Thaisa Galvão

24 de março de 2020 às 16:38

Após consultar TJ, Ministério Público, AL, TCE e Defensoria, Governo faz contrato de emergência com agência para divulgar ações e evitar propagação do coronavírus no RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Após consultar Tribunal de Justiça, Ministério Público, Tribunal de Contas, Assembleia Legislativa e Defensoria Pública, na primeira reunião de Poderes para tratar de ações para evitar a propagação do vírus Covid-19, a governadora Fátima Bezerra, através da Secretaria de Comunicação, fez uma seleção para escolha de uma agência de publicidade, para criar uma campanha informativa.

Como é normal e fundamental em momentos de crise.

O Governo Bolsonaro está anunciando, governos estaduais também.

Como o Governo do RN está sem agência contratada, vez que a licitação da publicidade está em andamento, Fátima teve o cuidado de fazer as consultas aos Poderes

O Governo poderia simplesmente escolher uma agência, mas optou pela seleção, e só depois de ter consultado os chefes de Poderes.

Para contratar a agência e veicular campanha por um período de até 6 meses, o Governo estipulou um teto de 3 milhões de reais que poderão ser gastos ou não.

Vale ressaltar que o contrato emergencial perderá o objeto tão logo a licitação seja concluída e a escolha de agências seja concretizada.

Consultando os contratos de publicidade das últimas gestões estaduais, o ano de 2019 foi o mais magrinho…

Governos anteriores gastaram bem mais com publicidade.

Bem mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*