Thaisa Galvão

2 de maio de 2020 às 19:46

Bem que bolsonaro poderia mostrar resultado de testes de coronavírus como fizeram governadores [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Bolsonaro não vai precisar o resultado do seu exame de coronavírus.

Tão simples seria exibir o resultado do teste.

Mas não…

O Palácio do Planalto ocupou a Advocacia Geral da União para entrar com recurso junto ao Tribunal Federal para não dizer se bolsonaro teve coronavírus.

Que coisa…

O pior é que ele mesmo disse que pode já ter contraído o vírus…

Mas um resultado positivo nesse momento vai comprovar que, mesmo com o vírus, ele saiu participando de aglomerados, apertando mãos, dando abraços, falando perto, tossindo perto…

Bolsonaro poderia fazer o que fizeram os governadores do Rio de Janeiro, de Alagoas, do Pará…que foram infectados até agora…e mostraram.

Neste sábado o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) suspendeu a ordem que obrigava a AGU a entregar até este sábado (2) os laudos dos exames do presidente.

A desembargadora Monica Nobre atendeu a um recurso da AGU e fixou um prazo de cinco dias para que o caso seja analisado e ocorra uma definição sobre a entrega ou não dos exames. 

Como a magistrada atuou no plantão, o prazo determinado por ela é para que o relator original do recurso, o desembargador Carlos Muta, possa decidir sobre a entrega ou não dos exames.

Tá feio…

2 de maio de 2020 às 19:33

Prefeito Álvaro Dias comenta em suas redes a cura de paciente com coronavírus em hospital do município [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal Álvaro Dias postou em seu instagram o que foi para o município, uma primeira vitória.

2 de maio de 2020 às 14:18

O aglomerado na Caixa do Alecrim, a providência da Prefeitura e o apelo dos empresários [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O decreto que obriga uso de máscaras em Natal não foi cumprido neste sábado por boa parte das pessoas que foram à agência da Caixa Econômica no Alecrim, para receber os 600 reais do auxílio emergencial.

A STTU até fechou a rua da Caixa – Presidente Bandeira – para que se pudesse organizar filas…

Isso foi ontem:

Isso foi hoje:

Aí a fila foi organizada:

E o decreto descumprido:

Diante da aglomeração diária na agência da Caixa do Alecrim, a associação de empresários do bairro pedem à Prefeitura o apoio necessário para manter o distanciamento de pessoas e a organização das filas.

“Sugerimos que as tendas utilizadas na feira do Alecrim sejam também utilizadas durante a semana para dar abrigo às pessoas que se dirigem à Caixa, e assumimos o compromisso de pagar as despesas com montagem e desmontagem das tendas”, disse o empresário Pedro Campos, presidente da associação.

“Sabemos que quanto maior o risco de contaminação com o ajuntamento de pessoas, maior será o caos na saúde pública. A AEBA vem contribuindo na prevenção do contágio do vírus, com a distribuição de máscaras nas empresas do Alecrim e contratação de carro de som veiculando mensagens educativas aos empresáriso e a população que procura o Alecrim”, afirmou Campos.

2 de maio de 2020 às 12:10

Sindicato dos médicos não levou em consideração a morte de 3 colegas antes de organizar uma live ao vivo na frente do Walfredo Gurgel [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Faltou algum amigo sensato fazer uma lembrança ao presidente do sindicato dos médicos, Geraldo Ferreira, quando planejou o espetacular show da banda Grafith na frente do Hoapital Walfredo Gurgel no dia do Trabalho:

Que 3 médicos, além de outros profissionais de saúde, já morreram por coronavírus no Rio Grande do Norte.

Mas o sindicato queria fazer live na frente do hospital.

Quando os artistas que mais aglomeram no país estão fazendo dentro de suas casas.

Só para lembrar Ivete Sangalo de pijama na cozinha de casa e Marília Mendonça de sandália havaianas na sua sala.

Faltou alguém lembrar ao presidente do sindicato dos médicos sobre a morte dos três colegas…

A menos que o recado político aos trabalhadores da saúde tenha falado mais alto para o sindicato.

Lamentável.

2 de maio de 2020 às 11:58

Sindicato dos médicos do RN que marcou show musical na frente de pronto-socorro com risco de aglomerado não deve representar a categoria que atua na linha de frente na pandemia de coronavírus [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Difícil acreditar que o Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte representa, neste momento de pandemia, os médicos que estão na linha de frente nos hospitais.

Os médicos que se expõem para salvar vidas, colocando em risco as próprias vidas e de suas famílias.

Os médicos que sofrem vivendo, talvez o maior desafio de sua profissão, assistindo diariamente a cenas que não eram tão rotineiras em suas vidas, afetando muitas vezes o seu estado emocional.

Tudo para salvar vidas, tudo para garantir atendimento, tudo para fazer valer um juramento feito no dia da formatura.

Difícil acreditar que um sindicato de médicos quisesse ter homenageado os médicos com um show musical na frente de um pronto-socorro, permitindo aglomerado, e que não tenha conseguido apenas por falta de uma licença ambiental.

O óbvio ululante que seria o som de um show na frente do pronto-socorro e o aglomerado de pessoas em plena pandemia, não parece ter contaro para o evento sem noção não existir.

Contou o trabalho da Semurb que barrou o “espetáculo” porque ele aconteceria sem licença, o que contrariou o sindicato.

Portanto, difícil acreditar que o sindicato representa os médicos que estão na linha de frente.

A nota do sindicato explicando porque não promoveu o show na frente do Walfredo Gurgel diz tudo.

Não há preocupação com a pandemia no sindicato dos médicos do Rio Grande do Norte.

Detalhe: o show foi apenas adiado.

Pode acontecer ali na frente se a Semurb receber o ofício solicitando o uso do espaço de permitindo a realização do evento.

Só torcer agora que a Prefeitura de Natal através da Semurb não permita transformar a frente do maior pronto-socorro do Estado em casa de espetáculos.

Para não transformar o espaço em casa dos horrores.

2 de maio de 2020 às 10:34

O aglomerado na feira livre de Pau dos Ferros [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Feira livre de Pau dos Ferros, no Oeste do Rio Grande do Norte, na manhã deste sábado:

O Governo distribuiu mil máscaras na feira.

Foram mais de 5 mil distribuídas em Pau dos Ferros nesses últimos dias, como parte do programa RN+Protegido, em parceria com entidades de classe.

Mas o uso da máscara não permite o aglomerado, e a feira livre estava cheia no começo da manhã.

A Prefeitura de Pau dos Ferros baixou decreto obrigando o uso de máscaras em vias públicas, mas na feira livre muita gente circulava sem o equipamento de proteção.

A distribuição feita pelo RN+Protegido garantiu o equipamento a muita gente, mas vale registrar, que o uso da máscara não libera para o aglomerado.

2 de maio de 2020 às 1:25

Em Mossoró, o buzinaço para se despedir do jornalista Emery Costa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O corpo do jornalista Emery Costa foi sepultado nesta sexta-feira em Mossoró, poucas horas depois de ter falecido, vítima de coronavírus, no Hospital São Lucas, em Natal, onde estava internado desde meados de abril.

Em respeito ao distanciamento social, amigos e familiares fizeram um buzinaço na frente do cemitério para se despedir de Emery.

O jornalista e radialista morreu aos 74 anos.

A despedida foi postada no instagram de Chris Alves.