Thaisa Galvão

15 de outubro de 2020 às 19:15

Ministro do STF pede afastamento do senador flagrado com dinheiro no ânus mas decisão terá que passar pelo Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro do STF, Luís Roberto Barroso, determinou o afastamento por 90 dias do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), alvo de operação da Polícia Federal deflagrada nesta quinta-feira (15), e flagrado com dinheiro escondido dentro do ânus.

A determinação de Barroso terá que ser validada pelo Senado.

O vice-líder do Governo Bolsonaro terá esse tempo para fazer sua defesa.

A Polícia Federal, na representação ao STF, chegou a pedir a prisão preventiva do senador, além do afastamento do cargo.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou pela prisão domiciliar com monitoramento eletrônico e a proibição de que Rodrigues se comunique com outros investigados.

Barroso rejeitou as duas modalidades de prisão, e definiu apenas o afastamento do mandato e a proibição de comunicação entre Rodrigues e os investigados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.