#JornalismoSemFakeNews

17 de abril de 2015 às 9:53

Zenaide Maia mostra que estava certa ao se abster de votar terceirização já que projeto ainda é confuso

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O adiamento da votação do projeto de terceirização na Câmara deu crédito à deputada estreante Zenaide Maia (PR).
Zenaide acertou quando optou por se abster no dia da votação, por não conhecer o projeto empurrado de goela abaixo para o plenário dizer sim, a contar pela posição do presidente da Casa, Eduardo Cunha.
O Projeto com seu teor só foi entregue aos deputados depois de votado e aprovado, porém, deixando em aberto ainda a apresentação de emendas.

Para Zenaide, o tema é complexo e vem deixando a sociedade brasileira confusa, inclusive com manifestações populares em todo país como aconteceu quarta-feira.
 
O motivo alegado para  segundo adiamento está exatamente na preocupação dos parlamentares com o desconhecimento do teor, que Zenaide expressou tão logo foi votado, em entrevista ao Blog.
“Nós somos representantes do povo brasileiro e temos que ter a responsabilidade e a consciência de prestar nossos serviços em prol do povo, e como estamos votando uma matéria complexa e que tem reflexos diretos na vida das pessoas, a minha posição é de cautela, e votar com segurança após entender o inteiro teor da matéria, visando resguardar os direitos dos trabalhadores brasileiros”, disse a deputada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.