Thaisa Galvão

24 de setembro de 2020 às 10:07

Como será a participação dos candidatos a prefeito de Natal no rádio e televisão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito pré-candidato à reeleição, Álvaro Dias, do PSDB, terá 3 minutos e 39 segundos no programa e e 30 inserções no meio da programação.

Álvaro terá tempo para mostrar sua atuação como prefeito da capital, e as 30 inserções, se bem distribuídas no plano de mídia, farão o prefeito dar recado durante o dia todinho.

O segundo maior tempo será do delegado Sérgio Leocádio, que vai disputar a Prefeitura pelo PSL: contará com 1 minuto e 51 segundos no programa e 15 inserções durante a programação.

Leocádio vai levantar a bandeira do bolsonarismo, mas não terá como retorno a declaração de apoio do presidente da República, que já afirmou que não vai participar de campanha municipal de seu ninguém.

Terceiro maior tempo: o senador Jean Paul Prates, do PT, terá um minutos e 8 segundos na TV, e 9 inserções durante a programação.

Sabe usar e se comunica bem nas redes sociais, o que facilitará sua interação com o eleitor.

O deputado Hermano Morais, do PSB, teve um anúncio de candidatura tumultuado.

Terá que trabalhar um bom marketing se quiser aproveitar bem seus 42 segundos da TV com apenas 6 inserções na TV.

Apesar de reunir 5 partidos em torno de sua candidatura, o Professor Carlos Alberto Medeiros, do PV, só ficou com 29 segundos para o programa de TV e 4 inserções durante do dia.

Vai tentar usar com apresentações técnicas para mostrar que está preparado.

Com a opção pela chapa puro sangue do Solidariedade, o deputado Kelps Lima terá somente 20 segundos no programa e 3 inserções durante o dia.

Vai precisar mais do que nunca do ‘celular na mão e o desejo no coração” para divulgar sua campanha.

Afrânio Miranda, do Podemos, terá só 18 segundo no programa e 2 inserções diárias.

Terá que recorrer às lives do padrinho senador Styvenson para passar a ser conhecido como candidato, e não só como o dono das lojas Miranda Computação.

O Coletivo Sol, do PSOL, terá 16 segundos no programa e 2 inserções durante o dia.

Terá que trabalhar bem as redes sociais e contará com a voz do deputado Sandro Pimentel.

O Coronel Hélio, do PRTB, assim como o PSOL só terá 16 segundos no programa e 2 inserções durante o dia.

Mesmo tempo terá Fernando Freitas, do PCdoB: 16 segundos no programa e 2 inserções.

O candidato Coronel Azevedo, do PSC, terá ainda menos tempo: só 14 segundos no programa e uma única inserção no dia.

Representante do Novo, o advogado Fernando Pinto terá o mesmo tempo do deputado Azevedo: 14 segundos no programa e uma inserção.

Sem representação no Congresso, o Democracia Cristã e o PSTU deixarão suas candidatas à prefeitura de Natal, Jaidy Oliver e Rosália Fernandes, fora do rádio e TV.

Terão que recorrer às redes sociais e correr muito na tentativa de viralizar algum ato de campanha para virar notícia na imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.