Thaisa Galvão

5 de março de 2020 às 23:39

Bolsonaro, Sergio Moro e Rogério Marinho estarão em Mossoró no dia 12 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Mossoró vai receber Jair Bolsonaro no próximo dia 12.

A agenda no Rio Grande do Norte foi anunciada na noite desta quinta-feira, na live de Bolsonaro com o secretário nacional da Pesca, o empresário Jorge Seif.

Acompanharão Bolsonaro em Mossoró, além de Seif, os ministros Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), Tereza Cristina (Agricultura).

Confira o momento da live em que a viagem ao Rio Grande do Norte foi anunciada:

5 de março de 2020 às 21:24

Embaixador do turismo pelas mãos de Bolsonaro, Ronaldinho Gaúcho representa mal o Brasil e é detido usando passaporte falso no Paraguai [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Repercussão nas redes sociais da detenção do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho no Paraguai:

O diretor de migração do Paraguai, Alexis Penayo, renunciou após Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Assis terem sido detidos com passaportes falsos.

O ministro do Interior do Paraguai, Euclides Azevedo, disse que o ditetor e sua equipe deveriam ter impedido a entrada do ex-jogador no país.

O ex-diretor afirmou que tem provas de que avisou o ministério do Interior sobre a questão com os documentos de Ronaldinho, mas não recebeu nenhuma resposta.

O ministério foi informado que o documento utilizado pelo brasileiro era autêntico ao passar pelas autoridades, e que apenas depois foi alterado, afirmou o ex-diretor.

Veja detalhes do caso no vídeo publicado pelo portal UOL:

5 de março de 2020 às 21:10

As besteiras de Paulo Guedes e a alta do dólar [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quinta-feira comentando a alta constante do dólar:

“É um câmbio que flutua. Se eu fizer muita besteira, ele pode ir para esse nível (de R$ 5). Se eu fizer muita coisa certa, pode descer”, disse em evento realizado na Fiesp.

*

Do Blog: Pelo jeito que o dólar vem se comportanto, subindo, subindo e subindo, Paulo Guedes tem feito mais besteira do que coisa certa.

5 de março de 2020 às 21:05

Germano Patriota diz que se não puder ser candidato a culpa é de Henrique Alves e adianta que sua mulher poderá disputar a Prefeitura de Ielmo Marinho [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ex-prefeito de Ielmo Marinho, Germano Patriota segue consultando a justiça sobre a possibilidade de disputar a Prefeitura do município.

Em áudio enviado a um grupo de amigos, culpa o ex-deputado Henrique Alves por ter dado prosseguimento a denúncias contra Germano, que teria se envolvido em um acidente com vítima.

No áudio Germano já adianta como será sua participação nas eleições em Ielmo Marinho: se não puder ser candidato, sua mulher será o nome apoiado pelo seu grupo.

E o Blog apurou que Germano e a mulher Rossane estão se filiando ao PSDB, pelas mãos do deputado tucano José Dias, tio afim de Henrique Alves, adversário/desafeto de Germano.

O Blog reproduz a declaração de Germano Patriota no áudio divulgado em grupos de whatsapp.

“Botei essa foto de Rossane porque nem todo mundo conhece ela. Ela é minha esposa, então provavelmente será ela a candidata. Eu tenho chance de ser o candidato ainda, mas não é certeza devido àquela perseguição política de Henrique Alves comigo em relação ao acidente de carro que não tinha nada a ver comigo. Mas, como ele era poderoso e conseguiu mexer nisso… Há uma possibilidade de eu ser e há uma de eu não ser. Eu não sendo aí será ‘Rossane de Germano’ a nossa candidata, se Deus quiser. Tá bom? Um abração a todos do grupo”.

5 de março de 2020 às 20:50

Ministro da Saúde confirma ao deputado João Maia liberação de 1ª parcela de recursos para construção do Hospital de São Gonçalo do Amarante [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro da Saúde, Luís Henrique Mandetta, confirmou nesta quinta-feira ao deputado federal João Maia, a liberação da primeira parcela para a construção do Hospital de São Gonçalo do Amarante, no valor de R$ 2,5 milhões.  

“Estamos felizes e agradecidos pelo compromisso e eficiência do ministro Luís Henrique Mandetta e do Governo Federal, que prontamente atenderam aos nossos pedidos para liberação da primeira parcela para a construção do Hospital de São Gonçalo do Amarante”, declarou João Maia em suas redes sociais.

O hospital terá 135 leitos, UTIs adulto e infantil, e serviço de urgência e emergência também infantil e adulto.

A unidade atenderá também a Região Metropolitana de Natal, que concentra uma população de mais de 1,5 milhão de pessoas.

O valor total da obra está orçada em R$ 50 milhões.

5 de março de 2020 às 20:44

Vencido no TRE/RN, Wlademir Capistrano diz que decisão do TSE que aprova contas de Zenaide repetiu seu voto em favor da senadora [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do advogado Wlademir Capistrano, que no cargo de juiz do TRE do Rio Grande do Norte, foi o único a votar pela aprovação das contas de campanha da senadora Zenaide Maia:

“A decisão do ministro relator copiou praticamente todo o meu voto, que foi vencido no TRE, e inclusive a conclusão da decisão do ministro é absolutamente a mesma do meu voto: aprovação com ressalvas e devolução das doações irregulares (R$ 2.000,00)”, explicou Capistrano ao Blog.

5 de março de 2020 às 20:36

Mandato OK: Ministro do TSE acata recurso do advogado Erick Pereira e reforma decisão do TRE/RN que havia reprovado contas da senadora Zenaide Maia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Diário Eletrônico do Judiciário publicou na noite desta quinta-feira.

Recurso do advogado Erick Pereira reformou decisão do TRE do Rio Grande do Norte que havia reprovado as contas de Zenaide referentes à eleição de 2018.

“O TSE repôs a idoneidade das contas e a legitimidade da eleição da senadora Zenaide Maia onde desde o início sempre acreditei nesta aprovação”, afirmou Erick Pereira ao Blog.

Leia trecho da decisão do ministro relator Tarcísio Vieira de Carvalho Neto:

5 de março de 2020 às 17:31

Presidente da Inframérica garante ao senador Jean Paul que só devolverá aeroporto quando outro grupo adquirir a concessão [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente do grupo Inframérica, Jorge Arruda, confirmou ao senador Jean Paul Prates, o que já havia informado à reportagem do jornal Valor Econômico.

O grupo Inframérica não vai abandonar o aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

O grupo vai continuar administrando o aeroporto, mantendo os contratos, mantendo os empregos, até que um outro grupo adquira a concessão.

Portanto, qualquer intervenção de qualquer político, será um um ato meramente político.

Confira parte da conversa de Jorge Arruda com o senador Jean Paul:

5 de março de 2020 às 16:53

Pais adotivos surgem para prometer funcionamento do aeroporto já garantido pelo consórcio Inframérica [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Se os pais de nascença do aeroporto de São Gonçalo do Amarante não conseguiram conter a falência do filho, não serão os pais adotivos que surgem agora posando de salvadores da pátria.

Desnecessário, a não ser que encontrem um grupo disposto a assumir a gestão do empreendimento.

Porque a Inframerica já anunciou: permanecerá na gestão até que apareça outro grupo interessado em assumir.

Portanto…levantar a bandeira de pai adotivo e salvador do aeroporto de São Gonçalo, não vai colar.

Repetindo:

Não serão os pais adotivos que vão manter o aeroporto funcionando.

O que vai manter o aeroporto funcionando é o grupo Inframerica, que deixou bem claro que vai devolver, mas somente depois que um outro grupo assuma a gestão do empreendimento.

Leia trecho da reportagem do jornal Valor Econômico reproduzido pelo Blog no início da manhã desta quinta-feira:

5 de março de 2020 às 16:39

Quem ganhou e quem perdeu com o falido aeroporto de São Gonçalo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O aeroporto de São Gonçalo do Amarante e suas paternidades…

Foram muitos os interesses em relação à construção de uma obra tão desnecessária para o Rio Grande do Norte como comprovado agora.

Mas à época, valeu de tudo para convencer a população que o novo aeroporto seria a oportunidade do RN se transformar em Dubai.

As comparações eram feitas quase que diariamente.

O aeroporto que seria um hub para todos os países do mundo, que teria a única pista do país apta a receber o maior avião do mundo…seria a redenção para um estado acostumado a perder para Pernambuco, para o Ceará e até para a Paraíba.

Mas na realidade, a grande obra seria – e foi – redenção para muitos interessados no projeto que pagou e pagou caro a proprietários de terrenos onde o aeroporto foi construído…

Que beneficiou algumas campanhas eleitorais….

Que garante lucros altíssimos a quem opera o estacionamento, se brincar mais rentável do que o próprio aeroporto…

A decisão do grupo Inframérica nada mais é do que a constatação do que sempre se falou em relação ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

Nada mais é a prova concreta que os potiguares precisavam de tudo, menos de um aeroporto construído nos confins do mundo…

O ex-governador, ex-deputado e ex-ministro Aluízio Alves, não merecia emprestar seu nome a um investimento que já nasceu falido, apesar de ter valido muito a pena para poucos.

Para bem poucos.

5 de março de 2020 às 16:22

Fiern sugere união para manter funcionamento do aeroporto de São Gonçalo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte, Amaro Sales, emitiu nota sobre a devolução do aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

Eis:

Nota

“Fomos surpreendidos com a notícia da desistência da Inframerica em relação a gestão do Aeroporto Internacional Aluízio Alves. Ainda são superficiais as notícias acerca das razões alegadas pela empresa sobre a inviabilidade do negócio.

De fato, esta foi a primeira concessão neste modelo no Brasil. É possível que precise de ajustes, mas foi importante para a Inframerica que, em seguida, conseguiu novos contratos, dentre os quais, a administração do Aeroporto Internacional de Brasília. Assim, de todas as partes, o assunto precisa ser tratado, considerando o interesse público, com apurada sensibilidade.

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte acompanhará o assunto com muito interesse e está à disposição para uma possível necessidade de negociação. É uma causa do Estado. E todos estão convocados – Governo do Estado, classe política, entidades empresariais, instituições da sociedade civil, Prefeitura de São Gonçalo do Amarante – para a luta em torno da construção de soluções que, não apenas viabilizem o funcionamento regular do aeroporto, mas estimulem o fluxo de passageiros e cargas.

Amaro Sales de Araújo

Presidente da FIERN

Natal, 05 de março de 2020

5 de março de 2020 às 16:05

Inframérica diz que governadora do RN e prefeito de São Gonçalo não tem nada a ver com decisão de devolver aeroporto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Consórcio Inframérica, que vai devolver à União a gestão do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, comunicou à governadora Fátima Bezerra e ao prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulinho Emídio, que eles não tem nada a ver com a devolução.

E não tem mesmo.

Os pais do aeroporto que o Rio Grande do Norte não precisava, são outros.

Alguns na foto abaixo:

Eis a nota emitida pelo governo do Estado:

Nota

Inframérica isenta Governo do RN por quebra de contrato com a União

A governadora Fátima Bezerra foi comunicada oficialmente esta manhã sobre a decisão unilateral do grupo Inframérica em devolver ao Governo Federal a responsabilidade pela operação do aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

Em reunião entre o Governo, o prefeito de São Gonçalo, Paulo Emídio, o vice-presidente do grupo, Jean Dedjeian, isentou o Governo do Estado e a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante da responsabilidade perante a decisão e assegurou que a empresa continuará operando normalmente o aeroporto, sem qualquer prejuízo aos serviços e empregos, até que seja feita nova licitação pelo Ministério da Infraestrutura e a empresa vencedora assuma.

O grupo alega que vem tendo prejuízos por questões contratuais e a rigidez do marco regulatório da aviação civil que não permitem ajustes no contrato de concessão.

Alega também que os estudos de projeções de embarque e desembarque feitos no período da concessão, em 2011, não se consolidaram. Jean Dedjeian reconhece os esforços do Governo do RN para o crescimento e valorização da atividade turística e econômica no Estado.

O Governo do Rio Grande do Norte lamenta a decisão da empresa Inframérica e ressalta que o Estado não tem gerenciamento sobre o transporte aeroviário, competência exclusiva da União. Entretanto o Governo do Estado, preocupado com a questão econômica, vai se reunir no início da próxima semana com o Ministério da Infraestutura e a Anac para tratar do assunto.

A governadora lembra que por parte do Governo do Estado foram tomadas medidas de incentivo à atividade turística e econômica como o novo Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial (Proedi), a nova política de redução do ICMS de querosene de aviação, a iluminação do acesso ao aeroporto, atração de novos voos nacionais e internacionais – medidas que projetam um aumento de 15% no número de voos para o Rio Grande do Norte em 2020.

5 de março de 2020 às 12:34

Túnel de Macrodrenagem da zona Oeste vai eliminar treze pontos de alagamentos em Natal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Treze pontos de alagamentos nos bairros de Nova Descoberta, Lagoa Nova, Dix-Sept Rosado, Nossa Senhora de Nazaré e Bom Pastor serão eliminados após a finalização das obras do túnel de Macrodrenagem que estão sendo realizadas na zona oeste da capital potiguar. O cronograma de serviços coordenado pela secretaria municipal de Obras Públicas e infraestrutura (Semov) já atingiu 78% de execução. A expectativa é que os trabalhos terminem em dezembro deste ano.

 

Estão sendo investidos R$ 163 milhões, sendo R$ 143 do Governo Federal e R$ 20 milhões da Prefeitura de Natal. O complexo de serviços consiste na construção do túnel com 4,7 km de extensão e a interligação do sistema com as lagoas de captação do Centro Administrativo, de São Conrado e do KM-06 que será o destino final das águas que serão escoadas pelo equipamento.

 

O titular da Semov, Tomaz Neto, explica que essa é uma obra complexa e de difícil execução: “São escavações profundas que exigem muito da equipe de trabalho. Além disso, tem a questão das chuvas que atrapalham o avanço dos serviços, vez que quando há precipitação precisamos retirar toda a água do túnel. Mesmo assim atingimos um ritmo de atuação satisfatório e acreditamos no cumprimento do prazo estabelecido para entregarmos a obra”, destacou.

 

Tomaz também disse que o atual serviço vai propiciar no futuro a eliminação de pontos de alagamentos no bairro da Cidade da Esperança e nas regiões próximas às Lagoas do Preá e Potiguares: “Essa será uma fase posterior, mas que depende do que estamos fazendo agora. O atual túnel já terá a estrutura que chamamos de “dois braços” para seguirmos com esse trabalho de combate e erradicação dos alagamentos na cidade”.

 

Piscinão na rua José Gonçalves

 

Em uma parceria público privada a Semov está executando um chamado “Piscinão” na rua José Gonçalves, em Lagoa Nova. Essa obra tem investimentos de R$ 1,3 milhão e vai acabar com os transtornos dos moradores e comerciantes da região que historicamente sofrem com o acúmulo de água quando chove na cidade. O supermercado Nordestão entrou como parceiro da obra, investindo R$ 900 mil, a CAERN também fez um aporte de R$ 200 mil e a Prefeitura complementou com R$ 180 mil.

 

“É uma ação muito importante para a região. Estamos fazendo esse piscinão subterrâneo que acumulará as águas das pluviais. Após a conclusão, as casas e estabelecimentos comerciais não serão mais invadidas quando chover”, detalhou Tomaz.

5 de março de 2020 às 8:22

Operação da PF em 9 estados aponta que RN se destaca no tráfico internacional de armas de fogo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do portal da Polícia Federal, notícia sobre operação em que o Rio Grande do Norte aparece como destaque:

Curitiba/PR – A Polícia Federal desencadeou, na manhã de hoje (05/03), a operação Gun Express para desarticular grupo especializado na prática do crime de tráfico internacional de armas de fogo, acessórios e munições.

Cerca de 310 policiais federais estão cumprindo 62 mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão preventiva, nos estados do Paraná, Bahia, Rio Grande do Norte, São Paulo, Paraíba, Sergipe, Santa Catarina, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

A investigação teve início no primeiro semestre de 2018, quando a Polícia Federal identificou que armas de fogo estariam sendo remetidas pelos Correios, escondidas dentro de equipamentos de treino para artes marciais, como aparadores de chute, luvas e caneleiras.

A partir daí a PF identificou que um grupo de pessoas dos estados do Paraná, Bahia e Rio Grande do Norte atuavam em associação na importação, guarda, remessa e transporte de armas de fogo, acessórios e munições, que teriam como destino diversos outros estados do país, com destaque para Bahia e Rio Grande do Norte.

Foram realizadas, também, apreensões de armamentos e acessórios escondidos em tanques de combustíveis de veículos, usados durante o transporte para alguns dos Estados do nordeste.

A estimativa é de que o grupo remeteu e transportou, desde o ano de 2016, mais de 300 armas de fogo, investindo cerca de dois milhões de reais na compra do armamento. 

Foi identificado que parte do pagamento das armas era feito por intermédio de empresas de fachada controladas por suspeitos da Bahia e do Rio Grande do Norte para dar aparência lícita aos repasses financeiros feitos pelo sistema de transferências bancárias.

Estão sendo executados 27 bloqueios judiciais de contas bancárias e aplicações financeiras, bem como sequestro e arresto de bens de 26 pessoas físicas e 1 pessoa jurídica, além da constrição judicial de 10 veículos em nome de terceiros.

Foram decretadas ainda 6 medidas cautelares diversas da prisão para outras pessoas envolvidas na investigação.

A Polícia Federal indiciará 28 pessoas pela prática do crime de tráfico internacional de armas de fogo, lavagem de dinheiro, associação criminosa e falsidade ideológica.

Será concedida entrevista coletiva às 10h na Superintendência Regional da Polícia Federal em Curitiba/PR.

5 de março de 2020 às 8:12

Inframérica quer devolver a concessão do inviável aeroporto de São Gonçalo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Tá valendo aquela máxima que dizia que o aeroporto de São Gonçalo do Amarante seria inviável e só seria construído para botar dinheiro no bolso de políticos interessados na obra antipatizada por 10 entre 10 natalenses que são obrigados a incluir uma viagem ao aeroporto antes de uma viagem de avião?

Que o aeroporto vive às moscas todo mundo vê.

Lucro mesmo só no estacionamento.

De quem é mesmo?

Leia a reportagem do jornal Vaor Econômico desta quinta-feira:

O grupo argentino Inframérica vai devolver ao governo federal o aeroporto de Natal (RN), que foi leiloado à iniciativa privada em 2011, como primeira concessão do setor no país. A decisão será comunicada formalmente hoje, por meio de ofício, à Agência Nacional de Aviação (Anac).

A operadora entrará com pedido de indenização, nos termos da Lei 13.448 de 2017, que trata da devolução amigável de concessões e de sua posterior relicitaçâo.

Ela calcula ter investido cerca de R$ 700 milhões, sem levar em conta atualização monetária, em obras de infraestrutura.

O aeroporto fica no município de São Gonçalo doAmarante, nas proximidades de Natal, e tem menos de dez anos. Sua pista foi construída inteiramente com recursos públicos. Coube à Inframérica erguer o terminal de passageiros (com 42 mil metros quadrados de área operacional e seis pontes de embarque), fazer o pátio de aeronaves e acessos à pista.

Três fatores motivaram o grupo a tomar essa decisão:

1) os estudos de viabilidade do aeroporto à época do leilão previam um movimento de 4,3 milhões de passageiros em 2019, mas na realidade a demanda verificada foi de 2,3 milhões;

2) por questões regulatórias, as tarifas de embarque ficaram defasadas e hoje são 35% inferiores às dos aeroportos da segunda e da terceira rodadas de concessões, que foram licitados em 2012 e em 2013;

3) a torre de controle em Natal é a única operada por uma concessionária, mas tem tarifas de navegação aérea que equivalem a um quarto do valor praticado pelas torres da Infraero ou do Decea, vinculado a Aeronáutica.

De acordo com o presidente da Inframérica, Jorge Arruda, autoridades federais e do Rio Grande do Norte já foram avisadas informalmente. Pelos termos da Lei 13.448, o pedido de devolução é encaminhado inicialmente a Anac. Depois, passa pelo Ministério da Infraestrutura e pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

“Nos últimos dois anos, foi criado um arcabouço regulatório que permite a devolução amigável. Vamos seguir estritamente a regulamentação vigente”, disse Arruda ao Valor. Ele preferiu não estimar prazos para todo o procedimento, mas lembrou que a operação do aeroporto continuará com a Inframérica até uma futura passagem de bastão para outra concessionária. “Nesse meio tempo, temos um compromisso de manter os empregados, a qualidade operacional e os esforços de atratividade de novas rotas para Natal, além de compromisso com os lojistas e prestadores de serviços.”

Com a crise econômica dos últimos anos prejudicando as operações e a impossibilidade de reequilíbrio econômico do contrato, segundo Arruda a devolução amigável tornou-se a melhor alternativa. Ele esclareceu que a concessionária está “100% adimplente” com suas obrigações regulatórias e financeiras. A outorga em Natal é de R$ 15 milhões por ano e a parcela de 2020 já foi quitada em janeiro.

O executivo desvincula esse processo das operações em Brasília e descarta completamente a possibilidade de entregar também sua principal concessão no país. “Continuamos investindo no aeroporto de Brasília e, como holding aeroportuária, estamos atentos às oportunidades no Brasil.”

Tanto é assim que suas equipes já estão mobilizadas para estudar os três lotes de aeroportos a serem leiloados neste ano. Ele menciona que o Bloco Sul, com Curitiba à frente, pode ter sinergia com as operações do grupo na Argentina e no Uruguai.

O Bloco Norte tem Manaus como carro-chefe, um aeroporto com bastante movimentação de cargas, experiência que a Inframérica adquiriu em Natal.

O grupo está capitalizado. Em 2017, a Corporacion America – empresa-mãe da Inframérica – levantou US$ 500 milhões em sua oferta inicial de ações na Bolsa de Nova York. Ela opera 52 aeroportos em sete países, somando 84 milhões de passageiros por ano.

Em Natal, a Inframérica é dona de 100% do aeroporto. No caso de Brasília, ela detém 51% – a Infraero manteve participação de 49% na sociedade.

Ambas as unidades foram privatizadas no governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

Procurada, a Anac disse que “a adesão à relicitaçâo é um ato voluntário da concessionária e consiste na devolução amigável do ativo, com a consequente realização de novo leilão e assinatura de contrato de concessão com outra empresa”.

A agência avalia que esse instrumento “traz segurança jurídica para os contratos, além de permitir a continuidade da prestação de serviços aos usuários.

O procedimento é detalhado pelo decreto presidencial 9.957, de 2019, e pela resolução 533 da Anac, que define a metodologia de cálculo dos valores para indenização dos investimentos de bens reversíveis não amortizados.

Para o Ministério da Infraestrutura, a sinalização de que a Inframérica pretende usar o mecanismo da devolução amigável é vista como um movimento natural de mercado e até oportuno do ponto de vista estratégico. “Oportuno porque o contrato atual é anterior a uma série de inovações de modelagem que estamos aplicando com muito sucesso no setor”, informou a assessoria da pasta.

‘Trata-se também de passo significativo na consolidação do mecanismo e passa aos investidores uma boa imagem de respeito aos contratos, com correção de eventuais erros do processo, sem nenhuma intervenção antimercado”, completou. “Por último, o aeroporto de Natal é considerado um ativo extremamente interessante, por sua proximidade com a América do Norte e com a Europa, uma região turística de enorme potencial e com investimentos estrangeiros consolidados.”

5 de março de 2020 às 7:39

Quebra de sigilo mostrou que página de ataques e ódio foi criada no gabinete de Eduardo Bolsonaro por assessor do deputado filho do presidente [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Folha mostrou, por isso o bolsonarismo não gosta do jornal…

Que uma quebra de sigilo ligou o gabinete do deputado Eduardo Bolsonaro, filho de Jair, a uma conta de ataques virtuais.

A reportagem mostrou que a página idebtificada por ‘Bolsofeios’ foi criada a partir de um computador localizado na Câmara dos Deputados e registrada a partir de um telefone utilizado pelo secretário parlamentar de Eduardo Bolsonaro, Eduardo Guimarães.

O email do registro da conta da página é “eduardo.gabinetesp@gmail.com” – endereço utilizado pela assessoria do filho do presidente para a compra de passagens e reserva de hotéis, através da cota parlamentar, como mostra a prestação de contas disponível no site da Câmara dos Deputados.

As informações foram reveladas pelo Facebook à CPMI das Fake News, a partir de um pedido de quebra de sigilo referente a contas no Instagram feito pelo deputado Tulio Gadelha (o namorado da global Fátima Bernardes), membro da Comissão.

Ele tomou como base as denúncias feitas pela ex-bolsonarista deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

Como toda coragem tem limite, a página foi tirada do ar assim que a Folha publicou a reportagem.

“Conforme tal depoimento, os participantes do grupo ‘Gabinete do Ódio’ não apenas articulavam sistematicamente a divulgação de fake news no período eleitoral de 2018, mas também elaboram um ‘cronograma de ataques’ para ‘assassinato de reputações’, o que configura a prática de cyberbullying até a presente data”, afirmou o deputado Tulio Gadelha à Folha.

O Bolsofeios contém ataques contra jornalistas, STF (Supremo Tribunal Federal), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e adversários políticos da família Bolsonaro.

Também há publicações convocando para as manifestações de março a favor de Bolsonaro e contra o Congresso e o STF.

Uma delas tem um vídeo com imagens de Maia, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), ministros do STF e diversos políticos sendo comparados com doenças contagiosas.

O gabinete de Eduardo Bolsonaro confirmou ao jorna que utiliza o email “eduardo.gabinetesp@gmail.com” de forma oficial, como para atender demandas da imprensa, por exemplo.

5 de março de 2020 às 7:10

Ex-auxiliar do presidente Temer e da governadora Rosinha Garotinho é alvo da lava-jato no Rio de Janeiro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-secretário nacional de segurança pública do governo Michel Temer, e secretário de administração penitenciária do governo Rosinha Garotinho, no Rio de Janeiro, Astério Pereira dos Santos, é alvo de operação lava-jato na manhã desta quinta-feira.

A operação foi autorizada pelo juiz Marcelo Bretas.

Astério é procurador aposentado do Ministério Público do Rio de Janeiro.

5 de março de 2020 às 7:03

Dourado leva água para o Gargalheiras [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em Currais Novos nesta quarta-feira, as águas do açude Dourado que descem para o Gargalheiras, em Acari.

Por Andinho de Bulhões, na postagem de Ismael Medeiros: