Thaisa Galvão

21 de fevereiro de 2021 às 18:53

Enquanto mais gente morre e novos vírus aparecem, Fecomercio lamenta decreto recomendaneo que bares e restaurantes fechem às 22h [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Sabe o que não dá para entender?

Hospitais lotados, sem vagas em UTIs para atender pacientes graves de covid, que são muitos, e de todo o Rio Grande do Norte…

Os leitos críticos de 14 dos 20 hospitais/covid no Estado estão com 100% de ocupação….

Números de mortos por covid aumentando…

Novas variantes do coronavírus, mais transmissíveis e mais violentas, sendo registradas no Rio Grande do Norte…

E a Federação do Comércio do RN lamentando e externando sua discordância com o decreto estadual que, entre outras disposições, recomenda aos municípios potiguares que limitem às 22h o horário diário de atendimento ao público nos bares e restaurantes em todo o RN.

Alô Marcelo Queiroz, presidente da Federação…

A decisão da Fecomercio e de seus associados é essa mesmo?

Pura empatia.

O segmento, ao contrário do que aconteceu no início da pandemia, está funcionando. Bares e restaurantes estão abertos.

O decreto reduz o funcionamento das 10 da noite às 5 da manhã.

E a limitação é pertinente – tanto que foi adotada em vários estados brasileiros – pois é natural que na noite esticada há maior consumo de bebida alcoólica e o maior consumo deixa as pessoas menos cuidadosas…

A irresponsabilidade se revela depois de goles a mais…

Sinceramente, a posição intransigente anunciada pelo presidente da Fecomercio deixa muito claro a posição político-partidária da entidade, o que é inaceitável.

A Fecomercio é afinada com a Prefeitura que não é afinada com o Governo do Estado, e agindo assim a gente vai assistindo às tragédias em famílias, com a covid matando muitas vezes várias pessoas de um mesmo núcleo familiar.

E a Fecomercio lamentando porque o decreto não permite que as pessoas fiquem no bar ou restaurante, depois das 10 da noite…

Eita Rio Grande do Norte pra andar devagar por causa de pensamentos assim…

Aprenderam foi nada com a pandemia.

Uma resposta para “Enquanto mais gente morre e novos vírus aparecem, Fecomercio lamenta decreto recomendaneo que bares e restaurantes fechem às 22h”

  1. Anônimo disse:

    Lamentável que a Fecomércio tenha essa posição, vai de encontro a missão institucional, que tem por finalidade, tbem, zelar pelo bem estar de sua clientela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.