Thaisa Galvão

26 de novembro de 2020 às 14:06

Governo e Prefeitura se unem para abrigar famílias que invadiram prédio histórico na Ribeira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (26), a Prefeitura de Natal, o Governo do RN e a UFRN definiram o planejamento para a desocupação do prédio histórico, mas abandonado, no bairro da Ribeira, primeira sede da Faculdade de Direito da UFRN.

O prédio está ocupado por cerca de 60 famílias que serão levadas para um espaço provisório na zona Norte.

O prefeito Álvaro Dias se comprometeu a doar o terreno e a governadora Fátima Bezerra garantiu a construção das casas através da Cehab – Companhia Estadual de Habitação.

As casas serão construídas no Planalto.

O terreno que irá abrigar as famílias fica ao lado do Hospital Santa Catarina é o mesmo doado pela Prefeitura à UFRN para instalar o Hospital da Mulher que seria construído pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Por falta de dinheiro a unidade não será mais construída e a Universidade já iniciou as tratativas para devolver o espaço para Prefeitura.

A Secretaria de Assistência Social (Semtas) vai dar suporte e apoio às famílias, cadastrando-as nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) para que tenham acesso aos programas sociais.

“Na base do diálogo, chegamos a uma solução para a desocupação do prédio e o, mais importante, encontramos um local adequado para que essas famílias possam se abrigar provisoriamente até que consigam a tão sonhada casa própria. A Prefeitura tem o compromisso claro de buscar sempre o melhor para todos e seguiremos assim até o final”, pontuou o prefeito Álvaro.

Participaram da reunião a governadora Fátima E o prefeito Alvaro, o vice/governador, os secretários de Governo, Fernando Fernandes, de Assistência Social, Andréa Dias, e de Habitação Albert Josuá Neto, além do reitor da UFRN, José Daniel Diniz, o presidente da OAB/RN, Aldo Medeiros e vereadora Divaneide Basílio.

Fotos Elisa Elsie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.