Thaisa Galvão

27 de abril de 2020 às 23:46

Ministro do STF autoriza abrir inquérito para apurar declaracãoes de Moro contra bolsonaro e ex-ministro terá que apresentar provas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Como era esperado nesta segunda-feira, o ministro do STF, Celso de Mello, autorizou abertura de inquérito para apurar declarações de Sergio Moro contra jair bolsonaro.

Moro disse que bolsonaro interferia politicamente na Polícia Federal e que teria decidido trocar a direção-geral da PF para ter acesso a informações de inquéritos sobre sua família.

O pedido de abertura de inquérito foi encaminhado ao STF pelo procurador-geral da República, Augusto Aras e Celso de Mello foi sorteado relator.

Segundo o ministro, os fatos narrados por Moro têm relação com o exercício do cargo, o que permite a investigação de Bolsonaro.

É que a Constituição impede que o chefe do Executivo seja alvo de apuração alheia ao exercício do mandato.

“Os crimes supostamente praticados pelo senhor presidente da República, conforme noticiado pelo então Ministro da Justiça e Segurança Pública, parecem guardar (…) íntima conexão com o exercício do mandato presidencial, além de manterem – em função do período em que teriam sido alegadamente praticados – relação de contemporaneidade com o desempenho atual das funções político-jurídicas inerentes à chefia do Poder Executivo”, escreveu o ministro.

Com o inquérito aberto começa a fase de produção de provas.

Aras pediu ao Supremo que a linha de investigação tenha início com o depoimento de Moro para que ele apresente documentos que comprovem suas declarações.

Uma das medidas que podem ser tomadas no curso do inquérito é a quebra de sigilos telefônicos para verificar a autenticidade da troca de mensagens entre Sergio Moro e Bolsonaro.

O material foi indicado por Moro como prova da suposta influência e divulgado pelo Jornal Nacional.

Bolsonaro negou tudo, claro..

27 de abril de 2020 às 18:06

Bolsonaro diz que diretor da OMS não é médico e ignora mestrado e doutorado do biólogo em imunologia, doenças infecciosas e saúde comunitária [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira, em Genebra, na Suíça.

E foi questionado sobre declaração do brasileiro jair Bolsonaro, que disse em uma live, na quinta passada, que ele não era médico.

“O pessoal fala tanto de seguir OMS… o diretor-presidente da OMS é médico? Não é médico”.

Tedros é o primeiro diretor-geral da OMS que não é médico.

Talvez o que Bolsonaro não sabia era que Tedros é formado em Biologia na Universidade de Asmara, na Eritreia (então pertencente à Etiópia), tem mestrado em Imunologia e Doenças Infecciosas pela Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, da Universidade de Londres, e Doutorado em Saúde Comunitária pela Universidade de Nottingham, também no Reino Unido, onde pesquisou malária.

“Nós só podemos dar conselhos a países. Não temos mandato para forçar os países a implementar o que aconselhamos. Cabe aos países seguir nosso conselho ou rejeitá-lo”, ressaltou o diretor-geral da OMS. “Mas nós damos o nosso conselho baseado na melhor ciência e evidência”, pontuou.

27 de abril de 2020 às 18:02

Países que ouviram a OMS estão em melhores condições [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Durante a coletiva em Genebra, o diretor-geral da OMS Tedros Adhanom, decretou a Covid-19 uma emergência de saúde internacional no dia 30 de janeiro, antes de qualquer pessoa morrer pela doença fora da China.

Na época não havia registros da doença na África ou na América Latina.

“O mundo deveria ter ouvido a OMS com cuidado na época porque a emergência de saúde internacional, o nível mais alto de alerta, foi ativado quando só tínhamos 82 casos e nenhuma morte no resto do mundo”, disse Tedros.

“Todos os países poderiam ter ativado todas as suas medidas de saúde pública possíveis. Eu acho que isso é suficiente para demonstrar a importância de ouvir os conselhos da OMS”, acrescentou.

“E, então, nós aconselhamos todos os países a implementar uma abordagem de saúde pública abrangente. E nós dissemos: ‘ache, teste, isole, trace os contatos, e assim por diante’. Vocês podem ver por si mesmos que os países que seguiram isso estão em uma situação melhor que outros. Isso é fato”, disse Tedros.

Os países que seguiram recomendações de combate à Covid-19 estão em situação melhor.

O Brasil continua sem ouvir.

27 de abril de 2020 às 17:09

RN+Unido: Live da banda Grafith vai ajudar profissionais do turismo que não tem como trabalhar [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Como ação do programa RN+Unido, lançado pelo Governo do Estado para arrecadar doaçõrs para pessoas necessitadas, os profissionais do Turismo do RN que estão sem conseguir trabalhar, serão a categoria a receber ajuda, em ação promovida pela Secretaria de Turismo.

E no próximo domingo, 3, a oartir das 17 horas, a banda potiguar Grafith fará uma live com janela aberta para doações.

No link (http://vaka.me/1004979) as pessoas poderão fazer doações a partir de R$25,00.

“O turismo é o segmento que mais tem sofrido com a paralisação das atividades e, por esse motivo, construímos essa parceria com a banda Grafith e contamos com o apoio de todos”, destacou, Aninha Costa, secretária de Turismo.

Para a transmissão da live, a Setur e Emprotur ainda contam com apoio da Center Filmes e Ajax Som.

27 de abril de 2020 às 16:57

Governo firma TAC com Ministério Público Estadual e Federal para instalar até 60 leitos de UTI em convênio com a Liga [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Governo do RN firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE), Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho no RN (MPTRN) e a LIGA Norte-rio-grandense Contra o Câncer.

O TAC vai permitir a instalação de até 60 novos leitos em duas unidades da LIGA em Natal.

Os novos leitos hospitalares destinados ao enfrentamento da Covid-19 serão implantados em duas fases.

Na primeira etapa, denominada ‘Fase 01’, serão instalados 20 leitos de UTI – Adulto e outros 20 de enfermaria, a serem construídos no Hospital Doutor Luiz Antônio, nas Quintas.

Os cômodos serão destinados ao internamento de pacientes em tratamento de câncer com suspeita ou confirmação de Covid-19.

Na Fase 2 estão previstos mais 20 leitos de UTI – Adulto, a serem construídos na Policlínica, no Alecrim, destinados aos pacientes em geral, suspeitos ou confirmados de Covid-19.

A implantação dos leitos obedecerá a uma lógica progressiva.

De acordo com o TAC, o Estado se compromete a adquirir os ventiladores mecânicos a serem utilizados nos 20 leitos de UTI, durante a Fase 01, e mais outros equipamentos ventiladores, caso sejam necessários nos 20 leitos de UTI da Fase 02.

As despesas, recursos para os serviços e aquisições realizados para cumprir o TAC serão oriundas do Fundo Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte.

“Não podemos relaxar. É preciso conter novos casos e só conseguiremos com a colaboração de todos, respeitando o isolamento e mantendo a vigilância. Conseguimos estabelecer redes de solidariedade em todo o Estado que têm sido essenciais para o enfrentamento da doença”, afirmou a governadora Fátima Bezerra.

“Continuamos trabalhando para avançar na implementação de leitos no Estado. Entendemos que o curso da pandemia não está controlado. Precisamos evitar o colapso do sistema de saúde, evitar mortes e defender a vida. Por isso, cada dia se torna mais importante respeitar os decretos do Governo, pois visam diminuir a propagação e o contágio”, considerou o secretário de Saúde, Cipriano Maia.

Repasses

Fase 1
O Governo se comprometeu a repassar de imediato R$ 4 milhões para a LIGA na execução da Fase 01.

Deste valor, R$ 1 milhão representa o custo da obra física da estrutura, que abrigará os leitos hospitalares; R$ 1,5 milhão será destinado para a aquisição de equipamentos; e R$ 1,5 milhão como antecipação de parte do custeio mensal inicial fluxo de caixa e custeio da mão de obra, além da aquisição de insumos, medicamentos e demais itens de saúde necessários ao enfrentamento do novo coronavírus.

De acordo com o TAC, o Estado repassará à LIGA, ainda referente à Fase 1, parcelas pós-fixadas estimadas em até R$ 18 milhões, a serem pagas em seis mensalidade de até R$ 3 milhões. O teto de gastos com a Fase 1, portanto, deverá ser de no máximo R$ 22 milhões.

Fase 2

O TAC prevê ainda o repasse imediato pelo Estado, caso seja necessário ingressar na “Fase 02”, do montante de R$ 3,85 milhões para a LIGA.

Destes, R$ 2 milhões representam o custo da obra física da estrutura, que abrigará os leitos hospitalares; R$ 800 mil reais serão para a aquisição de equipamentos; e R$1,050 milhão como antecipação de parte do custeio mensal inicial para fluxo de caixa, custeio da mão de obra, aquisição de insumos e medicamentos.

Caso seja deflagrada a Fase 2, o Governo também se compromete a repassar à LIGA parcelas pós-fixadas de R$ 11,52 milhões, também no prazo de seis vezes mensais de R$ 1,92 milhão. O teto de gastos com a Fase 2, portanto, deverá ser de no máximo R$ 15,37 milhões.

A LIGA receberá o valor de R$ 3,2 mil por diária de leito de UTI e R$ 1,8 mil por diária de enfermaria.

Transparência
O TAC estabelece que cabe à LIGA manter atualizadas as especificações técnicas, na plataforma RegulaRN (http://regulacao.saude.rn.gov.br/), do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da UFRN (LAIS), com as informações sobre número de leitos disponíveis para Covid-19 e os bloqueados, classificando-os em UTI, Semi-intensivo e Enfermaria/retaguarda, bem como também a quantidade de respiradores em funcionamento, danificados e em manutenção.

27 de abril de 2020 às 16:43

Prefeitura de Natal pagou nesta segunda-feira os salários de abril dos profissionais de saúde [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Prefeitura de Natal decidiu antecipar parabedta segunda-feira os salários de abril das categorias que atuam na rede de Saúde pública da capital.

“Toda a estrutura da administração municipal está voltada para debelarmos os efeitos da pandemia. Reforço a importância de todos os funcionários nessa luta, mas nada mais justo do que anteciparmos o pagamento dos profissionais da área da saúde, já que a atuação deles tem sido fundamental ao longo desse processo. Reforço o nosso compromisso de seguir valorizando o funcionalismo público municipal, que é fator primordial na nossa gestão”, afirmou o prefeito Álvaro Dias.

Ao todo, 6.245 funcionários receberiam seus vencimentos durante todo o dia, colocando em circulação na economia do município cerca de R$ 16,5 milhões.

27 de abril de 2020 às 15:10

Para agradar o Centrão que sempre esteve ao lado do PT, bolsonaro quer tirar astronauta do ministério e nomear Fábio Faria [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Da coluna Radar da Veja Online:

Do Blog – Quais deputados do Centrão, além do indicado do SBT para o ministério do astronauta, andam negociando com bolsonaro?

Para quem vendeu o peixe de um governo diferente, até que a gestão bolsonaro está ficando bem parecida com a de Dilma, Temer, Lula, FHC…