Thaisa Galvão

19 de julho de 2017 às 16:32

Após depor e entregar documentos, Marcos Valério aguarda posição do STF para delatar mensalão tucano em Minas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público Federal não aceitou, mas a Polícia Federal de Minas Gerais fechou com o publicitário Marcos Velório, acordo de delação premiada

Preso por envolvimento no mensalão do governo Lula (PT), ele prometeu contar o que sabe sobre o mensalão do PSDB mineiro.

A delação vai depender agora da homologação por parte do STF, já que envolve agentes políticos com foro privilegiado.
O mensalão tucano em questão tinha como foco a campanha derrotada de reeleição do então governador Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998.

Marcos Valério já prestou depoimento e apresentou documentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*