Thaisa Galvão

11 de fevereiro de 2021 às 9:56

O ato falho do TSE ao manter intacta a bancada do presidente da Câmara com o mandato de Beto Rosado ‘de Alagoas’ [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Ato falho vergonhoso do TSE, ao garantir o mandato mesmo sem votos do deputado federal Beto Rosado.

Ao reformar a decisão do TRE do Rio Grande do Norte, o despacho do ministro Luiz Felipe Salomão acatou o recurso contrariando a decisão do Tribunal Regiona Eleitoral de ALAGOAS.

Oi?

Ficou escancarado que o ministro atendia pedido do presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, do PP, partido de Beto, e apontado como padrinho do deputado para se manter no cargo.

Tipo assim… ‘não sei nem quem é esse Beto Rosado, mas é um deputado de Alagoas, terra de Arthur’…

Piada que foi escancarada pela falta de atenção. Ou de informação.

Olhe a marmota:

Texto:

“Ante o exposto, concedo a liminar para suspender os efeitos do aresto do TRE/AL no
RCAND 0600778-27 quanto ao recálculo dos quocientes eleitoral e partidário, mantendo a cadeira da legenda a que filiado o candidato, até o julgamento de eventual recurso interposto perante esta Corte”.

3 respostas para “O ato falho do TSE ao manter intacta a bancada do presidente da Câmara com o mandato de Beto Rosado ‘de Alagoas’”

  1. Lucio Rodrigues disse:

    Um erro crasso, “grosseiro”, e inadmissível, para uma instituição tão respeitada, e que pode revelar muita coisa dos bastidores da política. Fiquemos atentos, para que se faça a justiça…

  2. Justiça bandido!
    Quero Mineiro na cadeira que eu ajudei a colocar no congresso.

  3. JOSÉ EUDES BEZERRA CABRAL disse:

    Vergonha ! Sim. Mas o preço da decisão deve ter valido a pena para tanta falta de escrúpulo da decisão monocrática do ministro.
    Nessa republiqueta de bananas que virou o Brasil e seu judiciário político, tudo está dentro da “normalidade”.
    Até quando a sociedade vai suportar esses absurdos ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.