Thaisa Galvão

1 de novembro de 2017 às 9:12

Cidade Luz chega a Macaíba e afasta secretários da Prefeitura [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou hoje a operação Alta Voltagem, que investiga um contrato de iluminação pública celebrado pela Prefeitura de Macaíba e a empresa Enertec Construções e Serviços Ltda no valor atual de R$ 4.100.432,14.

A ação é mais um desdobramento da operação Cidade Luz, deflagrada em 24 de julho passado pela Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Natal.

Hoje foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, sendo dois em Natal, sete em Macaíba, um em Parnamirim, um em São Gonçalo do Amarante e um no Recife.

Também foram cumpridos sete mandados de condução coercitiva dos seguintes investigados:

Rawplácido Saraiva Maia, atual secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos de Macaíba

Valdério Barbosa Vieira, atual secretário de Administração e Finanças de Macaíba

Márcio Lucas de Lima, assessor de gabinete do prefeito de Macaíba

Alexandre Borges de Aguiar e Nelson Antônio Medeiros de Lima, funcionários da empresa Enertec em Macaíba

Antônio Felipe Pinheiro de Oliveira e Maurício Ricardo de Moraes Guerra, este último sócio da Enertec.

A decisão judicial determinou ainda a suspensão do exercício de qualquer função pública no Município de Macaíba dos investigados Rawplácido Saraiva Maia e Valdério Barbosa Vieira, que foram afastados dos cargos atuais.

Uma entrevista coletiva está marcada para às 11h, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, em Candelária.

 

Operações Cidade Luz e Blackout

A operação Alta Voltagem é o segundo desdobramento da Cidade Luz que foi deflagrada no dia 24 de julho e descortinou esquema criminoso nos contratos de iluminação pública realizados pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos do Município de Natal (Semsur).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.