#JornalismoSemFakeNews

8 de outubro de 2018 às 16:31

Candidatos com recurso junto ao TSE tentam acelerar processo de contagem de votos na expectativa de mudança de cenário na bancada federal

[2] Comentários | Deixe seu comentário.

Dois candidatos a deputado federal na coligação do candidato a governador Carlos Eduardo Alves (PDT), não tiveram os votos computados.

Jumária Motta (Pode) e Kerinho (PDT).

Os dois tiveram os registros de candidaturas indeferidos, mas recorrem ao Tribunal Superior Eleitoral.

Caso os votos de Kerinho sejam computados, quase 9 mil acrescentados à coligação de Carlos Eduardo, como a diferença da coligação do PT é mínima, o quadro de deputados federais eleitos neste domingo no Rio Grande do Norte pode mudar.

E em vez do deputado Mineiro, entraria para a Câmara o deputado Beto Rosado (PP) que não foi reeleito.

Nos bastidores da Mossoró Rosada, que terminou o primeiro turno sem um mandato, aguardando o segundo turno para tentar emplacar o vice de Carlos Eduardo Alves, só se fala nessas contas…

O TSE, numa decisão monocrática, votou por não dar seguimento ao processo mas a defesa do candidato entrou com um agravo regimental que ainda será ser julgado.

Portanto…cenário ainda indefinido.

2 respostas para “Candidatos com recurso junto ao TSE tentam acelerar processo de contagem de votos na expectativa de mudança de cenário na bancada federal”

  1. Carmelio Nobre disse:

    Os dois juntos somam pouco mais de 15 mil votos em ambos já tiveram decisão monocrática julgada negativa para eles no TSE relatoria do ministro Jorge Mussi então logo esse sonho jamais será realizado.

  2. Pedro junior disse:

    Um detalhe, mesmo q sobra na coligacao do PT sendo menor que na do PDT, quem deve ficar fora é o Fabio Farias pq a sobra da coligacao dele é menor do que a da coligacao do PT. Fica entra Beto no canto de Fabio Farias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.