Thaisa Galvão

12 de abril de 2016 às 9:06

Lula enumera lista dos que querem tirar Dilma do cargo: Michel Temer, Eduardo Cunha, Geddel Vieira e Henrique Alves [0] Comentários | Deixe seu comentário.

No discurso que fez ontem no centro do Rio de Janeiro, o ex-presidente Lula não perguntou quem queria tirar do cenário os políticos citados abaixo, como divulgou o G1.
Ele enumerou os que estão querendo tirar a presidente Dilma Rousseff do poder.
Abaixo trecho do discurso:

“Vejam quem quer tirar Dilma. Primeiro, Temer; segundo, Cunha; terceiro, Geddel; quarto, Henrique Eduardo Alves. Eles mostraram a faceta de uma parte da elite brasileira, que não gosta e não acredita em democracia”.

12 de abril de 2016 às 8:51

OAS é alvo da 28ª fase da Lava Jato e executivo Léo Pinheiro estaria fechando acordo de delação premiada [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão na sede da OAS, em São Paulo.

  

Na edição de domingo, o colunista Lauro Jardim publicou no jornal O Globo que o empresário Léo Pinheiro, presidente da OAS, estaria fechando acordo de delação premiada.

A operação na sede da empreiteira pode dar mais gás aos depoimentos de Pinheiro, sempre “gentil” com todos os partidos.
Se a delação dos executivos da Andrade Gutierrez acelerou o processo de impeachment, o que esperar da delação da OAS?

12 de abril de 2016 às 8:41

Fábio Faria confirma conversa rápida pelo telefone com Temer mas afirma que seguirá até o fim, fiel ao posicionamento de Kassab [0] Comentários | Deixe seu comentário.

“Continuo firme com Kassab e seguirei fielmente o posicionamento do PSD”.
A declaração foi do deputado Fábio Faria ao Blog, agora há pouco.
Faria disse que nesse processo já conversou duas vezes pelo telefone com o vice-presidente Michel Temer, mas em nenhuma das conversas tratou de sua posição no processo de impeachment.
“Ele sempre pergunta como está o clima na Câmara, se está tudo bem, ele é assim”, disse Fábio, afirmando que ontem, depois de um almoço com o empresário Flávio Rocha, estava com o deputado Hugo Motta, do PMDB da Paraíba, de quem é amigo, quando falou pelo telefone com Temer.
“Motta ligou pra Temer e disse que estava comigo e passou o telefone”, disse Fábio, reafirmando que a conversa rápida e pelo telefone, não teve nenhum convite ou proposta.

12 de abril de 2016 às 7:49

Michel Temer conversou com o deputado Fábio Faria para tentar conquistar voto pró-impeachment [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Mônica Bérgamo, na Folha:

Temer planeja lançar campanha pró-impeachment nas redes sociais

Michel Temer (PMDB-SP) deve se reunir nesta terça (12) com assessores para discutir campanha nas mídias sociais a favor do impeachment patrocinada pelo PMDB. Uma das ideias é a de divulgar ainda mais o áudio em que o vice-presidente fala como se o impedimento já tivesse sido aprovado, e que foi distribuído na segunda (11) a um grupo de parlamentares da legenda pelo próprio vice, por WhatsApp.

O MODERADO
Temer diz que a divulgação não foi intencional. Assessores dele afirmam que é preciso aproveitar o que seria um “acidente” para propagandear a fala do vice, ontem criticada, como exemplo de “moderação”. Para o governo, o vazamento do discurso foi proposital.

VIRA VIROU
Temer deve analisar também peças publicitárias como vídeos em que o slogan “Não vai ter golpe”, lançado pelo PT, é usado para defender que o impeachment é legítimo. Previsto na Constituição, não seria mesmo golpe.

A TABELA
Os aliados de Temer calculavam que, no domingo, o impeachment contava com 321 votos no plenário da Câmara. Ainda faltariam 21 para sacramentar o afastamento de Dilma.

A TABELA 2
O grupo de Temer no PMDB conta com um grande índice de traições no PP, no PSD e no PR, cujos dirigentes estavam, até segunda, com Dilma. Acham que os três podem inclusive deixar o barco do governo até o domingo, quando o impeachment será votado na Câmara.

O INDECISO
E Temer conversou no domingo com o deputado Fábio Faria (PSD-RN), um dos parlamentares mais próximos do ministro Gilberto Kassab, liderança maior do partido. Faria permanece na lista dos “indecisos” da legenda em relação ao impeachment.

PONTE FIRME
Já Kassab, nos bastidores, tem oscilado. Antes do rompimento do PMDB com o governo, chegou a dizer a Temer que poderia seguir o mesmo caminho. Depois, avisou que a entrada de Lula nas negociações havia virado o jogo a favor do governo, e que ele seguiria apoiando Dilma. As pontes com Temer, no entanto, seguem firmes.

12 de abril de 2016 às 7:18

28ª fase da Lava Jato é a operação Vitória de Pirro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A 28ª fase da operação Lava Jato é denominada Vitória de Pirro.

Vitoria de Pirro remete a expressão histórica que representa uma vitória obtida mediante alto custo, popularmente adotada para vitórias consideradas inúteis.

12 de abril de 2016 às 7:12

Ex-senador Gim Argelo (PTB) é preso na 28ª fase da Lava Jato [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na 28ª fase da operação Lava Jato, que está nas ruas de São Paulo, Rio de Janeiro e Diatrito Federal, alguns dos alvos são o ex-senador do Distrito Federal Gim Argelo (PTB) e a construtora OAS.
O ex-parlamentar ainda é alvo de um mandado busca e apreensão. Dois assessores que trabalham com ele também são alvo da operação.

Ontem, em entrevista ao programa Roda Viva, o ex-presidente do PTB, Roberto Jefferson, disse que o PTB não estava envolvido nos escândalos…

Agora está.

12 de abril de 2016 às 7:06

Mais uma fase da operação Lava Jato cumpre 21 mandados [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Brasil amanhece com mais uma fase da operação Lava Jato.

Do G1
PF cumpre a 28ª fase da Lava Jato em dois estados e no Distrito Federal
Ação é realizada desde a manhã desta terça (12) e cumpre 21 mandados. Operação investiga um esquema bilionário de lavagem de dinheiro
Por Adriana Justi

Do G1 PR
A Polícia Federal (PF) cumpre a 28ª fase da Operação Lava Jato desde a madrugada desta terça-feira (12) em cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Ao todo, foram expedidos 21 mandados judiciais, sendo dois de prisão tempórária, um de prisão preventiva, 14 de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva, quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento. 

As medidas estão sendo cumpridas na capital de São Paulo, capital do Rio de Janeiro, Taguatinga e Brasília.

Segundo a PF, as investigações apuram indícios concretos de que destacado integrante da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada no Senado Federal e também da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) instaurada no Congresso Nacional, ambas com o objetivo de apurar irregularidades no âmbito da Petrobras no ano de 2014, teria atuado de forma incisiva no sentido de evitar a convocação de empreiteiros para prestarem depoimento, mediante a cobrança de pagamentos indevidos travestidos de doações eleitorais oficiais em favor dos partidos de sua base de sustentação.
A prisão temporária tem prazo de cinco dias e pode ser prorrogada pelo mesmo período ou convertida em preventiva, que é quando o investigado fica preso à disposição da Justiça sem prazo pré-determinado.

27ª fase

A 27ª fase da operação foi batizada de Carbono 14 e deflagrada na sexta-feira (1º). A ação cumpriu 12 mandados judiciais na Grande São Paulo.

Essa fase investiga se dinheiro desviado da Petrobras teria sido usado para comprar o silêncio do dono do jornal “Diário do Grande ABC”, Ronan Maria Pinto, e do ex-secretário do PT Silvio Pereira sobre a morte do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel, morto em 2002.

No dia 5 de abril, o juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, decidiu converter a prisão temporária do empresário Ronan Maria Pinto em preventiva – ou seja, por tempo indeterminado.Já Sílvio Pereira, Moro determinou a soltura.

12 de abril de 2016 às 0:13

Roda Viva: Roberto Jefferson diz que Lula “não escapará do acerto com a justiça”. [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ex-presidente do PTB, o ex-deputado Roberto Jefferson, condenado no mensalão e preso por 14 meses, tocou fogo no cenário político na noite desta segunda-feira ao ser entrevistado no programa Roda Viva.

Deixou claro que é a favor do impeachment, contra o PT e favorável ao governo Temer.

Da entrevista cheia de frases, algumas das mais comentadas nas redes sociais:
  

“Não me arrependo de nada” 

“PT não divide a concepção do projeto. Lula quer 300 prostitutos”

“Desgraça do PT foi se meter a ser governo”

“Nós vamos chegar ao auge do conflito até domingo. Depois teremos que reconstituir o país, pro lado que der”
“Dilma não é desonesta, mas ela protege os desonestos”

“Temer vai fazer um ministério de craques”

“Lula não escapará do acerto com a justiça”

“Eu sou um guerreiro e voltei ao campo de batalha”

“Vou viver coisas novas agora. Meu coração nao tem mais relação afetiva com a Câmara dos Deputados”