Thaisa Galvão

24 de fevereiro de 2016 às 17:27

Nome de Júlia Arruda começa a surgir como a novidade do PMDB para vice de Carlos Eduardo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A vereadora Júlia Arruda, que tem o nome cotado para assumir a presidência do diretório municipal do PSB, ainda não decidiu se permanecerá no PSB.

Ao Blog, Júlia disse agora que já conversou com a ex-presidente Wilma de Faria, e que deverá conversar nos próximos dias com o atual presidente, Rafael Motta.

Também vai ouvir pessoas que com ela fazem o mandato.

Hoje o nome de Júlia é apresentado como mais um para a lista de escolhas para vice na chapa de reeleição do prefeito Carlos Eduardo.

Para isso, o PMDB seria o caminho.

Júlia afirmou que formalmente nunca conversou com o PMDB e que o assunto ainda está na fase de especulações por causa das infefinições.

Confirmou que tem uma relação próxima com o partido.

Ela é prima legítima da mulher do ministro Henrique Alves, que preside o PMDB e dará a palavra final na escolha, por parte do seu partido, do vice de Carlos Eduardo.

Porém, mesmo com a proximidade, Júlia disse que esse assunto não entrou em pauta.
Caso a vereadora Júlia Arruda se filie ao PMDB e seja indicada vice na chapa de sucessão, Carlos Eduardo seguirá a linha de se eleger prefeito com uma mulher como vice.

Na primeira eleição, teve como vice a jornalista Micarla de Sousa.

E na segunda, a ex-governadora Wilma de Faria.

Quando assumiu o primeiro mandato, de dois anos, herdou a gestão da então prefeita Wilma, de quem ele era o vice.

A carreira de gestor de Carlos Eduardo sempre foi conquistada ao lado de uma mulher.

Enquanto a possibilidade de Júlia Arruda integrar a chapa ainda não passa de possibilidade, Carlos Eduardo segue com dois pretensos companheiros de chapa: o secretário de Turismo, Fred Queiroz, e o presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.