Thaisa Galvão

29 de julho de 2018 às 12:03

Certus/Fiern: Pesquisa esconde que Capitão Styvenson é o menos rejeitado para o Senado [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Piada do domingo na pesquisa contratada ao instituto Certus pela Fiern:

Por que na leitura do Senado, tiraram o nome do Capitão Styvenson do quesito “rejeição”?

Por que teria sido negado ao pré-candidato o fato público e notório de ser o menos rejeitado?

Num universo onde 80% dos eleitores não querem votar para senador, Styvenson desponta como ‘queridinho’, mas as pesquisas com DNA de políticos teimam em fazer de conta que ele não existe.

Não é melhor adotar a máxima das redes sociais, “aceita que dói menos”?

No quesito ‘rejeição’ para o Senado, cadê o nome de Styvenson?

A forma como foram colocados os índices deixa o eleitor na dúvida: o Capitão Styvenson estaria entre os que ninguém rejeita ou entre os que todos rejeitam?

Viu a artimanha de duas leituras para enganar o eleitor?

Esse cenário tomou conta da manhã inteira quando o resultado da pesquisa circulava apenas pelo twitter.

Porém, depois do meio-dia, com a íntegra da pesquisa publicada no site da Fiern, olhe a realidade: Styvenson o menos rejeitado.

E no item Senado, a pesquisa continua dividindo o 1º do 2º voto, o que não reflete 100% a realidade.

A pesquisa seria mais real se perguntasse em quem o eleitor vota para o Senado.

Os dois mais citados seriam os dois mais citados.

Apenas.

Criar dois cenários e somar não vai refletir a realidade com transparência.

Sem maquiagem, apenas o detalhe besta que mostra, mais uma vez, quase 80% do eleitorado dizendo que não vai votar em NINGUÉM para o Senado.

Portanto, quem tem 10%, por exemplo, tem 10% de apenas 20% do eleitorado.

Exemplificando melhor, fazendo a matemática do ensino fundamental:

De 100 pessoas, 80 estão fora.

Sobram 20 que querem votar.

Aí 10% de 20 dá exatas 2 pessoas.

Tipo…de um universo de 100 eleitores, onde só 20 votam, quem tem 10% tem só 2 votos.

Entendeu?

Universo mínimo.

O índice de quem não quer votar para o Governo também é alto: mais de 30%.

E entre os 70% que admitem votar, a senadora Fátima Bezerra (PT) continua na liderança, com o dobro de intenções de votos de Carlos Eduardo Alves (PDT), o segundo colocado.

Se você analisar bem, a pesquisa eleitoral, seja ela qual for, é sempre um instrumento de fabricar sonhos e iludir os eleitores.

Ah, às vezes chegam a iludir os candidatos também.

Essa e todas as outras.

O Blog repete esse mantra há 11 anos.

E não tem errado.

2 respostas para “Certus/Fiern: Pesquisa esconde que Capitão Styvenson é o menos rejeitado para o Senado”

  1. Carmelio Nobre disse:

    Acabei de ver na íntegra essa pesquisa é tem sim o índice de rejeição do Capitão e de 2%

  2. Parabéns ao Blog.. o povo está desacreditado com os políticos..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.