Thaisa Galvão

22 de fevereiro de 2021 às 17:39

Presidente Ezequiel repassa ao prefeito de Mossoró, ex-deputado Allyson Bezerra, tecnologia denvolvida na Casa para informatizar gestão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Aproveitando o link que criou com a Assembleia Legislativa, como deputado que foi nos últimos dois anos, o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, esteve nesta segunda-feira com o presidente da Casa, Ezequiel Ferreira, para tratar de parceria.

Ezequiel assinou protocolo de parceria com o prefeito Allyson, permitindo ao município de Mossoró o uso do sistema de gestão de recursos humanos criado pela equipe de gestão de tecnologia do legislativo estadual.

“A Assembleia tem trabalhado para cooperar com os municípios por meio de ações, projetos, programas e políticas de inovação de gestão, contribuindo para a qualificação e consequente melhoria da administração pública, nos moldes do que já é adotado no Legislativo. Essa tem sido nossa prática e esperamos que os resultados que temos obtido possam ser replicados nas cidades do nosso Estado”, disse Ezequiel.

“Encontramos o município em uma situação caótica em questão tecnológica. Não há nada informatizado, RH, pagamentos, nada. Então viemos buscar uma ferramenta que já conhecia, desenvolvida pela Assembleia, para levar para Mossoró e beneficiar também a todos os mossoroenses, permitindo a desburocratização, economia e informatização das ações da cidade”, disse o prefeito.

A parceria da Assembleia com a Prefeitura de Mossoró deverá se repetir com o Município de Caicó, já que o prefeito Dr. Tadeu estava na Assembleia e se interessou pela ferramenta que será adotada por Allyson.

O software desenvolvido pela equipe de informática já está sendo utilizado pela Assembleia de São Paulo e em breve serão adotados também pelos legislativos da Bahia, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Pernambuco e Mato Grosso.

O programa foi premiado pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), como projeto exitoso que humaniza os serviços prestados pelo Poder Legislativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.