Thaisa Galvão

29 de junho de 2020 às 23:53

Viva Produções se integra a projeto solidário nacional e anuncia calendário de lives com artistas do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A abertura das atividades econômicas é gradual, mas a realização de shows ainda não tem previsão de acontecer.

Por isso a empresa Viva Produções está criando o projeto ‘Terça da Boa Música’ com exibição de lives solidárias para arrecadar doações para instituições locais através do Fundo Transforma Brasil no RN.

Confira a programação das lives:


14/07 – #LiveMPB com Heli Medeiros e Pedro Lucas.

28/07 – #LiveForró com Isaque Galvão e Walkyria Santos

11/08 – #LiveRock com Lucinha Lira e Mobydick Natal

25/08 – #LiveSamba com Ribeira Boêmia e Debinha Ramos

O Transforma Brasil é um movimento de engajamento e a rede tem 2.500 projetos e iniciativas sociais espalhados pelo Brasil.

A meta é arrecadar 155 mil cestas básicas por mês em um período de 2 meses, somando R$12.500,00 em doações em todo o país.

29 de junho de 2020 às 21:29

Abertura gradual de comércio e atividades terá 3 fases de acordo com decreto do Estado do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Confira o que vai passar a funcionar, de acordo com o decreto do Governo do Estado, que flexibilizará comércio e atividades econômicas a partir da quarta-feira (1º).

O Plano de retomada gradual tem três fases para serem cumpridas em 35 dias.

Fase 1 – de 1º a 14 de julho

Atividades comerciais e demais serviços

Alimentação I (restaurantes, lanchonetes, food-parks) de até 300 m2; 4 pessoas por mesa; 2m mesa a mesa/ 1m entre pessoas; Proibido consumo de bebida alcoólica no estabelecimento.

Fase 2 – de 15 a 28 de julho

Academias sem uso de ar condicionado; Centros Comerciais sem ar condicionado central; Galerias Comerciais

Fase 3 – de 29 de julho a 11 de agosto

Academias com uso de ar condicionado; shoppings com ar condicionado; Alimentação II (bares, restaurantes, lanchonetes, food-parks maiores que 300m2; 4 pessoas por mesa; 2m mesa a mesa/ 1m entre pessoas.

Proibido de consumo de bebida alcoólica no estabelecimento.

Não devem promover shows, festas e afins, sendo possível música ao vivo, desde que por uma pessoa (músico + instrumento).

29 de junho de 2020 às 21:13

Governadora Fátima anuncia flexibilização do comércio e das atividades econômicas a partir da quarta-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Fátima Bezerra anunciou nesta segunda-feira a reabertura gradual das atividades econômicas do Rio Grande do Norte, de acordo com o previsto no decreto estadual de 23 de junho.

De acordo com o decreto, a flexibilização terá início nesta quarta-feira, 1º de julho.

Fátima anunciou a decisão em reunião por videoconferência com empresários e entidades representativas do setor produtivo do Estado.

“A pandemia ainda inspira muitos cuidados e esse processo de retomada não pode ser encarado como uma liberação geral”, diase a governadora, reforçando que a flexibilização não significa um “liberou geral”.

O que será aberto agora poderá ser fechado caso não cumpram as regras sanitárias.

29 de junho de 2020 às 17:56

Prefeito Álvaro Dias flexibiliza atividades econômicas em Natal mas avisa que se população não colaborar volta a decretar fechamento do comércio [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Do decreto do prefeito Álvaro Dias, que será publicado na edição desta terça-feira no Diário Oficial do Município, eis as atividades econômicas que estarão autorizadas a funcionar já a partir de amanhã:

-serviços de recursos humanos e terceirização


-atividades de informação, comunicação, agências de publicidade, designers e afins

-centros de distribuição e depósitos


-serviços sociais


-autônomos


-agências de turismo


-salão de beleza e barbearias


-lojas de até 300 metros quadrados de artigos usados, papelarias, material de escritório, variedades, climatização, bicicletas, plantas e vestuário

A abertura das atividades seguirá dependendo de como se comportar à população.

Caso as medidas de segurança não sejam cumpridas, o prefeito poderá decretar o fechamento mais uma vez, como tem acontecido em outras capitais.

“Tenho preocupação das regras não serem cumpridas, como o uso de máscaras, por exemplo. Aí, sim, nós poderemos voltar atrás. Esse cumprimento das regras será fiscalizado e se houver descumprimento exagerado nós poderemos, sim, paralisar as atividades de novo, fazendo com que o comércio volte a ficar fechado”, afirmou Álvaro Dias.

29 de junho de 2020 às 15:06

Covid: Comitê Científico do Estado aponta redução nos índices de transmissão mas ressalta isolamento social baixo e falta de leitos em hospitais [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na coletiva diária que acontece na Governadoria, nesta segunda-feira, foi informado que há uma redução nos índices de transmissibilidade do coronavírus.

Porém, o índice de isolamento social ainda é muito baixo, o que provoca o aumento de casos e a superlotação nos hospitais públicos e privados.

A taxa de transmissibilidade hoje está um pouco abaixo de 1.

Tipo, uma pessoa só transmite para até uma pessoa, e não mais para 1,5 até 2,1, que eram os índices anteriores.

Três pesquisas apontaram a diminuição, como anunciou o professor Ricardo Valentim, coordenador do Laboratórios de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da UFRN e integrante do Comitê Científico de assessoramento ao Estado sobre a pandemia.

“São três metodologias diferentes que apontam redução da transmissibilidade que é o quanto um indivíduo é capaz de contaminar outros”, informou Valentim, ressaltando que ainda é alta a pressão por leitos de UTI.

“É preciso que todos, setor produtivo, Poderes e pessoas se mantenham solidários, respeitem as medidas protetivas e cumpram o isolamento. A doença ainda é muito agressiva”, afirmou o professor pesquisador

A pressão maior por leitos críticos ocorre em Natal e região metropolitana que concentra entre 60% e 70% da demanda.

*

Veja os números de pessoas internadas nesta segunda-feira, em hospitais públicos, privados e filantrópicos:

São 731 pessoas com covid, sendo 378 em leitos críticos (UTIs e semi-UTIs).

Pelo SUS – custeados pelo poder público – os leitos críticos estão com taxa de ocupação de 90%.

O percentual de leitos ocupados na região Oeste do estado é de 97% e chega a 100% em Guamaré, 95% em Natal e região metropolitana, 72,41% na região do Seridó e 54,5% em Pau dos Ferros.

A fila de regulação tem 37 pacientes aguardando leitos críticos.

29 de junho de 2020 às 15:02

Governadora trata sobre retomada gradual de atividades em reuniões com Poderes e setor produtivo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E a governadora Fátima Bezerra vai se reunir logo mais às 16 horas, por videoconferência, com representantes do setor produtivo.

Também deverá conversar ainda hoje com representantese dos poderes Judiciário, Legislativo e do Ministério Público.

Na pauta, a retomada das atividades econômicas do Estado.

“O Governo segue atento à assistência de saúde, mantém o Pacto pela Vida com a participação de todos, e segue consultando o Comitê Científico para adotar normas que possibilitem o reinício das atividades da economia de forma segura. Vamos considerar o momento da pandemia, ouvindo a ciência e a sociedade”, explicou o secretário de Tributação, Carlos Eduardo Xavier.

29 de junho de 2020 às 14:45

Depois de ouvir os médicos do Comitê Científico do município, prefeito Álvaro Dias vai decretar retomada gradual de atividades econômicas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito Álvaro Dias vai decretar, ainda nesta segunda-feira, a flexibilização das atividades econômicas de Natal.

A decisão passou pelo crivo do comitê científico da Prefeitura, formado por médicos como os infectologistas Luiz Alberto Marinho, Fernando Suassuna, mais Joca Marinho, Hélida Bezerra, Rosângela Morais, Kívia Bezerra e Aline Câmara.

Não partiu do sindicato dos médicos.

Segundo o prefeito Álvaro Dias, a decisão foi aprovada por unanimidade pelo Comitê Científico formado por profissionais que estão na linha de frente da pandemia.

Eles tomaram como base, a redução da transmissibilidade do coronavírus.

Ou seja, se transmite menos hoje.

Álvaro vai anunciar a retomada gradual das atividades econômicas de Natal logo mais às 16 horas, em entrevista coletiva que concederá ao lado do secretário de Saúde.

29 de junho de 2020 às 13:02

Lockdown: Com hospitais superlotados, governador de Goiás pede apoio do STF para decretar fechamento geral 14 dias por mês até setembro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) se ligou para o que vem acontecendo no Estado, que está com a saúde colapsada…

E está pedindo apoio a prefeitos dos municípios goianos para decretar lockdown – fechamento total – por 14 dias.

A estratégia é fechar 14 e abrir os 14 seguintes.

O pedido foi feito após a Universidade Federal de Goiás (UFG) divulgar um novo estudo que estima um colapso hospitalar em julho, com a necessidade de 2 mil leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e 18 mil mortes por Covid-19 até setembro.

O governador precisa de apoio para tomar a decisão.

“Se tivesse autonomia do Supremo, decretaria fechamento do comércio no esquema 14 por 14, em Goiás”, disse o governador, lembrando que em 15 de abril o STF decidiu que os municípios têm poder para determinar regras de isolamento, quarentena e restrição de transporte e trânsito em rodovias em razão da pandemia.

Caiado alertou para os prefeitos reverem as flexibilizações e ofereceu apoio da polícia, caso eles queiram adotar o fechamento já a partir desta terça-feira (30).

“Isso é imoral, desumano, eu não posso aceitar que haja omissão de autoridades. A responsabilidade é de todos nós. Cada prefeito e cada prefeita vai responder pelo caos nos seus municípios. Reflitam bem, analisam bem. Fornecerei as minhas polícias a todos os prefeitos que quiserem que haja cumprimento 14 por 14”, disse o governador.

A UFG propôs a estratégia chamada 14 por 14, ou seja, o comércio ficaria fechado 14 dias diretos e, posteriormente, 14 dias em funcionamento, repetindo a estratégia até setembro.

A Universidade estima que esta estratégia salvaria, em média, 9 mil vidas até setembro.

*

Para quem atrela as estratégias para salvar vidas à politicagem, o governador Ronaldo Caiado é do DEM e aliado do presidente Bolsonaro.

Vale lembrar que o Estado de Goiás foi o único onde o Governo Federal construiu um hospital de campanha.

Demorou a ser instalado, demorou a ser inaugurado, mas foi rápido para lotar seus leitos.

29 de junho de 2020 às 12:41

Planos de saúde passam a ser obrigados a cobrir testes de covid [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Para você que tem plano de saúde, é bom saber:

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) incluiu nesta segunda-feira (29) o teste sorológico para o novo coronavírus na lista de coberturas obrigatórias dos planos.

A medida foi publicada hoje no Diário Oficial da União e já está valendo.

A inclusão do teste sorológico no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde atende à decisão judicial dada em Ação Civil Pública e pode ser feito sem custo extra.

29 de junho de 2020 às 10:17

Profissionais de Saúde do Hospital Rio Grande levam esperança e fé através da música a pacientes de covid que lotam a unidade [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Esperança através da música.

É isso que profissionais do Hospital Rio Grande, em Natal, estão fazendo com os pacientes de covid que lotam UTIs e leitos clínicos da unidade.

Eles percorrem as alas isoladas levando esperança, fé e humanização.

29 de junho de 2020 às 2:43

Hospital Rio Grande não tem leito em UTI para infectados com coronavírus há 3 semanas e pacientes aguardam internados no pronto-socorro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da série ‘Mente quem passa para a imprensa que os atendimentos por covid diminuíram nos hospitais privados’…

Mente mesmo.

No Hospital Rio Grande, os quase 80 leitos de UTI estão lotados.

100% de ocupação.

“Na área Covid não tem um leito vago há 3 semanas, e para toda alta ou óbito, tem pacientes internados no Pronto Socorro esperando a vaga”, explicou ao Blog o diretor do hospital, médico intensivista Luiz Roberto Fonsêca.

Luiz Roberto afirma que a redução de atendimento em pronto-socorros dos hospitais privados, que é real, ocorre porque as pessoas ‘estão com medo’ de procurar pronto-socorro e serem contaminadas.

“Tínhamos 160 atendimento por dia em média há 15 dias, e esse número caiu para menos de 90”, afirma Luiz Roberto, reforçando que a redução de pessoas que chegam não significa a redução de casos.

O temor do pronto-socorro se dá porque 90% dos atendimentos é de pessoas infectadas por coronavírus.

“E os que chegam, chegam graves e precisando de internação”, explicou o médico.

Portanto, como o Blog registrou na postagem anterior, Mente quem diz que os hospitais não estão mais lotados de pessoas infectadas.

Mente descaradamente.