Thaisa Galvão

2 de abril de 2020 às 23:35

Prefeitura de São Gonçalo oferece serviços da Tributação 100% online [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Secretaria de Tributação de São Gonçalo do Amarante começou a oferecer, na segunda-feira, 100% dos seus serviços online através do ‘Portal do Contribuinte’, no site oficial da Prefeitura.

Dessa forma, todos os serviços presenciais podem ser solicitados virtualmente, o que gera mais comodidade e agilidade aos processos.

Entre as solicitações, o parcelamento de débitos, reclamações contra lançamentos, pedidos de revisão cadastral, alterações de cadastros, cadastramento de empresas fora da Redesim, pedidos de restituição de indébitos, pedidos de compensação…

Para ter acesso aos serviços é só acessar o endereço eletrônico da Prefeitura de São Gonçalo (saogoncalo.rn.gov.br) e navegar na aba “Portal do Contribuinte”.

A Prefeitura também acabou de disponibilizar o aplicativo ‘1Doc Atendimento’, para que a população possa protocolar documentos e requisitar serviços sem sair de casa.

O aplicativo pode ser adquirido gratuitamente nas lojas virtuais da Aplle Store (iOS) e Play Store (Android).

Foto Junior Santos

2 de abril de 2020 às 23:04

Mortes confirmadas e investigadas no RN apontam para perfil de vítimas do coronavírus com idade inferior a 60 anos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Três mortes confirmadas por coronavírus no Rio Grande do Norte e uma certeza: o perfil das vítimas aponta que os cuidados tem que ser redobrados também com as pessoas com idade inferior a 60 anos, estabelecida como limite entre grupos de riscos e de grupos sem riscos.

A primeira vítima confirmada até estava na linha identificada como de risco.

O professor da Uern, Luís Di Souza, morto em Mossoró, tinha 61 anos

Já Matheus Aciole, segunda vítima, tinha apenas 23 anos e foi registrado como a vítima mais jovem do Brasil.

Hoje morre o enfermeiro Luiz Alves, de 48 anos.

E relembrando aquelas 4 mortes que estavam sendo investigadas pela Secretaria de Saúde do Estado, e até agora não informadas, uma era uma professora.

De 47 anos.

2 de abril de 2020 às 22:55

Tecnico em enfermagem morre de coronavírus na UTI do Hospital Wilson Rosado em Mossoró [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Rio Grande do Norte confirma na noite desta quinta-feira a terceira morte por coronavírus.

O técnico em Enfermagem Luiz Alves de Brito de 48 anos morreu na UTI do Hospital Wilson Rosado, em Mossoró.

Ele trabalhava como técnico na Apamim, em Mossoró, e como enfermeiro em uma unidade de Saúde da Prefeitura de Areia Branca.

2 de abril de 2020 às 21:00

Projeto da Prefeitura, ‘Planta Natal’ assenta 140 novas mudas na capital [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O projeto Planta Natal, criado pela Prefeitura, continua a fazer da capital potiguar uma cidade mais arborizada, verde e ecologicamente correta. Nesta semana, equipes do projeto plantaram 140 mudas em espaços como a praça do Residencial Vivendas, na comunidade do Leningrado, na zona Oeste, na fonte da Praça dos 400 Anos, na altura do viaduto de Ponta Negra, em frente à Árvore de Mirassol, e nos canteiros e marginais da BR-101, entre os bairros de Candelária e Neópolis.

O Projeto Planta Natal é realizado com a participação de várias secretarias da Prefeitura. A parceria tem permitido que o avanço seja rápido e com segurança em tempos de coronavírus. De acordo com a secretária de Esporte e Lazer de Natal, Danielle Mafra, uma das coordenadoras do projeto, as ações são integradas e outros plantios serão realizados nos canteiros centrais das avenidas Salgado Filho, Prudente de Morais e Bernardo Vieira, logo que as equipes façam o estudo de viabilidade, uma vez que em muitos trechos das avenidas há tubulação de gás, de água e de esgoto.

“Estávamos prontos para plantar mais de 2.000 árvores nas escolas municipais, mas as recomendações das autoridades médicas para que os estudantes se recolhessem em casa por conta da pandemia mundial causada pelo novo coronavírus fizeram com que adiássemos as ações até segunda ordem”, explicou Danielle Mafra.

Ela também assinalou que árvores já plantadas podem ser identificadas por meio do Código QR. Um código de barras bidimensional que pode ser facilmente escaneado usando a maioria dos telefones celulares equipados com câmera. Esse código é convertido em uma localização georreferenciada. A primeira ação de plantio do ano de 2020 foi em 4 de fevereiro, no Centro de Convivência para Idosos Marly Sarney, no bairro de Lagoa Nova. Foram plantadas 16 espécies, entre elas oitis, jambeiros, pés de graviola e craibeiras, na área do Marly Sarney, e, além disso, serviços de ajardinamento e pintura. Em 2019, a administração plantou 3.500 mudas na capital e o objetivo é atingir a meta de 20 mil mudas.

Ainda de acordo com Danielle Mafra, os plantios estão sendo feitos em áreas controladas, ou seja, com a presença de muros, para evitar vandalismo ou o abandono do vegetal, que acaba morrendo sem água. O Planta Natal percorrerá todos os equipamentos coordenados pela Secretaria Municipal de Trabalho e Ação Social, nesta fase do projeto: “Primeiro, visitamos, depois fazemos todo trabalho de limpeza, escolha das espécies, envolvemos os usuários e funcionários e só depois fazemos o plantio. É um trabalho muito bonito da Prefeitura e das secretarias”.

2 de abril de 2020 às 17:56

Depois de dias internado com coronavírus, vereador Raniere Barbosa diz que viu a morte de perto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do vereador de Natal, Raniere Barbosa, já fora da UTI, agradecendo as mensagens de otimosmo e comentando que chegou no hospital com 80% dos pulmões comprometidos e que viu a morte de perto.

2 de abril de 2020 às 14:56

TRT/RN homologa ação trabalhista com a Cosern e acordo garante 13 milhões para ações de combate ao coronavírus no Estado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) homologou ontem acordo judicial firmado entre a Cosern e o Ministério Público do Trabalho, permitindo a destinação de R$ 13 milhões para ações de prevenção e de combate ao coronavírus no Estado.

A conciliação, presidida pelo juiz do trabalho Michael Knabben, foi feita por videoconferência e encerrou a ação civil pública proposta em 2010 pelo atual Procurador-chefe do MPT-RN, Xisto Tiago de Medeiros Neto.

Os recursos provenientes do acordo serão direcionados às secretarias de Saúde do Estado e dos municípios de Natal e de Parnamirim, à UFRN e à Liga Contra o Câncer.

“Somos conhecedores do papel que as instituições têm nesse processo e estamos unindo forças para amenizar os efeitos da pandemia no Rio Grande do Norte”, disse o presidente do TRT-RN, desembargador Bento Herculano.

Segundo o juiz Michael Knabben, os recursos serão utilizados para compra de equipamentos, medicamentos e insumos essenciais à prevenção e ao tratamento das pessoas infectadas, viabilizando novos leitos de UTIs e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os profissionais de saúde.

“No caso de Natal, também conseguiremos colaborar com a reforma do Parque da Costeira”, ressaltou o magistrado.

2 de abril de 2020 às 13:17

Medicina veterinária desconhece casos de coronavírus transmitidos por gatos e cachorros [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Da médica veterinária Romeika Hermínia, especializada em atendimento de gatos, a nota postada em suas redes sociais assinada pela Academia Brasileira de Clínicos de Felinos (ABFel):

2 de abril de 2020 às 13:06

Portos de Natal e Areia Branca seguem com serviços essenciais funcionando regularmente adotando medidas preventivas ao coronavírus [0] Comentários | Deixe seu comentário.

LOs portos de Natal e Areia Branca mantêm o funcionamento normal, segundo a Codern, como serviço essencial para o abastecimento do Estado e do País, cumprindo todas as orientações da Anvisa.

Os protocolos preventivos foram acertados ainda em janeiro.

Pelo Porto de Natal, passam frutas, trigo e outros produtos necessários à alimentação.

Já pelo Porto Ilha, ocorre o escoamento do sal produzido no Rio Grande do Norte, Estado que lidera a produção desse produto, essencial na cadeia de produção da indústria farmacêutica, por exemplo.

2 de abril de 2020 às 12:58

Coronavírus mata líder do ramo da construção civil no Ceará [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Morre em Fortaleza um dos principais líderes do ramo da construção civil no estado do Ceará.

O empresário João Fujita, 84, conhecido por “Capitão Fujita”. estava internado há dias em UTI, sob suspeita do coronavírus.

Ele fundou a associação das empresas da construção no Estado e ajudou na criação da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC).

O Povo – Ceará

2 de abril de 2020 às 12:47

Decreto do Governo não é seguido em Macaíba e população enche as ruas do centro sem respeitar medidas preventivas ao coronavírus [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Macaíba sem prevenção contra coronavírus.

A população nas ruas sem respeitar regras de distanciamento social.

Pelo jeito em Macaíba a população só está impedida da rezar.

2 de abril de 2020 às 12:32

Governo do RN vai contratar aprovados em concurso da Saúde e poderá preencher as quase 900 vagas com processo seletivo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Governo do Estado vai contratar 888 profissionais para reforçar o sistema de saúde pública do Rio Grande do Norte.

Serão contratados médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e trabalhadores do setor administrativo.

O contrato será de 6 meses, como determina o decreto do governo publicado neste dia 1º de abril, irá garantir assistência hospitalar e o processo de abertura de leitos de UCI e UTI.

O Governo do Estado separou, por meio do Decreto nº 29.577, um valor de R$ 19 milhões para as contratações e o reforço na saúde do estado.

O decreto prevê que a seleção dos profissionais seja feita por meio de processo seletivo simplificado, em etapa única, de caráter classificatório e eliminatório, por meio da avaliação curricular.

Será dada prioridade para os candidatos aprovados e que se encontram em quadro de reserva do concurso público deflagrado pelo Edital nº 001/2018-SEARH-SESAP.

Caso as vagas não sejam preenchidas pelos aprovados, a seleção será feita de acordo com o tempo de experiência do candidato na função para a qual se inscreveu.

O Governo já convocou mais 119 profissionais de saúde, entre enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas, do citado concurso para os hospitais regionais Tarcísio Maia, em Mossoró, e Dr. Mariano Coelho, em Currais Novos.

Os interessados podem tirar dúvidas pelo e-mail recrutamentosesapcovid@gmail.com.

2 de abril de 2020 às 12:21

Nota sobre o comércio ambulantes nas rodovias [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Gabinete Civil do Governo do Estado, a Secretaria de Segurança e a Polícia Rodoviária Federal emitiram nota conjunta com regras estabelecidas para o comércio ambulante das margens de rodovias no Rio Grande do Norte.

Eis:

2 de abril de 2020 às 11:20

Vereador Raniere Barbosa tem alta do hospital e segue em isolamento em casa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O vereador Raniere Barbosa, internado há 7 dias com coronavírus, teve alta do Hospital Memorial de Natal.

Veja o boletim médico:

E o comunicado do gabinete do vereador:

2 de abril de 2020 às 10:47

A proposta do ministro Rogério Marinho para salvar empresas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Globo de hoje:

BRASÍLIA – O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que usar recursos dos Fundos Constitucionais de Financiamento como linhas especiais de crédito para atender empreendedores afetados pelo estado de calamidade pública, durante a pandemia do novo coronavírus . A informação está contida em um ofício enviado ao Ministério da Economia, na segunda-feira.

Segundo a proposta, a verba poderia ser utilizada como capital de giro e para investimentos.

No primeiro caso, o texto prevê um limite de financiamento de R$ 100 mil. Já no segundo, o investimento pode ser de até R$ 200 mil por beneficiário. Para aqueles que usarem o dinheiro dos fundos, a minuta determina uma taxa efetiva de juros de 2,5% ao ano.

O texto é uma sugestão elaborada por Marinho ao Conselho Monetário Nacional (CMN), órgão que tem a responsabilidade de formular a política da moeda e do crédito no Brasil. O CMN tem reunião marcada para o fim do mês, mas pode se reunir antes disso extraordinariamente, caso os membros considerarem necessário.

Na minuta sugerida, os recursos dos fundos constitucionais de financiamento do Norte, do Nordeste e do Centro-Oeste seriam utilizados para “promover a recuperação ou a preservação de atividades produtivas” nas três regiões.

O texto em análise pelo ministro Paulo Guedes prevê o auxílio a empresas, pessoas físicas e jurídicas, incluindo cooperativas que, de acordo com as prioridades estabelecidas nos planos regionais de desenvolvimento, desenvolvam atividades produtivas não rurais, especialmente aquelas vinculadas aos setores de empreendimentos comerciais e de serviços.

O texto prevê ainda que “ficam suspensas por até 12 meses as parcelas  vencidas e vincendas até dezembro de 2020, com eventual acréscimo ao vencimento final da operação, para as operações não rurais, adimplentes ou com atraso de até 90 dias na data da publicação da resolução, de responsabilidade dos beneficiários dos Fundos Constitucionais de Financiamento que forem impactados em decorrência do estado de calamidade pública”.

Procurado pela reportagem, o Ministério da Economia não havia se pronunciado sobre o tema até a publicação deste texto.

2 de abril de 2020 às 10:31

Deputado João Maia explica projeto admitido na Câmara que garante repasses de fundos a estados e municípios [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Estados e municípios poderão ficar impedidos de receber repasses dos fundos de participação menores do que receberam no ano passado.

A mudança que vai socorrer governos e prefeituras poderá ocorrer se o projeto de lei, admitido na sessão desta quarta-feira, seja aprovado nesta sexta-feira.

Em vídeo encaminhado ao Blog, o deputado federal João Maia explica o sentido do projeto de lei.

2 de abril de 2020 às 9:16

Câmara Federal tem sessão remota para votar projeto que altera lei do Orçamento [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Deputados federais se reúnem – remotamente – logo mais às 11 horas, para mais uma sessão.

E o Blog adianta o que está pautado para votar:

2 de abril de 2020 às 9:10

Câmara de Natal segue Assembleia, Governo e Prefeitura e prorroga suspensão de atividades até o final do mês [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Diário Oficial do Município publica na edição desta quinta-feira o ato da Câmara Municipal de Natal, que prorroga a suspensão de todas as atividades legislativas e administrativas até o dia 30 de abril.

Há dois dias o ato de prorrogação dos trabalhos também na Assembleia Legislativa foi publicado.

“O momento pede esse cuidado com o cidadão. Prorrogamos o Decreto de suspensão de atividades até o dia 30 de abril. Governo do RN, Assembleia Legislativa e Prefeitura do Natal também estão prorrogando seus Decretos. Vamos ganhar essa guerra tomando os cuidados necessários e recomendados pela OMS. Temos que ficar em casa e nos cuidar para que no menor espaço de tempo possamos sair desta situação”, frisou o presidente da Câmara, vereador Paulinho Freire (PSDB).

2 de abril de 2020 às 8:27

Trecho da Medida Provisória do Governo poderá levar empresas a demandas judiciais [0] Comentários | Deixe seu comentário.

As empresas podem até ter agradecido a Medida Provisória do governo Bolsonaro, e até já estarem se preparando para colocar alguns acordos em prática com seus funcionários.

Mas é bom que os empresários não sigam à risca a medida anunciada, sem antes consultar seus advogados para entender o efeito negativo que a adoção da medida poderá trazer para sua empresa.

Porque a demanda de reclamações trabalhistas, que encherão escritórios de advocacia nos próximos meses, terão como alvos, não o Governo, autor da medida provisória, mas as empresas, executoras das medidas, algumas inconstitucionais como mostra o jurista Antônio de Freitas Júnior, professor de Direito do Trabalho da USP, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo:

 

MP que autoriza corte de salário de até 100% tem trecho inconstitucional, dizem advogados; entenda a norma

Principal problema é a possibilidade de as empresas reduzirem salários e jornadas por meio de acordo individual

Ivan Martínez-Vargas

SÃO PAULO

O texto da MP (Medida Provisória) 935, que autoriza o corte de salários e jornadas de trabalhadores em até 100%, contém um trecho inconstitucional e outros potencialmente ilegais, segundo advogados ouvidos pela reportagem.

O principal problema é a possibilidade, instituída pela MP, de as empresas reduzirem salários e jornadas de trabalho por meio de acordo individual com os trabalhadores.

A Constituição proíbe em seu artigo 7º a redução salarial, a menos que ela esteja prevista em acordo ou convenção coletiva.

“A via do acordo individual não é permitida, nem em situação de calamidade pública. Precisa ser feito por acordo coletivo e os sindicatos têm se mostrado abertos à negociação neste momento de crise”, diz Antônio de Freitas Jr., professor de direito do trabalho da USP.

 

“A figura do acordo individual é inconstitucional, embora haja decisões recentes do Supremo que possam relativizar isso. De qualquer modo, a minha recomendação a clientes é fazer qualquer redução de jornada e salário mediante acordo com o sindicato da categoria”, diz Cássia Pizzotti, sócia do escritório Demarest.

A suspensão do contrato de trabalho prevista na MP também pode ser contestada no Judiciário, segundo Freitas Jr.

“O texto entreabre o uso da suspensão do contrato de trabalho como forma mascarada de supressão do salário do trabalhador, o que é ilegal”.

Pelo texto da norma, trabalhadores que tenham o contrato suspenso ou reduções de jornada e salário terão um benefício do governo que pode chegar a 100% do que receberiam de seguro-desemprego em caso de demissão (que hoje varia entre R$ 1.045 e R$ 1.813,03). O valor do pagamento dependerá do faturamento da empresa e da faixa salarial do empregado.

Esse benefício será acumulado, na maioria dos casos, com o pagamento de uma ajuda compensatória mensal pelo empregador que não terá natureza salarial, mas sim indenizatória.

 

“Isso prejudica o trabalhador, porque esse valor não contaria para o cálculo de contribuição previdenciária, férias, 13º salário, ou FGTS. A empresa, por outro lado, ainda ganha porque poderá abater esse valor de seu lucro para cálculo de Imposto de Renda ou Contribuição Social sobre Lucro Líquido”, diz Freitas Jr.

Pela norma, as empresas poderão negociar com cada empregado, independentemente da faixa salarial, corte salarial de exatamente 25%. Para cortar 50% e 70%, a negociação poderá ser individual apenas com funcionários de duas faixas salariais: até três salários mínimos (R$ 3.117) ou mais de R$ 12.202.

“Pelo anúncio do governo, quem tem salários menores poderia negociar diretamente com o patrão, o que não está previsto na Constituição. A lógica é de que a redução não seria tão significativa nesses casos, porque seria complementada pelo benefício pago pelo governo, mas o sindicato pode ser mais necessário justamente para essa faixa”, diz Otavio Pinto e Silva, sócio do Siqueira Castro.

 

UM RESUMO DO TEXTO DA MEDIDA PROVISÓRIA:

Suspensão de contrato:

Pode valer por até dois meses, mas exige compromisso da empresa da manutenção do emprego por período igual ao da suspensão.

Pode ser negociada de maneira individual para funcionários com salários até três salários mínimos (R$ 3.117) ou superiores a duas vezes o teto da Previdência (R$ 12.202).

Se negociada com o sindicato e prevista em acordo ou convenção coletivos, pode valer para todos os trabalhadores.

Empresas que faturem mais de R$ 4,8 milhões anuais e façam suspensões de contrato precisarão pagar ao trabalhador uma ajuda compensatória equivalente a 30% do salário. O governo complementaria o valor com um benefício no valor de 70% do seguro-desemprego ao qual o trabalhador teria direito.

Empresas do Simples (com receita bruta de até R$ 4,8 milhões ao ano) que usarem o dispositivo não precisarão pagar nada ao empregado. Nesses casos, o governo pagará ao trabalhador suspenso um benefício mensal no valor integral do seguro-desemprego ao qual o empregado teria direito.

Redução de jornada e salário:

Pode valer por até três meses, desde posteriormente o emprego do trabalhador seja mantido por período igual ao da redução.

O valor pago pela hora de trabalho do empregado deverá ser mantido.

Poderá ser negociada de maneira individual com qualquer funcionário, independentemente da faixa salarial, se a redução salarial proposta for de exatamente 25%.

Poderá ser negociada individualmente com funcionários com salários de até três salários mínimos (R$ 3.117) ou superiores a duas vezes o teto da Previdência (R$ 12.202), se a redução salarial proposta for de 50% ou 70%.

Precisa constar em acordo ou convenção coletiva nos demais casos. Nessa categoria, a redução poderá, inclusive, ser inferior a 25% e superior a 70%.

Valores do benefício pago pelo governo em caso de redução de jornada e salário:

Redução inferior a 25%: não recebe benefício.

Redução de 25% a 49%: complemento de 25% do salário-desemprego a que o trabalhador teria direito.

Redução de 50% a 70%: complemento de 50% do salário-desemprego a que o trabalhador teria direito.

Redução superior a 70%: complemento de 70% do salário-desemprego a que o trabalhador teria direito.

2 de abril de 2020 às 8:11

Ministério Público faz operação em Natal, Parelhas e Ouro Branco para investigar aumento abusivo de equipamentos de proteção ao coronavírus [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do portal do Ministério Público do Rio Grande do Norte:

Operação do MPRN combate aumento abusivo no preço e estocagem de máscaras descartáveis; reajuste chega a quase 15 mil por cento

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), com o apoio do CyberGaeco do Ministério Público de São Paulo e da Polícia Civil de São Paulo, deflagrou nesta quinta-feira (2) a operação Ganância. O objetivo é combater a prática de aumento abusivo no preço de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizados por profissionais de saúde no combate à Covid-19. O reajuste no valor de uma máscara descartável chega a 14.733,33%.

A operação cumpre quatro mandados de busca e apreensão nas cidades potiguares de Natal, Parelhas e Ouro Branco, e ainda no Estado de São Paulo, na cidade de São Caetano do Sul. A Polícia Civil paulista, através da 2ª Delegacia de Investigações sobre Infrações contra o Consumidor do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), auxiliou no cumprimento das ordens judiciais.

2 de abril de 2020 às 7:57

Perseguido pela credibilidade de Mandetta, Bolsonaro arma reunião com médicos sem conhecimento do ministro da Saúde [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E Jair Bolsonaro continua produzindo intrigas, miudezas, futricas que só atrasam o país…

Já com medo da popularidade do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o Jair convocou médicos que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus para uma reunião.

E o ministro da Saúde não foi convidado.

Sequer sabia da reunião.

Coisas da eterna mania de perseguição do chefe do executivo.

Mandetta foi avisado por médicos amigos que foram convidados pelo Palácio do Planalto.

Procurado, o ministro da Casa Civil, General Braga Neto, disse a Mandetta que também não sabia da reunião.

Claro que o ministro da Saúde, conhecendo Bolsonaro e sabendo que o colega é um militar como ele, não deve ter acreditado que ele não sabia de nada.

As informações sobre a reunião secreta estão no blog da jornalista Andréia Sadi, que apurou ainda que o ministro não aparecerá se for chamado de última hora e que a reunião deverá ser para discutir a receita de uso de cloroquina.

Bolsonaro tem espalhado por onde anda até ter postagens apagadas pelo Twitter e Instagram por violação de regras, que o medicamento pode ser usado para cura de coronavírus e quer o aval da Medicina para a sua ‘descoberta’.

Segundo o blog, Mandetta disse a aliados, nos bastidores, acreditar que a reunião seja uma ideia da área de “marketing” do Planalto para “bater uma foto” com os principais médicos do país. E, se a reunião se confirmar, será a “nova polêmica” do governo hoje.

Segue a nota de Andréia Sadi:

No Ministério da Saúde, a equipe avaliou nesta manhã que há uma tentativa de se criar um “governo paralelo” para provar uma “tese” sobre o uso da cloroquina no combate ao coronavírus.

Mandetta vai repetir que não há provas disso e que só falará a respeito quando houver dados científicos que embasem o uso do remédio no tratamento.

O ministro aguarda o desdobramento do chamado para a reunião com médicos e desaconselhou profissionais a comparecerem ao encontro presencialmente. Por videoconferência, não veria problema desde que o tema fosse objetivo.