Thaisa Galvão

11 de setembro de 2020 às 10:48

Mandado de prisão deve tirar Cristiane Brasil da disputa pela Prefeitura do Rio de Janeiro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pré-candidata a prefeita do Rio de Janeiro, Cristiane Brasil está sendo procurada pela polícia para ser presa.

Ela é filha do ex-deputado Roberto Jefferson, que andou falando muita besteira, mesmo sabendo que ele e a filha tem telhado de vidro.

Jefferson andou defendendo desesperadamente o presidente Jair Bolsonaro, talvez em busca de um apoio que seria necessário..agora.

Sem aparecer para ser presa, Cristiane Brasil enviou nota à imprensa.

“Tiveram oito anos para investigar essa denúncia sem fundamento, feita em 2012 contra mim, e não fizeram pois não quiseram. Mas aparecem agora que sou pré-candidata a prefeita numa tentativa clara de me perseguir politicamente, a mim e ao meu pai”.

Palmas para a operação, exatamente por evitar que gente com telhado de vidro se perpetue tomando conta dos cofres do Rio de Janeiro, seja no estado ou no município.

Talvez se tivesse sido presa 8 anos atrás estivesse livre para ser candidata agora e ainda por cima, com apoio do Palácio do Planalto.

Sabe aquela coisa que diz que tem o tempo certo para tudo?

Cristiane Brasil é a terceira pré-candidata a ser alvo do MPRJ em menos de uma semana.

O atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos) e Eduardo Paes (DEM) tiveram mandados de busca e apreensão decretados contra eles.

Mais do que na hora de se passar um aspirador de pó na cidade quase deixando de ser maravilhosa.

11 de setembro de 2020 às 10:31

Operação do MP que investiga desvio de 30 milhões no Rio de Janeiro prende secretário de Educação que está no governo desde a gestão de Sérgio Cabral [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Rio de Janeiro continua sendo passado a limpo, e quem sabe a Cidade Maravilhosa volte a ser maravilhosa e se livre de políticos ligados a milícias, tráfico de drogas e outras formas de corrupção.

Um dia depois do prefeito santo Marcelo Crivella ser alvo de operação – e o telefone apreendido dele deverá falar mais do que um simples Alô – mais uma operação é deflagrada na cidade e prende o secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes.

Esta é a segunda fase da Operação Catarata, que investiga supostos desvios em contratos de assistência social no governo do estado e na Prefeitura do Rio.

A ex-deputada federal Cristiane Brasil, filha do ex-deputado Roberto Jefferson, o mais novo queridinho do presidente Jair Bolsonaro, está sendo procurada.


A operação, de acordo com o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil, é para desstivar um esquema que teria desviado R$ 30 milhões dos cofres públicos entre 2013 e 2018.

Pedro foi preso, segundo o MPRJ, por ações durante sua gestão na Secretaria Estadual de Tecnologia e Desenvolvimento Social nos governos de Sérgio Cabral e de Luiz Fernando Pezão — antes de assumir a Educação do RJ a convite de Wilson Witzel.

Como ele testou positivo para covid – santo vírus – vai ficar em prisão domiciliar.