Thaisa Galvão

19 de janeiro de 2019 às 0:17

Suspensão das investigações contra assessor do filho de Bolsonaro só deve durar até o fim do recesso do STF [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do blog de Andreia Sadi, no G1, sobre a decisão do ministro do STF Luiz Fux que mandou suspender investigações contra o assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro:

 

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello disse nesta sexta-feira (18) ao blog que vai assinar a decisão do caso do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) no dia 1º de fevereiro. Ele é o relator do caso na Corte.

“Já na sexta-feira, pela manhã, assinarei a decisão – sexta, dia 1º de fevereiro”, afirmou o ministro.

Perguntado sobre qual será o caminho, o ministro respondeu: “O Supremo não pode variar, dando um no cravo outro na ferradura. Processo não tem capa, tem conteúdo. Tenho negado seguimento a reclamações assim, remetendo ao lixo”, afirmou Marco Aurélio.

“Não é antecipação de decisão. É só coerência com o que, até aqui, fiz”, completou o ministro.

Em decisões anteriores, ele tem rejeitado liminares parecidas com a da defesa de Flávio Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.