Thaisa Galvão

16 de outubro de 2020 às 0:22

Robério Paulino consegue tirar Sandro Pimentel da Assembleia e deverá assumir o mandato do deputado eleito pelo PSOL [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Por 7 votos a 0, o Pleno do Tribunal Superior Eleitoral decidiu por manter a cassação do mandato do deputado estadual do Rio Grande do Norte, Sandro Pimentel (PSOL).

O julgamento virtual que tinha sido iniciado no dia 9, foi concluído nesta quinta-feira, data limite para os votos dos ministros.

A defesa do deputado ainda tentará entrar com recurso protelatório e fazer embargos, mas, a decisão do TSE é definitiva, e após publicação do Acórdão, a cadeira de Sandro Pimentel será ocupada pelo suplente Robério Paulino.

Foi Robério que puxou o tapete de Sandro na justiça, com base em uma falha técnica cometida por Sandro Pimentel na campanha de 2018.

O deputado eleito, à época vereador, fez transferências de seu próprio salário para a conta da campanha.

O dinheiro deveria ter sido fracionado em depósitos de pouco mais de mil reais.

Como o dinheiro era próprio, do salário que recebe como funcionário da UFRN, Sandro não teve o cuidado de fracionar.

Perde o mandato por ter sido honesto, usado o próprio salário para custear as contas de campanha.

Eleitos com dinheiro público, de caixa 2, continuam com seus mandatos.

No Rio Grande do Norte e no resto do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.