#JornalismoSemFakeNews

23 de agosto de 2018 às 13:43

Cidadão questiona prazo de desincompatibilização de Capitão Styvenson e entra com ação para impugnar candidatura ao Senado

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

A candidatura ao Senado do Capitão Styvenson está na berlinda.

Um cidadão chamado Maurício José da Silva Ferreira, usando da prerrogativa de ser um cidadão, entrou com ação pedindo a impugnação do líder nas pesquisas para o Senado, alegando que a lei eleitoral obriga militares que ocupam chefias de estado maior ou comandos, se desligarem dos cargos 6 meses antes das eleições.

A ação questiona um cargo de comando de Styvenson que se desincompatibilizou 3 meses antes do pleito e não 6 meses.

Na Polícia Militar há quem garanta que que Styvenson não é comandante, mas apenas ocupava um cargo comissionado, se desligando no tempo necessário para ser candidato, como bem definiu a justiça eleitoral em fevereiro deste ano.

Caberá ao Tribunal Regional Eleitoral julgar se a candidatura de Styvenson está dentro das regras da legislação…ou não.

Hoje Styvenson anunciou nas redes sociais o lançamento de um novo canal na internet para interagir com a população

Como se nata tivesse acontecendo.

Uma resposta para “Cidadão questiona prazo de desincompatibilização de Capitão Styvenson e entra com ação para impugnar candidatura ao Senado”

  1. Ubiratan disse:

    Olha aí o desespero batendo, muda Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.