Thaisa Galvão

4 de janeiro de 2016 às 17:58

Potigás prevê para 2016 a geração de energia elétrica através de gás natural [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Potigás, Carlos Alverto Santos, terminou 2015 fazendo uma avaliação positiva do primeiro ano de gestão à frente da Companhia Potiguar de Gás.

A ampliação de negócios na distribuição de Gás Natural Canalizado para os segmentos residencial, industrial, automotivo e comercial superou as previsões com a aquisição de 2.607 novos clientes.

O crescimento foi de 117% em relação ao ano de 2014.

O planejamento estratégico da Potigás para 2016 prevê a geração de energia elétrica através do Gás Natural Canalizado, surgindo como uma solução viável para abastecer empresas e condomínios. 

Além de economia que chega a mais de 60% nos horários de pico, os geradores a gás oferecem mais segurança e comodidade.

“O Gás Natural Canalizado é o combustível que move a economia do Estado e tem papel fundamental na atração de novas empresas. Isso significa dizer que a Potigás está inserida entre os diferenciais do Rio Grande do Norte para gerar mais emprego e renda ”, declarou Carlos Alberto.

Só no segmento residencial são mais de 15 mil unidades interligadas à rede da Potigás e a perspectiva é de ampliação em 2016, já que a rede passou a chegar a boa parte dos bairros de Natal.
Já na área comercial, são bares, hotéis, restaurantes, lanchonetes, shoppings e condomínios, abastecidos com gás natural.

Nas residências o combustível pode ser utilizado para funcionamento de fornos, fogões, geladeiras a gás, churrasqueiras, aquecimento da água e climatização. 

O comércio e setor de serviços também podem se beneficiar das vantagens do gás natural em fornos, fogões, fritadeiras, climatização e geração de energia.

A partir da solicitação, uma equipe da Potigás faz o estudo de viabilidade técnica e econômica para efetivar a assinatura do contrato com a Companhia. 

A Potigás atende os municípios de Natal, Mossoró, São Gonçalo do Amarante e Parnamirim no segmento residencial.

Outro destaque no ano de 2015 foi a realização da campanha de incentivo à conversão dos veículos ao GNV, intitulada “Tô no Gás”. Durante três meses os motoristas, pessoas físicas e jurídicas, foram estimulados com a oferta de bônus de 500 m³ de gás para utilizar à vontade, gerando em torno de 7.500 km de rodagem.

Para o setor indistrial, está prevista a instalação da Cerâmica Elizabeth, no Polo Industrial de Goianinha, o que vai representar a conquista de 400 novos empregos diretos para região. A Potigás já finalizou o processo licitatório para a construção do gasoduto de distribuição.

4 de janeiro de 2016 às 14:39

Na 1ª entrevista do ano, governador fala da possibilidade de comprar hospital privado para abrir Hospital de Traumas [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Declarações do governador Robinson Faria na sua primeira entrevista do ano, hoje cedo na TV Cabugi:

  
SOBRE O ASSASSINATO DE GIZELA MOUSINHO DURANTE UM ASSALTO:

-Fiquei chocado com esse crime. Também sou pai, tenho filhos pequenos. Me solidarizo com a família.

SOBRE SEGURANÇA:

-Eu me sinto um pouco mais seguro. Mas ainda não é o que queremos. A segurança pública é o maior desafio desse Governo. 

-Desde 2006 não havia redução no número de homicídios. Desde que começamos nosso trabalho, estamos promovendo policiais civis e militares; já foram mais de três mil que receberam promoção nas carreiras. Tivemos também um aumento substancial das diárias operacionais, para que os policiais que vão para as ruas trabalhem mais motivados. Semana passada, entregamos 440 veículos para o trabalho desses policiais, que se intensifica agora com a Operação Verão, principalmente nas praias do litoral Sul e Norte.
-Mais de 600 policiais se aposentaram no ano passado.
SOBRE SAÚDE:

-Estamos trabalhando com a possibilidade de comprar um hospital privado para abrirmos o Hospital de Traumas. Nos reunimos com o diretor do Banco Mundial em Brasília e vimos que essa é uma possibilidade bastante plausível.

SOBRE FUNDO PREVIDENCIÁRIO:

-É preciso que não nos esqueçamos que começamos o governo num ano difícil. Herdamos um déficit de quase um bilhão de reais nos cofres do Governo. E eu pergunto: o governador deveria usar o Funfir para pagar seus servidores ou deixar o Estado afundar? Optei por utilizar o Fundo, concomitante com medidas que fortaleçam a economia do Estado. E com isso, conseguimos terminar o ano pagando em dia os servidores, façanha que mais da metade dos estados brasileiros não conseguiu. Esse dinheiro será devolvido. O Estado quer fomentar emprego e renda e com isso gerar receita. Medidas que vem sendo tomadas para o fortalecimento do turismo, por exemplo, tem gerado crescimento na economia. Injetamos mais de um bilhão de reais no turismo no Estado, por conta das medidas do Governo. O Rio Grande do Norte tem motivos para comemorar; estamos com a obra de saneamento de Natal, que ficará 100% saneada e garantimos esses recursos em plena crise. Somos os favoritos para sediar o Hub da TAM.
SOBRE A SECA:

-Infelizmente a questão hídrica no nosso Estado não era vista como uma política de Estado. A curto prazo adianto que encaminhamos ao Ministério da Integração um Plano Emergencial contra a seca que prevê o repasse de R$ 300 milhões, dinheiro que será utilizado para abastecimento por carros-pipa; construção de adutoras de engate rápido e dessanilizadores; a médio e longo prazo, queremos entregar adutoras e barragens.

 

4 de janeiro de 2016 às 14:17

Mercado das Rocas será inaugurado amanhã com show da banda Grafith [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo, inaugura amanhã o Mercado Modelo das Rocas.

A solenidade está marcada para 18 horas com o descerramento da placa, visita às dependências e show da Banda Grafith. 

 

A denominação Mercado Modelo Público das Rocas Francisca Barros de Morais é  uma homenagem à Dona Chiquinha, da Peixada da Comadre, por sua contribuição à sociedade natalense, à culinária potiguar e ao turismo da cidade.

 

O investimento foi de R$ 5 milhões, sendo R$ 4 milhões da Prefeitura do Natal e R$ 1 milhão do Ministério do Turismo. 

 

O novo prédio de dois andares tem 83 boxes, sendo 23 destinados a antigos proprietários, 57 disponibilizados por licitação e três destinados à administração. 

 

4 de janeiro de 2016 às 14:11

PM recupera dois carros e duas motos roubadas em Natal e no interior [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Polícia Militar recuperou na manhã de hoje, dois carros e duas motos roubadas.

Os veículos foram localizados durante patrulhamentos de rotina, onde os policiais contaram com o apoio de informações repassadas pela população.

Uma caminhonete S-10 foi localizada na região Oeste, um Gol em Natal, no Parque dos Coqueiros e as duas motos em Caicó.

4 de janeiro de 2016 às 11:52

Jornal mossoroense Gazeta do Oeste vai decretar falência e a partir de amanhã não será mais impresso [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A semana começa com uma notícia triste para a imprensa do Rio Grande do Norte.

Circulando há 38 anos, o jornal mossoroense Gazeta do Oeste não circulará mais a partir de amanhã.

Nem mesmo o jornal digital.

Hoje cedo a empresária Maria Emília, mulher do fundador Canindé Queiroz, comunicou aos funcionários que vai decretar falência.

Em uma semana são dois jornais impressos fechados em Mossoró.

No dia 31 foi O Mossoroense, do grupo da ex-deputada Sandra Rosado, que deixou de circular mas continua com a edição digital.

Em Natal a crise no jornalismo impresso vem sendo mantida sob sigilo absoluto, mas existe.

4 de janeiro de 2016 às 11:18

Henrique & Juliano abrem verão da Arena Ecomax na sexta-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Arena Ecomax começa a semana ajustando os preparativos para o primeiro show do verão na praia de Pirangi, nesta sexta, dia 8.

As atrações da abertura do Pirangi Summer 2016 serão a dupla Henrique & Juliano, a cantora Marília Mendonça e Mano Walter.

A dupla sertaneja atingiu, no dia 10 de dezembro, a marca de um bilhão de visualizações no YouTube. 

Em uma enquete realizada pelo portal UOL, os irmãos se destacaram como a melhor dupla sertaneja de 2015.

Já a cantora e compositora Marília Mendonça ficou em segundo lugar como a revelação de 2015 na mesma enquete.

Marília, que é nova no cenário musical, já faz mais de 15 shows por mês.

Na agenda da Arena, Aviões do Forró, Bruno & Marrone e Léo Verão se apresentarão no dia 16.

4 de janeiro de 2016 às 10:29

Motorista que perdeu controle do carro e invadiu portaria de serviço de Ministério é detido [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do portal Fato Online:
Caminhonete invade portaria do Ministério da Fazenda

  
A portaria de serviço do Ministério da Fazenda foi invadida por uma caminhonete, por volta de 4h30 desta segunda-feira (04). 

O motorista foi detido e, segundo o ministério ninguém foi ferido. Foram destruídas a porta de entrada e as catracas do edifício-sede. 

A entrada de servidores está sendo feita pelo edifício anexo.

*

Atualizando:

O motorista foi levado à Polícia Federal, já que invadiu um prédio federal.

A placa do veículo é de Londrina.

4 de janeiro de 2016 às 9:54

Vereador Aquino Neto tentará manter mandato na Câmara através do irmão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Preto Aquino Neto.

Quem é?

Irmão do vereador Aquino Neto (PV), que vai disputar mandato de vereador para tentar manter o gabinete do irmão, hoje inelegível.

O nome quase o mesmo para reforçar a ligação com o atual detentor do mandato.

4 de janeiro de 2016 às 7:26

Luiz Almir defende posição da Sethas contra fraude em licitação e mostra que está tudo bem entre ele e o governador [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Engana-se quem aposta no rompimento do vereador Luiz Almir com o governador Robinson Faria, depois das críticas pessoais feitas por Almir a familiares do governador.

Depois do pedido de desculpas, o vereador tem defendido, inclusive, como fez hoje cedo em seu programa de rádio, a posição da Sethas no caso do flagra de fraude na licitação para fornecimento dos restaurantes populares.

Almir tem dito que a Sethas nunca teve intenção de fechar os restaurantes, mas que, por recomendação do Ministério Público, de não renovar contrato com os empresários investigados, não teve iutra alternativa que não a suspensão temporária dos serviços.

Na virada do ano, Luiz Almir mandou mensagem de boas festas para o governador, que marcou uma conversa com o vereador.

4 de janeiro de 2016 às 7:14

Gizela e a morte de uma mãe, por Rubens Lemos [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Do jornalista Rubens Lemos, sobre Gizela, mãe assassinada diante da filha de 18 anos.

Gizela de todas as mães

Rubens Lemos

Jornalista

Preservo meus mortos da deselegante fixação em seus corpos indefesos e incolores de sangue. Meus mortos são meus na memória, analgésico providencial nos meus dias de agonia. Preservo-os pela dignidade desnudada na exposição litúrgica e constrangedora, nas mãos postas de ciclo encerrado. Velórios cansam a alma envelhecida de dores e circunstâncias. Já disse que não quero um para mim. Terminou, me levem e me cremem.

Ainda perplexo, inconformado e incapaz de um gesto prático, confesso agora a quebra da regra de convicção. Olhei, sem contar minutos, tempo suficiente para o rosto inerte de Gizela Paiva Mousinho Silva, assassinada covardemente no segundia dia do ano que foi breve para ela como a criança perdida num parto.

Gizela mantinha a face altiva das mães sancionadas pela liberdade do ventre, incontestáveis de bravura. Gizela, morta, grito instintivo do amor de quem reproduz, de quem amamenta e acalenta. Voltei ao sentimento geral de revolta calado e orgulhoso daquela mulher tombada pelo mal incorrigível da assassina que atirou em seu pescoço.

Gizela vai e volta nas macabras imagens multiplicadas pela mórbida curiosidade popular. Estanca após ser expulsa do seu carro pelos assaltantes. Gira o corpo na decisão do ser humano cheio de coragem indignada. Não, não levariam sua filha, mantida sob armas e ódios de quem é mimoseado pelos teóricos humanóides de ideologia jurássica e passividade cínica. Gizela volta ao carro e a cena é de vida real tão banalizada. Ouve-se o tiro e Gizela é cadáver.

Ao me afastar do caixão, vejo minha mãe, solidária aos pais – Joãozinho Paiva e Paula e aos tios de Gizela, Rita e Elianto, amigos presentes em nossas vidas nas horas dolorosas e preponderantes. Só amigos são amigos de perseguidos por ditadores. Minha mãe escreveu uma carta editada em livro e endereçada à minha irmã, Yasmine, narrando a experiência que vivemos, papai, ela e eu, moleque de pouco mais de um ano, exilados no Chile.

Ao voltar ao Brasil, sem o meu pai, minha mãe, comigo no braço e Yasmine dentro de uma imensa barriga, foi levada a interrogatório no Aeroporto do Galeão por agentes repressores disfarçados de comissários de bordo. Submetida à intensa tortura psicológica para dedurar o marido, ameaçou se jogar comigo da sacada do aeroporto. Mamãe, libertada graças à intervenção de um cassado, ex-deputado federal Erivan França, do MDB, sobreviveu e se arriscou para me proteger, quando ameaçaram me levar para um abrigo da antiga Febem, atualíssima fornecedora de matéria(podre) ao crime.

Mamãe não saiba, mas o livro, só consegui ler uma vez, em prantos, tão sofrido e verdadeiro é o relato. As mães, são a verdade passional na defesa dos filhos. A lógica sem justificativa exata. Gizela morreu para ensinar a lição resistente da valentia guerreira que o rijo músculo masculino jamais igualará. Gizela morreu e não pode ficar impune. Em nome da honra sagrada de cada mãe a chorar por ela. (foto: reprodução Portal G1).

  

4 de janeiro de 2016 às 6:52

Mega Sena: mais uma vergonha brasileira [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Ninguém acredita mais na lisura dos sorteios da Mega Sena.

Estão cada vez mais estranhos os resultados.

O que o Brasil todinho desconfia é que os sorteios tem cartas marcadas.

Mais vergonha ainda para um país que já não se sustenta.

A mais nova vergonha: o sorteio de sábado ainda não revelou se tem ganhador.
Da Folha de hoje:
 Após pane, resultado do 1º sorteio do ano da Mega só sairá nesta segunda
Quem fez apostas para o primeiro concurso do ano da Mega-Sena, Dupla Sena, Lotomania, Quina e Lotofácil terá de aguardar até esta segunda-feira (4) para saber se houve ganhadores ou não.
Os números foram divulgados pela Caixa na noite deste sábado (2), mas os resultados da apuração, não.
Segundo a Caixa Econômica, houve “problemas de ordem tecnológica” que impediram a realização da apuração.
A falha no sistema, acrescentou a instituição, foi corrigida durante a madrugada. O número de acertadores e os valores de premiação deveriam ter sido divulgados até as 20h deste domingo (3). Mas a Caixa voltou atrás.
Segundo nota publicada à imprensa neste domingo, a instituição decidiu ganhar mais tempo para processar os dados, que serão divulgados apenas na manhã desta segunda-feira (4).
No concurso 1.776 da Mega-Sena foram sorteadas as seguintes dezenas: 10, 11, 14, 19, 39 e 48. No 3.974 da Quina, os números foram: 16, 17, 18, 34 e 55.

4 de janeiro de 2016 às 6:34

Lava Jato: Procurador Rodrigo Janot começou 2016 pedindo abertura de inquérito contra mais de 50 políticos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Está no jornal O Globo de hoje que o procurador geral da República, Rodrigo Janot, aumentou em 4 agora em dezembro, o grupo de investigadores na operação Lava Jato, que deverá concluir a fase inicial, em Curitiba, em julho próximo, devendo continuar em outras instâncias ainda por um bom tempo.

O jornal divulga um balanço com os resultados da operação e o que chama atenção é o número de investigações ainda sob sigilo: são 266, o que significa que a operação ainda terá novidades nos próximos seis meses, e muio susto ainda movimentará o processo.

 
Segundo o jornal, os desdobramentos da operação Lava Jato nas demais instâncias judiciais, e a abertura de novas investigações contra políticos com foro privilegiado ainda não permitem prever um horizonte.
“Vem muita coisa forte por aí e não vai demorar muito”, diz a fonte do jornal.

Abaixo um trecho da reportagem do Globo mostrando que a fase da Lava Jato agora será contra políticos.

  
A previsão é que a partir de agora os recursos dos processos comecem a chegar ao STJ, daí o procurador ter aumentado também em 5 o número de subprocuradores para acompanhar o desenrolar no Superior Tribunal de Justiça.