Thaisa Galvão

26 de outubro de 2017 às 13:23

PF diz que mesmo na prisão Henrique continuou articulando fraudes [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Polícia Federal, que prendeu hoje 3 assessores do ex-deputado Henrique Alves (PMDB), revelou que, mesmo preso, Henrique comandava um esquema de fraudes e ocultação de bens.

Segundo a PF, em entrevista coletiva, o ex-deputado estaria ocultando bens e fraudando licitações em prefeituras do interior através de assessores, familiares e pessoas próximas.

O delegado Oswaldo Scalezi Júnior afirmou que Henrique, desde que foi preso, continuava articulando com seus assessores diretos a ocultação de seus bens e o direcionamento de licitações.

As fraudes envolvendo municípios teria somado 5 milhões e 500 mil reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.