Thaisa Galvão

14 de março de 2016 às 23:28

PF reage à indicação de novo ministro e diz que ele pode ser o nome que o PT queria para controlar a lava jato [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Gerson Camarotti, no G1
Anúncio de Aragão para Justiça causa reação na Polícia Federal


O anúncio feito pelo Palácio do Planalto de que o subprocurador-geral da República Eugênio Aragão assumirá o cargo de ministro da Justiça no lugar de Wellington César Lima e Silva, causou forte reação entre integrantes da Polícia Federal. Surpresos com a decisão da presidente Dilma Rousseff, investigadores da Operação Lava Jato ouvidos pelo Blog temem que Aragão possa criar conflitos com a Polícia Federal. 

“O PT já procurava um nome para controlar a Lava Jato”, avisou um integrante da Polícia Federal. Investigadores lembram que Aragão recebeu as delações premiadas da Lava Jato, na condição de representante do Ministério Público Federal junto ao Tribunal Superior Eleitoral. 

Além disso, outro problema apontado é que ele é de uma carreira (Ministério Público) que tem conflito permanente com a Polícia Federal. 

“Haverá uma forte reação”, alerta um delegado da Polícia Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.