Thaisa Galvão

7 de fevereiro de 2016 às 9:58

Mesmo sabendo que reeleição seria mais tranquila com Wilma como vice, Carlos Eduardo comporá chapa com o PMDB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os pré-vices do prefeito Carlos Eduardo continuam acompanhando o pré-candidato à reeleição nos polos carnavalescos em Natal.

Fred Queiroz ou Marcelo Queiroz?
Fotos Márlio Forte

  
O secretário de Turismo da capital, Fred Queiroz (PMDB), é o nome do ministro Henrique Alves para compor a chapa de reeleição.

Projeto já definido pelo PMDB de Henrique: Carlos se reelege, e em 2018 entrega a Prefeitura a Fred, com a chancela de Henrique, para disputar o Governo do Estado, e ser o governador que Henrique não conseguiu ser.

O presidente da Federação do Comércio, Marcelo Queiroz (PMDB), é o nome do senador Garibaldi Filho, que até já apadrinhou uma diretoria da Fecomércio.

Marcelo também é queridinho do próprio prefeito, que não quer brigar com Henrique e vai terminar emplacando o nome de Fred.

Mas vamos combinar que para Carlos Eduardo, “vice é vice”, como ele mesmo já definiu em muitas declarações à imprensa.

Porque se desse importância a vice, sua chapa permaneceria como está: com ele na cabeça e a atual vice Wilma de Faria como companheira.

Essa sim, seria uma chapa menos propensa às ameaças dos muitos nomes que surgem como pré-candidatos.

Em 2004, franco-favorito para se eleger prefeito de Natal no primeiro turno, Carlos Eduardo foi para o segundo turno levado por uma figura até então desconhecida, que surgiu com uma louca promessa de campanha que era construir uma ponte ligando Natal ao arquipélago de Fernando de Noronha.

O ilustre desconhecido Miguel Mossoró levou a eleição para o segundo turno tamanha foi sua votação.

Mossoró, que morreu no ano passado, não chegou a ir para o segundo turno, mas provocou uma nova disputa, dessa vez entre Carlos Eduardo e o hoje vereador Luiz Almir.

Carlos se elegeu com uma maioria mínima de pouco mais de 14 mil votos.

Em seu palanque, estava a então governadora Wilma de Faria.

No palanque de Luiz Almir, todos juntos: Garibaldi, Henrique, José Agripino, Rosalba Ciarlini…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.