Thaisa Galvão

18 de fevereiro de 2020 às 7:38

Vinte governadores criticam postura de Bolsonaro em relação aos estados e à morte do miliciano carioca [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Posições do presidente Jair Bolsonaro ganharam a antipatia, declarada em uma carta de 20 governadores (19 estados e Distrito Federal).

Eles reclamam da postura de Bolsonaro se envolver em temas de alçada estadual sem conversar com os gestores regionais.

Bolsonaro desafiou os estados a zerar o ICMS – imposto estadual – sobre os combustíveis para em troca zerar impostos federais para o mesmo produto.

Na carta os governadores convidarem o presidente para participar do próximo fórum organizado por eles, no dia 14 de abril.

“Recentes declarações do presidente da República Jair Bolsonaro confrontando governadores, ora envolvendo a necessidade de reforma tributária, sem expressamente abordar o tema, mas apenas desafiando governadores a reduzir impostos vitais para a sobrevivência dos Estados, ora se antecipando a investigações policiais para atribuir fatos graves à conduta das polícias e de seus governadores, não contribuem para a evolução da democracia no Brasil”, afirma o documento.

O presidente também desagradou os governantes ao se antecipar a investigações e culpar, apressadamente, o governo baiano, do PT, pela morte do amigo miliciano e ex-capitão da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Adriano da Nóbrega.

O assassinato do policial envolvido no esquema de rachadinha no gabinete do senador Flávio Bolsonaro quando era deputado estadual, tem sido apontado como queima de arquivo.

Eis a carta:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*