Thaisa Galvão

24 de agosto de 2015 às 13:12

Prefeito de Macau pede a presidente da Caern para população não pagar conta de água em agosto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Macau, Kerginaldo Pinto, pediu hoje à Caern,,através de ofício entregue em mãos ao diretor presidente Marcelo Toscano, a suspensão do pagamento pelo serviço de abastecimento ao município no mês de agosto.
Durante o encontro na sede da empresa, o prefeito sugeriu, caso não seja possível a suspensão, pelo menos a redução da tarifa mínima. 

No documento apresentado a Toscano, o prefeito alegou a interrupção por mais dez dias no abastecimento, além da qualidade duvidosa da água para consumo.

“Pedimos que a Caern avalie e implemente, tanto para as contas atuais quanto para as contas futuras, cobrança diferenciada de água e esgoto, haja visto que o serviço notoriamente prestado foi prejudicado, com constantes e seguidas interrupções no abastecimento, inclusive por um longo período, sem esquecer que a qualidade da água que se mostrou, e ainda apresenta, de forma cristalina, notórias dúvidas quanto ao comprometimento para fins de consumo humano”, alegou o prefeito no ofício também protocolado na presidência companhia.        

Toscano disse que vai acionar a área técnica da Caern para avaliar o caso com urgência, e ficou de dar uma resposta até amanhã, quando deverá ir a Macau. 

“A Caern está acompanhando todo esse quadro crítico de perto. Estamos, inclusive, estudando alternativas de abastecimento de água, diante das previsões nada otimistas de chuvas e do cenário da bacia hídrica do Vale do Açu”, disse o presidente da Caern.

Para o prefeito, a falta de água prejudicou, além da população, os serviços de hospitais, delegacias, escolas e estabelecimentos comerciais.

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.