Thaisa Galvão

11 de outubro de 2019 às 22:58

Bolsonaro conta com apoio dos filhos para investigar o PSL [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente Jair Bolsonaro mais uma vez muda o foco e cria crise política para esconder que sua administração ainda não conseguiu fazer.

Ele agora paga para ver quem vai sair ganhando na queda de braço com seu partido, o PSL, se ele ou o presidente da legenda, Luciano Bivar.

Bolsonaro vai auditar as contas do PSL.

E pediu que o partido lhe fornecesse fontes de receitas e identificação dos doadores; relação de despesas e identificação dos prestadores de serviço; balanço patrimonial; se há procedimentos internos com definição de regras para ocupação de cargos e para aplicação de recursos; lista de fundações ligadas ao partido; lista de funcionários, suas funções e salários; lista discriminada das atividades dos dirigentes partidários custeadas pelo Partido; valor atualizado do montante disponível em caixa…

Bolsonaro contou com o apoio de 21 parlamentares do PSL para requerer as informações.

Entre os autores do pedido estão os dois parlamentares filhos de Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro e o senador Flávio Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*