#JornalismoSemFakeNews

4 de maio de 2015 às 21:11

Aeroporto de São Gonçalo tem maior potencial de desenvolvimento entre os que disputam hub da TAM

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

A localização geográfica do Rio Grande do Norte e a estrutura do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, com seu potencial de desenvolvimento, foram algumas das justificativas apresentadas pelo governador Robinson Faria ao grupo Latam, na intenção de sediar o primeiro hub da empresa aérea na região Nordeste.
Com 15.000 km², o aeroporto tem a maior área patrimonial e maior pista de pouso (3.300 x 60) entre os três aeroportos que estão na disputa. 
O terminal tem a maior capacidade ociosa, trabalhando atualmente com apenas 40% da demanda possível, hoje 6,2 milhões.
“A previsão é de que até dezembro de 2016, os dois acessos ao aeroporto sejam concluídos, totalizando cerca de 25 km de infraestrutura viária”, completou o governador, afirmando ainda que o
terminal também se interligará à grande Natal, por meio do projeto de Veículo Leve sobre Trilho (VLT), já em implantação. 
A apresentação de dados técnicos foi feita pelo secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira.
Para Robinson, o Rio Grande do Norte tem vantagem, principalmente para viagens e conexões internacionais, por ser o estado brasileiro mais próximo dos continentes europeu e africano. 

A previsão é que a escolha do estado-sede seja feita até o fim do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.