#JornalismoSemFakeNews

29 de agosto de 2018 às 9:04

Os #Fatos e #Fakes da sabatina de Bolsonaro

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

O que foi #Fake e o que foi #Fato na entrevista de Jair Bolsonaro ao Jornal Nacional?

O G1 mostrou.

Confira declarações de Bolsonaro e as explicações sobre cada uma:

Mantive a minha linha em Brasília, inclusive citado no Mensalão por Joaquim Barbosa como o único deputado da base aliada que não foi comprado pelo PT” – #NãoébemAssim

A citação a Joaquim Barbosa sobre Bolsonaro se referiu a uma votação específica que aconteceu em outubro de 2003, e não a todo o esquema do mensalão do PT.

Durante o seu voto no julgamento, Barbosa citou a votação da Lei de Falências para exemplificar a compra de votos no Congresso. Ele afirmou que “os líderes dos quatro partidos cujos principais parlamentares receberam recursos em espécie do Partido dos Trabalhadores orientaram suas bancadas a aprovar o projeto” e que “somente o sr. Jair Bolsonaro, do PTB, votou contra a aprovação da referida lei”. “Todos os demais votaram no sentido orientado pelo líder do governo e do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados”, disse, na ocasião. O ex-ministro afirmou, porém, que “vários parlamentares do PT também desobedeceram à orientação da liderança do partido e do governo e votaram contra a subemenda em referência”.

*

“[Fui] citado por Alberto Youssef como um dos três deputados do PP que não buscou dinheiro na Petrobras” – #FATO

*

A CLT já garante salários iguais para homens e para mulheres” – #FATO

*

Evitar que para se abrir uma empresa leve em média 100 dias no Brasil. E isso tem que fazer para ajudar a ter emprego no Brasil” – #FATO

*

Eu fui o único a votar contra [a PEC das Domésticas] em dois turnos” – #FAKE

Nenhum deputado votou contra a PEC das Domésticas nos dois turnos de votação no plenário da Câmara. No 1º turno, em 21 de novembro de 2012, Bolsonaro estava ausente e não participou da votação da proposta. Naquela vez, apenas os deputados Roberto Balestra (PP-GO) e Zé Vieira (PR-MA) foram contra a PEC.

No 2º turno, em 4 de dezembro de 2012, dois deputados se posicionaram contra a proposta: o deputado Vanderlei Siraque (PT-SP) e o candidato a presidente pelo PSL, deputado Jair Bolsonaro, então filiado ao PP do Rio de Janeiro.

*

Em novembro de 2010, estava passando pelos corredores da Câmara e tomei conhecimento que tinha acabado o 9º Seminário LGBT Infantil” – #FAKE

Não ocorreu na Câmara dos Deputados, em novembro de 2010, nenhum evento chamado “9º Seminário LGBT Infantil”.

Em maio de 2012, foi organizado no auditório Nereu Ramos, da Câmara, o “9º Seminário LGBT no Congresso Nacional”, um evento realizado anualmente. Naquele ano, foram discutidos os temas “infância e sexualidade”.

Uma resposta para “Os #Fatos e #Fakes da sabatina de Bolsonaro”

  1. Leandro disse:

    Boa tarde,
    Refutando o ultimo Fake, segue o link

    http://www.achabrasilia.com/9-slgbt/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.