer, contrariará o que foi decidido pelo presidente da Corte Eleitoral, desembargador Amilcar Maia, que há duas semanas, em reunião com os juízes, anunciou uma palavrinha-chave para o caso do pleito de Mossoró: Agilidade.
Tudo para não permitir que se manche a imagen do TRE.
Tá mais do que certo.

28 de abril de 2014 às 6:23

Fundador do Ferro Cardoso será enterrado hoje à tarde [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Será enterrado logo mais às 16h39 no Cenitério Parque de Nova Descoberta, o fundador do Colégio e Curso Ferro Cardoso, Antônio Jácome de Oliveira.
Ele morreu ontem na UTI do Hospital da Unimed, após sofrer uma parada cardíaca, consequência de um AVC registrado há dois meses.
O corpo está sendo velado no Morada da Paz da rua São José, em Natal, onde às 15h30 será celebrada missa de corpo presente.
Viúvo, ‘seu Toinho’ deixa 7 filhos.

28 de abril de 2014 às 6:15

Lula nega mensalão e diz que petistas presos não são de sua confiança [1] Comentários | Deixe seu comentário.

De Josias de Souza no portal Uol:

Quando fala sobre mensalão, Lula é 100% cínico
Josias de Souza

Em entrevista à emissora portuguesa RTP, Lula contou uma piada de brasileiro. O julgamento do mensalão “teve praticamente 80% de decisão política e 20% de decisões jurídicas”, disse, antes de divertir a audiência com duas teses: “não houve mensalão” e “o processo foi um massacre que visava destruir o PT.” Ao se referir aos “companheiros do PT presos”, o entrevistado levou a anedota a sério: “Não se trata de gente da minha confiança.”

Ficou entendido que, em matéria de mensalão, Lula é 100% cínico. Ele maneja o cinismo com tal sofisticação filosófica que acaba se aproximando da realidade. Como no trecho em que declarou que “é apenas uma questão de tempo, e essa história vai ser recontada para saber o que aconteceu na verdade”. De fato, ainda há algo por esclarecer: qual foi o verdadeiro papel de Lula no enredo do mensalão?

Há quatro Lulas dentro do escândalo. Nenhum deles se parece com o autêntico. Logo que o escândalo estourou, em 2005, um primeiro Lula tentou reduzir tudo a mais um caso de caixa dois: “O que o PT fez, do ponto de vista eleitoral, é o que é feito no Brasil sistematicamente”. Sentado num banco de CPI, Duda Mendonça jogou a campanha presidencial dentro do caldeirão, provocando o surgimento de outro Lula.
*
Esse segundo Lula jurou que “não sabia” do que se passava sob suas barbas, pediu “desculpas” em rede nacional de rádio e tevê e declarou-se “traído”. Na prática, pediu aos 52.788.428 eleitores que o haviam acomodado na Presidência que o enxergassem como um bobo, não como um cúmplice.

Em 2006, a campanha da reeleição produziu um terceiro Lula. Dizia coisas assim: “Esse negócio de mensalão me cheira a um pouco de folclore dentro do Congresso Nacional”. Foi nessa época que o então procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, nomeado por Lula, serviu-se das evidências colecionadas pela Polícia Federal do doutor Márcio Thomaz Bastos para formular a denúncia sobre a troca de dinheiro sujo por apoio congressual ilegítimo. A ausência de Lula no rol de acusados deu à peça a folclórica aparência de mula sem cabeça.
*
Reeleito, Lula sentiu-se autorizado a potencializar a desfaçatez. Que aumentou na proporção direta da elevação dos índices de popularidade. Em maio de 2010, quando carregava nos ombros a candidatura presidencial de Dilma Rousseff, Lula referiu-se ao escândalo que tisnara seu primeiro reinado como “um momento em que tentaram dar um golpe neste país.” Esse quarto Lula é irmão gêmeo do comediante que acaba de se apresentar na RTP, a emissora portuguesa.

Com a tese do “golpe”, Lula soara, além de ilógico, ingrato. Cinco anos antes, quando a lama rocava-lhe o bico do sapato e o vocábulo impeachment era pronunciado à larga, o pseudopresidente mandara ao olho da rua o chefe de sua Casa Civil, José ‘Não se Trata de Gente da Minha Confiança’ Dirceu. E despachara três ministros para apagar os ânimos da oposição.

Márcio Thomaz Bastos, foi ao encontro do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Ciro Gomes voou para uma conversa com o então governador mineiro Aécio Neves. E um Antonio Palocci pré-escândalo do caseiro reuniu-se com a nata da plutocracia e com seus amigos tucanos. Em poucos dias, sob a voz de comando de FHC, o tucanato desembarcou da tese do impeachment. Ou seja: houve complacência, não “golpe”.
*
Numa passagem do extraordinário livro “Lula, o Filho do Brasil”, lançado em dezembro de 2002, o personagem central da narrativa desenhara um bonito retrato de si mesmo. Em depoimento a Denise Paraná, autora da obra, Lula dissera: “…Se eu não tivesse algumas [qualidades pessoais] não teria chegado aonde cheguei. Eu não sou bobo. Acho que cheguei aonde cheguei pela fidelidade aos propósitos que não são meus, são de centenas, milhares de pessoas.”

Os quatro Lulas que se seguiram ao mensalão não fazem jus a esse Lula de outrora, fiel aos propósitos da coletividade. Na Presidência, um ex-Lula disse que preferia “ser considerado uma metamorfose ambulante” (reveja abaixo). Quando a história puder falar sobre o mensalão sem as travas que a conveniência impõe a algumas línguas companheiras, o país talvez descubra as razões que levaram um arauto da ética a sofrer a metamorfose que o tornou um cínico contador de anedotas.

28 de abril de 2014 às 6:04

Debate entre candidatos a prefeito de Mossoró não empolgou [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Num debate morninho, apenas um momento tête-à-tête entre os dois principais candidatos a prefeito de Mossoró.
Foi no último bloco, livre, quando a deputada Larissa Rosado (PSB) escolheu o prefeito interino Silveira Júnior (PSD) para questionar sobre a lista dos servidores terceirizados da Prefeitura, pedida pela Câmara e não atendida pelo prefeito.
Ele respondeu que as listas de terceirizados, comissionados e efetivos serão divulgadas tão logo seja concluída a auditoria autorizada por ele na folha do Município.
De polêmico – que nem chegou a ser – foi a reação do prefeito por ter sido chamado de Silveirinha. Achou desrespeitoso da parte da pré-candidata, que chegou a falar em ‘jeito carinhoso’, num momento onde cabe tudo, menos carinho. Mas Larissa justificou que o presidente do partido do prefeito, o governadorável Robinson Faria, o chama de Silveirinha e ele não reclama…
*
No mais…só a pergunta do candidato Josué Moreira (PSDC) a Larissa…questionando sobre a ainda instabilidade de sua candidatura já que ela continua inelegível.
Ela respondeu sem responder, dizendo que não comprou votos, não praticou atos de improbidade e que tem as mãos limpas. Só não respondeu que continua inelegível.
Mas faz parte do debate onde muito se pergunta, pouco se responde…e ainda sobra um tempinho para rasgação de seda e quase declaração de voto…de candidato para candidato.
*
Apesar de tudo valeu a iniciativa da TCM que abriu um espaço democrático para todos os candidatos, e ainda inovou no formato incluindo no debate a participação da Justiça Eleitoral, Ministério Público e OAB.