#JornalismoSemFakeNews

26 de abril de 2015 às 22:38

Filme aponta Coca-Cola e Imunizadora Potiguar como causadoras da morte se 40 toneladas de peixes no Potengi

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O filme “Rio Contado”, que conta a história do maior crime ecológico registrado no Rio Grande do Norte, que matou mais de 40 toneladas de peixes no Rio Potengi, foi exibido para a imprensa na quinta-feira, e para o público, em duas sessões na sexta-feira, no auditório do Ibama.

O filme, com dados levantados pelo Inama, revelou que, ao contrário do que foi divulgado à época, o culpado pelos estragos no ecossistema não foi o Grupo Veríssimo & Filhos, que havia feito uma despesca de camarão em um viveiro nas proximidades do rio.

Pelo que foi apresentado, no filme, com roteiro de Airton De Grande e Alvamar Queiroz, duas empresas causaram a mortandade de peixes: a RC Cola, da Coca-Cola e a Imunizadora Potiguar.

A revelação, na sessão de estreia, gerou polêmica e discussão, como divulgado na página do facebook do filme:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.