Thaisa Galvão

15 de abril de 2021 às 12:23

Com hospitais se mantendo lotados no RN, Governo prorroga medidas restritivas até 23 de abril [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira, ato do governo do Estado que prorroga as medidas restritivas em vigor no Rio Grande do Norte, em função da pandemia.

As medidas seguem valendo até o dia 23 de abril.

Ressaltando que permanecem o toque de recolher de segunda a sábado, das 20h às 6h do dia seguinte, e em tempo integral nos domingos e feriados, e as demais restrições do decreto anterior.

O rigor nos protocolos sanitários também continua, já que a taxa de ocupação de leitos críticos no estado ainda se entre 95% e 100% em todas regiões.

“O momento ainda é de extrema cautela. Nossos decretos são debatidos e dialogados com todos os setores e levam em conta as questões econômicas do nosso estado. Mas, a questão da saúde pública e salvar vidas continua sendo nosso foco central. Lembremos que a economia não sobrevive sem pessoas. Precisamos todos estar unidos agora para que possamos sair dessa situação, protegendo as vidas, diminuindo o número de ocupação de leitos. E isso só acontece, se as pessoas conseguirem respeitar os protocolos sanitários”, alertou a governadora Fátima Bezerra.

Entre as mudanças do decreto atual, em relação ao anterior, estão as regras estabelecidas em restaurantes de hotéis e pousadas da capital, que são agora estendidas para esses mesmos estabelecimentos no interior do estado: durante a incidência do toque de recolher, a vedação do acesso a não hóspedes e a consumação restrita à unidade hoteleira (quarto ou apartamento), excetuando-se, neste último caso, os serviços de café-da-manhã e de almoço, que poderão funcionar normalmente, desde que restrito ao hóspede.

Outra alteração é a liberação das atividades esportivas profissionais, já agendadas em campeonatos, mas sem a participação de público, tanto em treinos, quanto em jogos. Os Centros de Artesanato são retirados das restrições impostas ao funcionamento dos parques públicos, circos, museus, bibliotecas e equipamentos culturais.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O DECRETO NA ÍNTEGRA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.