Thaisa Galvão

2 de outubro de 2020 às 2:00

Debate da Band durou mais de 3 horas e terminou perto das 2 da madrugada com o telespectador-eleitor dormindo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Faltando 15 minutos para duas horas da madrugada, o debate da Band Natal que começou às 22h30, foi encerrado.

No quarto bloco os pré-candidatos fizeram as considerações finais.

Pela ordem, Fernando Freitas (PCdoB), Rosália Fernandes (PSTU), Carlos Alberto (PV), Jaidy Oliver (DC), Nevinha Valentim (PSOL), Coronel Hélio (PRTB), Afrânio Miranda (Podemos), Sérgio Leocádio (PSL), Fernando Pinto (Novo), Senador Jean (PT), Kelps Lima (SD), Hermano Morais (PSB) e Coronel Azevedo (PSC).

Palavras como coragem, propostas, planos, diferença…encheram o minuto que cada um teve para se despedir e convencer o eleitor…que pelo adiantado da hora deveria estar dormindo.

Os pré-candidatos de direita continuaram batendo na tecla que é preciso alinhamento da gestão local com a gestão federal, dando a entender que um presidente só pode atender uma capital ou um estado se for do mesmo partido.

O pré-candidato Afrânio Miranda agradeceu ao senador Styvenson, seu padrinho político, pela oportunidade;

Sérgio Leocádio apresentou uma algema e disse que o prefeito Álvaro Dias faltou ao debate com medo dela…quando foi sentar deu batidinha de cotovelo no Coronel Azevedo… “tamo junto”…

Fernando Pinto contou sua história de vida lembrando a morte do pai, de um filho e um câncer enfrentado pela esposa.

O Senador Jean falou em cidade sustentável, disse que com as eólicas já conseguiu captação de 15 bilhões para o Rio Grande do Norte e terminou dizendo que quem defende trabalhador e estudante é o PT.

Kelps Lima criticou as oligarquias que administram Natal de 1985 até os dias de hoje.

E o deputado Hermano Morais apostou que as eleições de Natal serão decididas no segundo turno.

Hermano Morais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.