Thaisa Galvão

8 de dezembro de 2020 às 20:27

Decreto do Estado faz recomendação a municípios e caberá às Prefeituras de Tibau do Sul e São Miguel a autorização dos réveillons de Pipa e Gostoso [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da assessoria do Governo do Rio Grande do Norte, informações sobre decreto governamental suspendendo eventos patrocinados com verba pública, e recomenda aos municípios a decisão de permitir ou não, a realização de festas de réveillon.

O que deixa claro que o réveillon de Pipa está sob responsabilidade da Prefeitura de Tibau do Sul, e o de Gostoso, da Prefeitura de São Miguel do Gostoso.

Novo decreto suspende eventos de massa promovidos ou patrocinados pelo Estado

Governo do RN recomenda aos municípios suspensão de shows e eventos públicos ou privados de massa para evitar o avanço da propagação do novo coronavírus (Covid-19)

O Governo do Rio Grande do Norte editou, nesta terça-feira (8), o decreto nº 30.210 suspendendo os eventos promovidos ou patrocinados pelo Estado que impliquem em aglomeração de pessoas, a exemplo de eventos corporativos, técnicos, científicos, convenções, shows ou qualquer outra modalidade de evento de massa.

Além disso, o decreto assinado pela governadora Fátima Bezerra, que será publicado no Diário Oficial do Estado do RN de amanhã (9), recomenda aos municípios potiguares a adoção das medidas necessárias para a suspensão de shows e eventos públicos ou privados de massa. E, para dar apoio complementar ao cumprimento das ações recomendadas, o Governo disponibiliza aos municípios suas forças de segurança, por meio das operações do Programa Pacto pela Vida.

A decisão salienta ainda que o combate à pandemia e as medidas de prevenção são questões que devem ser enfrentadas por toda a sociedade, e que o esforço para a superação da crise é de responsabilidade conjunta de governos, empresas e cidadãos.

DECRETO REVOGA PORTARIA CONJUNTA Nº026/2020

A atual determinação revoga a portaria conjunta nº 026/2020, GAC/SESAP/SEDEC/SETUR, de 21 de setembro de 2020, que tratava da retomada das atividades relacionadas ao setor de eventos corporativos, técnicos, científicos e convenções no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte. Ou seja, o atual decreto torna sem efeito os protocolos específicos estabelecidos para a retomada dessas atividades.

8 de dezembro de 2020 às 18:24

Vereadores aprovam em primeira discussão, orçamento da Prefeitura de Natal para 2021 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Câmara de Natal aprovou nesta terça-feira (08), em primeira discussão, os projetos da Lei Orçamentária Anual (LOA 2021) e da terceira revisão do Plano Plurianual 2018-2021 com emendas, ambos de autoria do Poder Executivo.

O orçamento para o próximo ano prevê R$ 3.158.585.600 em despesas e investimentos para a Prefeitura da capital.

“Ficou estabelecido um prazo para encaminhamento de emendas à LOA 2021 que vai até o dia 11 de dezembro, a fim de oferecer tempo hábil para os parlamentares estudarem o projeto. A expectativa é que a votação em segundo turno seja iniciada em 17 de dezembro”, informou a vereadora Nina Souza (PDT).

8 de dezembro de 2020 às 17:00

Kleber Rodrigues é eleito Parlamentar do Ano/2020 na Assembleia Legislativa do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa e presidente da Frente Parlamentar da Pequena e Micro Empresa, o deputado estadual Kleber Rodrigues foi escolhido, nesta terça-feira, Parlamentar do Ano.

Na CCJ Kleber ganhou destaque ao comandar a aprovação da nova Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, projeto enviado pelo governo do Estado, e aperfeiçoado pelo parlamento.

O deputado Parlamentar do Ano foi informado da escolha em Brasília, onde acompanha prefeitos em audiências nos Ministérios das Comunicações e do Desenvolvimento Regional.

Kleber obteve 26 votos dos profissionais de imprensa que fazem a cobertura dos trabalhos da Assembleia.

Também foram votados os deputados Albert Dickson (1 voto); Tomba (1), Ezequiel Ferreira (2); Galeno Torquato (1); Francisco do PT (2); Sandro Pimentel (1); e Hermano Morais (1).

8 de dezembro de 2020 às 16:42

Grupo da prefeita Rosalba vai fazer de tudo para destruir gestão de Allyson antes mesmo de começar [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pelo jeito, a gestão da prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, vai fazer de tudo para atrapalhar a gestão do prefeito eleito Allyson Bezerra.

O quanto pior melhor vai valendo para que em 2022 Allyson esteja desgastado.

É esse modelo que os grupos antigos da política do Rio Grande do Norte desenham há anos.

E quem desenha assim, ignora que a população não aguenta mais.

Não foi à toa que a política tirou do cenário nomes tradicionais como Henrique Eduardo Alves, Garibaldi Alves Filho, José Agripino Maia, e agora Rosalba Ciarlini Rosado.

Mas o grupo de Rosalba vai tentar manter a chama da Rosa acesa para garantir uma eleição daqui a dois anos, e o caminho será desgastar Allyson.

Na equipe de transição da gestão eleita, os documentos solicitados ainda não foram entregues.

Não basta aquela transferência esquisita de documentos, em carro particular, sob o comando de uma ex-chefe de gabinete, e concluída como legal pelo delegado, sem a investigação, por exemplo, da equipe do Patrimônio do Ministério Público.

O delegado afirmou que os documentos eram atuais.

A data ok.

Mas o teor e a legalidade passaram despercebidas e a papelada seguiu em comitiva privada para um lugar nunca mais visitado.

O advogado Raul Santos, coordenador da equipe de transição do prefeito eleito, anunciou que levaria o caso ao Ministério Público nesta terça-feira.

Não deve se acomodar no MPE. Deve procurar o Ministério Público Federal, lembrando que a Prefeitura tem contratos com recursos federais.

A equipe de transição do prefeito eleito protocolou até 30 de novembro, 19 ofícios cobrando à Prefeitura de Mossoró informações e documentos acerca dos serviços e contas do município.

No Palácio da Resistência, muita resistência.

A ordem agora é desqualificar o prefeito eleito, o ‘menino pobrezinho’, tentando fechar portas, inclusive em Brasília, para Mossoró.

8 de dezembro de 2020 às 16:40

A triste história dos políticos sem sobrenome em Natal e Mossoró [4] Comentários | Deixe seu comentário.

Qual o preço que pagou no Rio Grande do Norte, um político sem sobrenome?

Aldo Tinoco, Micarla de Sousa, Claudia Regina, Silveirinha e agora Allyson Bezerra, recém-eleito prefeito de Mossoró?

Em 1992 o engenheiro Aldo Tinôco foi eleito prefeito de Natal com apoio da então prefeita Wilma de Faria, que não se candidatou porque não havia reeleição.

Aldo começou a governar, e a mesma Wilma que o elegeu, para guardar a vaga enquanto ela não poderia voltar, começou a desgastá-lo. Desgastando Aldo e comparando a gestão dele à anterior dela, se elegeu prefeita de Natal mais uma vez em 1996, aí sim, já com o instituto da reeleição, se elegendo mais uma vez em 2000.

Em 2008 a jornalista Micarla de Sousa se elegeu prefeita de Natal, em primeiro turno, comandando um palanque que derrotou de uma só vez o presidente da República Lula, o presidente do Senado e seus poderes locais, Garibaldi Filho, o deputado líder do PMDB, maior partido da Câmara, Henrique Eduardo Alves, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, e a governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria.

Com o apoio do senador José Agripino Maia e da senadora Rosalba Ciarlini, Micarla chutou o pacote completo pra cima…e caiu.

Não conseguiu governar.

Sem sobrenome, logo foi engolida pelo grupo derrotado que se aliou aos Maia e Rosado que a elegeram…para destruí-la.

E destruíram.

E elegeram na sequência, em 2012, mais uma vez, com apoio de todos eles, Carlos Eduardo Alves.

Em Mossoró Cláudia Regina se elegeu prefeita em 2012, apoiada por Rosalba e seu grupo.

Eleição já com dias contados pois ela não poderia, jamais, tomar o trono da família Rosado em Mossoró.

Após uma campanha cheia de irregularidades, comandadas pelo grupo que a elegeu, Cláudia sofreu 10 cassações e dois afastamentos, até ser jogada literalmente para fora da Prefeitura.

Depois de Cláudia, na eleição suplementar, surge a candidatura do presidente da Câmara e prefeito em exercício, Silveirinha.

Com sobrenome Silveira, também teria que ser um gestor temporário, enquanto o sobrenome Rosado não retomaria o Palácio da Resistência.

Defenestrado pelos Rosado, Silveirinha teve o apoio por baixo do pano da então governadora Rosalba, que com isso conseguiu manter na Prefeitura, todos os cargos que sempre manteve desde que se elegeu prefeita pela primeira vez.

Silveirinha foi triturado com ajuda, inclusive dos que estiveram dentro da Prefeitura, repassando informações como parte do plano.

Allyson tem tudo para ser a próxima vítima.

E poderá não ser, se conseguir limpar o caminho, dar pouco cabimento aos que vão crescer os olhos, conquistar a população para administrar.

Se for inteligente e maior dos que perderam o sabor, poderá dizer que em Mossoró fechou a porta por fora, fazendo da família Rosado, apenas parte da história da cidade.

8 de dezembro de 2020 às 14:28

Câmara de Natal edita medidas para conter avanço da Covid em suas dependências [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Natal publicou ato reforçando as medidas de prevenção à Covid-19 nas suas dependências.

Confira as medidas previstas no Ato 23/2020:

– Sessões Ordinárias nas terças, quartas e quintas-feiras a partir das 10h;

– Sessões Ordinárias em formato híbrido com votação remota;

– Limite de pessoas em Plenário: membros da Mesa Diretora e mais sete vereadores, quatro servidores do setor Legislativo e mais três da Comunicação;

– Proibida a entrada de assessores parlamentares no Plenário;

– Reuniões de comissões técnicas apenas virtuais com votação remota;

– Proibida circulação do público externo nas dependências da Câmara;

– Acesso às dependências da Câmara apenas para servidores em rodízio, empregados terceirizados e colaboradores essenciais ao funcionamento da Casa;

– Acesso aos gabinetes limitado ao vereador e mais três assessores;

– Guarda Legislativa faz o controle de entrada.

8 de dezembro de 2020 às 13:15

Para Álvaro, decreto foi duro porque partidos e justiça atuaram para permitir aglomerações na campanha e aumento de casos de covid [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias fez um pronunciamento sobre o decreto baixado pela Prefeitura, proibindo festas de réveillon e cancelando as festas de carnaval em 2021.

Ele atribui o aumento no número de casos de covid às aglomerações na campanha eleitoral, quando um decreto municipal proibia os atos públicos de candidatos, mas o PSB, PSOL e Solidariedade contou com o aval da justiça e a aglomeração foi liberada.

Em vídeo publicado em suas redes, Álvaro lembra do episódio.

8 de dezembro de 2020 às 2:54

Colunista diz que vice Mourão chama filhos de Bolsonaro de ‘moleques’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da colunista do Globo, Bela Megale:

O que Mourão anda dizendo sobre os filhos de Bolsonaro

Alvo constante de críticas dos filhos de Jair Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão deu, recentemente, sua opinião, em privado, sobre Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro.

– São três moleques – disse o vice.

Mourão já foi alvo de críticas públicas dos filhos do presidente, em especial do vereador Carlos Bolsonaro, que abre artilharia contra o general com mais frequência.

A relação de Bolsonaro e Mourão segue de mal a pior. Como a coluna informou na semana passada, hoje eles pouco se falam. Além disso, as opiniões que o vice-presidente tem dado sobre as pautas que aparecem na mídia têm irritado cada vez mais Bolsonaro e seu entorno.

8 de dezembro de 2020 às 2:52

Léo Souza na Tropical [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Candidato a vereador nas eleições de outubro, o ex-apresentador do programa Rota InterTV, Léo Souza, vai voltar à telinha.

E com um programa nos moldes do que apresentou na afiliada da Globo no Rio Grande do Norte.

Léo Souza ocupará espaço semanal na TV Tropical a partir de janeiro.

8 de dezembro de 2020 às 2:43

Bar fechado pela fiscalização da Prefeitura no fim de semana foi o ‘Meu Barraco’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Discussão grande na Prefeitura de Natal nesta segunda-feira.

Pela manhã, em reunião com presença do prefeito Álvaro Dias, e à tarde, sem.

Com presença da vice eleita, Aíla Ramalho.

Nas reuniões da segunda, um lava-roupas das fiscalizações em bares e restaurantes no final de semana.

O bar ‘Meu Boteco’, na Prudente de Morais, foi o único a fechar durante a fiscalização onde cerca de 50 bares foram notificados e 15 multados.

8 de dezembro de 2020 às 2:11

Mico: Os looks e ‘recebidos’ dos blogueirinhos Jair e Michelle no Palácio do Planalto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Dia de vergonha no Palácio do Planalto, em Brasília.

O ‘mico’ Jair Bolsonaro e a mulher Michelle (a amiga de Queiroz) fizeram tarde de “recebidos” na sede do governo com transmissão ao vivo pela TV pública.

Michelle mostrou o vestido que usou na posse do presidente, mostrou as responsáveis pela criação e confecção, deu flores com transmissão ao vivo e narrativa do cerimonial oficial do Planalto.

Vestido recebido.

Depois de Michelle, os recebidos de Jair que apresentou o costureiro que um dia teve uma visão dele próprio entte autoridades.

Numa tarde que ninguém tinha o que fazer, o estilista que fez história, discursou no Palácio do Planalto.

Os ‘recebidos’ dos blogueirenhos Jair e Michelle foram apresentados com sucesso.

https://youtu.be/z5m9vB13l3g

8 de dezembro de 2020 às 1:24

Senador acusa, sem dizer nomes, prefeitos que não são transparentes com o dinheiro público [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ao criticar os prefeitos que não o procuram, e num desabafo generalizado acusa-los de não serem transparentes com o uso do dinheiro público, o senador Styvenson terminou também não sendo transparente.
Seria transparente se dissesse quem são os prefeitos ou outros políticos que não tratam o dinheiro público com zelo.
Não tem aquela história que diz que se você não revelar, será cúmplice?
Quem são esses prefeitos aos quais o senador não vai mandar mais ‘porra nenhuma’ do dinheiro que também não é dele?


https://youtu.be/1javwbpa38s

Em outra live, Styvenson reclama que o povo não acompanha suas redes sociais para definir com ele o que fazer com o dinheiro…público.
Faltam likes.
E SEM LIKE ELE NÃO VAI MAIS MANDAR PORRA NENHUMA.