Thaisa Galvão

1 de junho de 2021 às 23:40

Mulher do ministro Fábio Faria defende discurso homofóbico na TV do pai Silvio Santos e pode responder por dano moral coletivo [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha Online, na noite desta terça-feira:

FERNANDA PEREIRA NEVES
SÃO PAULO


A apresentadora Patrícia Abravanel, 43, voltou a se envolver em polêmica, nesta terça-feira (1º), ao falar sobre homofobia no programa ‘Vem Pra Cá’ (SBT). Ela defendeu maior compreensão dos gays a pessoas que ela chamou de “conservadoras” e debochou da sigla LGBTQIA+.

O discurso polêmico aconteceu quando a filha de Silvio Santos, 90, comentava as críticas recentes ao ator Caio Castro, 32, e à apresentadora Rafa Kalimann, 28, que compartilharam um vídeo com falas preconceituosas e contrárias a relacionamentos homossexuais em suas redes sociais nos últimos dias.

“Acredito que nós, mais velhos e que fomos educados por pais mais conservadores, estamos aprendendo, estamos nos abrindo, mas é um direito também das pessoas respeitarem. Por que não concordar em discordar? Podemos ter opiniões diferentes, e tudo bem! Tudo é muito enfatizado, muito polemizado”, afirmou Abravanel.

Ela disse ainda que não acredita que Caio Castro e Rafa Kalimann são homofóbicos, mas “foram educados de uma outra maneira”. “Acho que, assim como LGBTYH (sic), não sei, querem o respeito, eles têm que ser mais compreensíveis com aqueles que hoje ainda não entendem direito ou estão se abrindo para isso”, continuou ela.

Abravanel, que divide a apresentação do programa com o jornalista Gabriel Cartolano, 29, disse ainda que é difícil falar sobre diversidade aos filhos. “O que vou falar para o meu filho? Como falar? Então tem que ter respeito, compreensão e não fazer um massacre. Não é por força, poder, mas por diálogo, conversa, respeito.”

Casada com Fábio Faria, ministro das Comunicações do governo Jair Bolsonaro (sem partido), ela tem três filhos, de idades entre dois e seis anos.

Nas redes sociais, internautas se revoltaram com o discurso da apresentadora. “Devemos ser tolerantes com a homofobia, afinal conservadores estão aprendendo e até se abrindo! Uau, obrigado conservadores por permitirem que eu viva”, comentou Pedro HMC, criador do canal Põe Na Roda, especializado em conteúdo LGBTQIA+.

Thiago Amparo, advogado, professor universitário e colunista da Folha, também comentou o caso no Twitter e acusou Abravanel de homofobia: “Bem, minha humanidade como LGBT, no país que mais mata LGBTs, não é questão de opinião, é de sobrevivência. E se for opinião, a minha é de que sua fala é homofóbica”.

Procurada pela reportagem, a advogada Marina Ganzarolli, especialista em direito à diversidade e presidenta da Comissão da Diversidade Sexual e de Gênero da OAB-SP, critica a fala de Patrícia Abravanel, que ela diz se enquadrar “em um discurso de ódio e que pode, sim, ter a lei de racismo aplicada contra ela”.

Ganzarolli diz que a apresentadora desqualifica uma discussão muito importante, que é a conversa com quem pensa diferente. Para ela, o diálogo é fundamental, mas muitas vezes vem camuflado de boa intenção, só para reforçar o discurso de que existem modelos ideais e padrões de amor, como ela classifica a fala de Abravanel.

“Estamos vivendo uma época de polarização, cancelamento, e cada vez mais, falo como educadora, educar adultos é um grande desafio. Criança já é difícil, adultos é um desafio enorme. Como alcançar essa pessoa? E, além disso, como engajar em algo que não diz respeito a sua origem, não está no contexto dela, isso é um desafio.”

“Mas disfarçado de um convite ao diálogo, ela comete outros atos de homofobia”, completa a advogada. “Aí tem um outro debate, que é como equilibrar o que é o direito constitucional à liberdade de expressão e à religião e o que é o crime, o limite do discurso de ódio que cai no enquadramento dado pelo STF (Superior Tribunal Federal) ao crime de LBGTfobia.”

No caso de Patrícia Abravanel, Ganzarolli afirma que a Justiça pode ser acionada tanto por pessoas que se sentiram ofendidas por seu discurso, como por organizações, buscando indenização por dano moral coletivo. A punição também poderia ser estendida ao SBT, que teria permitido, endossado a declaração.

O ativista Agripino Magalhães afirmou ao F5 que já recebeu uma “enxurrada de mensagens” denunciando o discurso de Abravanel como homofóbico, e que está em conversa com advogados para tomar providências na Justiça. “Essa senhora já passou dos limites”, afirmou ele.

“A gente sabe que a maioria desses fundamentalistas religiosos que destilam isso por aí são até mesmo falsos, porque se vivessem o Evangelho de verdade amariam o próximo, Deus nos ama do jeito que nós somos”, completou Magalhães, que recordou outros episódios polêmicos de Abravanel com a comunidade LGBTQIA+.

“Em relação a ela, é como aquele marido que bate a primeira vez, a mulher não faz nada e ele continua batendo. Os LGBTfóbicos falam, veem que não são barrados e continuam. É o que acontece com esses formadores de opinião que atingem os gays com suas falas, mas também com os agressores que nos atacam fisicamente.”

Em 2016, a apresentadora afirmou que não é contra “o homossexualismo (sic), mas sou contra falar que é normal”. Internautas protestaram e até seu sobrinho, o ator Tiago Abravanel, 33, que é gay, comentou: “A incompreensão daquilo que pode parecer diferente, mas não é. Como é possível se o amor é igual para todos?”

O SBT foi procurado para comentar a polêmica desta terça, mas afirmou que não vai comentar o assunto.

LGBTQIA+

Além de pedir mais compreensão aos “conservadores” que “ainda não entendem direito” os homossexuais, Patrícia Abravanel também debochou da sigla LGBTQIA+, citando-a errada duas vezes. Primeiro ela disse: “LGBTYH, não sei”. E depois voltou a falar “com todo o pessoal LGBTIC”.

“LGBTYH não representa ninguém”, rebate Agripino Magalhães. “Cada letra é uma orientação sexual, uma identidade de gênero. Quando ela não fala corretamente mostra que nem sabe o que o I representa, o que é uma pessoa interssexual. Mas se ela não sabe disso é porque não quer saber, basta um clique na internet.”

O ativista classificou o engano da apresentadora como revoltante. “As pessoas pensam que a gente coloca letras ali porque quer, mas elas são aprovadas em congressos, debatidas e aí sim inseridas. Falamos com pessoas, ouvimos pessoas até que se chegue na sigla que representa a nossa comunidade”, afirma ele.

Um assistente de palco, cujo nome não foi revelado, chegou a explicar no palco que a fala da apresentadora estava errada sobre a sigla e disse que o Q é de queer e o I vem dos interssexuais. “Ele falou que quando falei ‘LGBT não sei o que +’ não foi legal, mas ao mesmo tempo, quanto mais abertos ao amor a gente fica mais aberto ao erro também”, justificou Abravanel.

Enquanto falava sobre o assunto, Abravanel chegou a ser interrompida pelo colega Cartolano, que tentou rebater: “Nessa questão, você nasce assim, então é um direito seu de ser, estar. Eu entendo o conflito de gerações, mas quando você adota esse discurso do ‘sou contra, mas respeito’ acaba segmentando mais ainda”.

Mas Abravanel voltou a insistir em seu ponto de vista e disse que conversa com muitas pessoas “e elas falam que tem os que nascem, realmente acredito que gente que nasce assim, mas tem aqueles que estão querendo experimentar de tudo, não sabe o que é, fica naquele conflito, então tem de tudo.”

1 de junho de 2021 às 22:16

Prefeito Allyson Bezerra assina acordo inserindo Mossoró no Programa ‘Titula Brasil’ do Incra [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Mossoró Allyson Bezerra assinou, nesta segunda-feira (31), acordo de cooperação técnica do programa ‘Titula Brasil’, do Governo Federal.

O município é o maior em quantidade de assentamentos no estado do Rio Grande do Norte, concentrando 34 projetos que correspondem a 3.295 famílias beneficiadas pela reforma agrária.

O prefeito, acompanhado do secretário de Agricultura Faviano Moreira, esteve reunido com o superintendente do Incra/RN, Marcelo Gurgel,  e com o coordenador do programa no estado, André Rêgo.

“O principal objetivo do programa é fomentar parcerias entre o Incra e prefeituras para maior eficiência no processo de regularização e titulação das áreas rurais da União. O Titula Brasil vai melhorar a qualidade de vida do povo potiguar, trazendo renda e benefícios não só para os indivíduos, mas para toda a região”, afirmou Gurgel.

Allyson e Marcelo Gurgel

1 de junho de 2021 às 19:03

Quase 110 mil novas doses de vacinas chegarão ao RN nos próximos dias [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da governadora Fátima Bezerra sobre mais vacinas:

1 de junho de 2021 às 18:53

Natal não estava na lista de sedes da Copa América no Brasil e informação sobre jogos na Arena das Dunas não passou de especulação [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Natal como sede de jogos da Copa América…
Pura especulação.
O assunto chegou ao Estado como se a CBF tivesse escolhido a Arena das Dunas como um dos estádios.
Pura especulação.
Basta ouvir o comentário da SporTV desta segunda-feira, às 14 horas.

Às 14 horas o comentarista já falava em apenas 3 estádios e não citava o Rio Grande do Norte.
Passava das 15 horas quando a governadora Fátima Bezerra postou no seu twitter que não havia recebido nenhuma informação sobre o assunto, mas que, se recebesse, o RN não aceitaria por não ter condições epidemiológicas.

Portanto…
Não há como se dizer que Natal não será sede dos jogos da Copa América porque a governadora Fátima Bezerra não quis.
O que tem que se dizer é que o Rio Grande do Norte sequer foi cogitado pela CBF.

1 de junho de 2021 às 18:45

Copa América: Equipes de 9 países desembarcarão no Brasil sem tempo para quarentena [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Irresponsabilidade do Brasil sediar a Copa América

Não por causa da pandemia, já que as normas sanitárias a serem adotadas, como equipes em tamanho reduzido com todos vacinados, poderiam impedir aumento de transmissibilidade.

Mas pelo tempo que falta para início dos jogos…

Em apenas 10 dias o Brasil tem condição de arcar com cuidados suficientes para que não se tenha logo ali, a Cepa da Copa América?

O Japão vai ter Olimpíadas, e faltando quase dois meses para a abertura, o país já começa a receber delegações, com tempo suficiente para isolamento, quarentena…

As delegações estrangeiras vão chegar ao Brasil e fazer qual quarentena em apenas 10 dias?

Vamos combinar…que mesmo vacinadas, as pessoas continuam sendo transmissores do coronavírus.

Além do Brasil, participarão da Copa a Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

A Copa América será transmitida pelo SBT.

Compromisso do presidente Jair Bolsonaro com Silvio Santos, via ministro Fábio Faria.

1 de junho de 2021 às 18:38

PSD continua sob comando do ex-governador Robinson Faria no RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Fim das especulações sobre o PSD.

O presidente nacional da legenda confirmou nesta terça-feira que o partido segue sob o comando do ex-governador Robinson Faria no Rio Grande do Norte.

Resta saber se Robinson, pai do ministro Fábio Faria, acompanhará o filho ou o PSD no apoio à candidatura do ex-presidente Lula…

Fábio troca o PSD pelo PP exatamente pelo fato do partido de Kassab não integrar a base de apoio à reeleição de Jair Bolsonaro.

Ah…

Resta saber também se Fábio seguirá o PP num provável segundo turno entre Jair e Lula.

O PP já sinaliza com apoio a Lula.

Mas…

O fato do dia é que não adianta mais ninguém correr atrás do PSD.

O partido continua com Robinson.

1 de junho de 2021 às 16:59

Ministro da Saúde garante ao prefeito de Natal liberação de recursos para construção do Hospital Municipal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, recebeu nesta terça-feira, em Brasília, a garantia do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, sobre liberação de recursos para construção do Hospital Municipal.

Confira o resultado da conversa do prefeito com o ministro.

1 de junho de 2021 às 16:57

Pesquisas eleitorais sobre o Governo do RN não deverão mais ter o nome de Álvaro Dias já que ele tem repetido que não será candidato [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A construção do Hospital Municipal de Natal é apenas um dos projetos da gestão do prefeito Álvaro Dias, que ele não conseguirá executar e inaugurar caso queira ser candidato a governador.

As obras, que terão que passar, além da garantia dos repasses, pelo longo processo licitatório, por contratações e outras burocracias, não deverão ser iniciadas antes de abril do próximo ano, quando, para disputar o Governo, o prefeito teria que se desincompatibilizar e entregar os projetos tão sonhados, à vice-prefeita Aíla Ramalho.

E não apenas o hospital.

Tem também as obras da praia da Redinha, que Álvaro promete transformar em ponto turístico desde que assumiu a Prefeitura, e ainda as obras da praia de Ponta Negra…

São projetos que, nas mãos de um vice ou de um ex, como é o caso do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, padrinho político da vice, apagarão as luzes que Álvaro conseguiu acender quando assumiu a Prefeitura de Natal.

Por isso…

Tá na hora dos institutos de pesquisa ouvirem o que o prefeito tem dito: não será candidato. E trabalharem as próximas consultas eleitorais sem o nome do prefeito de Natal.

Quem sabe, a tendência sobre o futuro pleito no Rio Grande do Norte apareça um pouco mais dentro da realidade.

1 de junho de 2021 às 16:55

Paulinho Freire deixará o PDT [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na Câmara Municipal de Natal tem sido assunto recorrente: que o presidente da Casa, vereador Paulinho Freire, vai deixar o PDT.

Sobre nova filiação, ninguém fala.

Sobre pleito de 2022, o assunto é que Paulinho poderá, sim, como o Blog já publicou, disputar uma vaga de deputado federal.

Ou…

Se senador?

1 de junho de 2021 às 15:34

Aos 41 anos, padre de Afonso Bezerra morre de covid em Natal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Arquidiocese de Natal emite nota de pesar pela morte do Padre Francisco Erivaldo.

Aos 41 anos, o religioso que atuava na paróquia de Afonso Bezerra morreu de covid no começo da tarde desta terça-feira.

Nota de pesar pelo falecimento do Padre Francisco Erivaldo

A Arquidiocese de Natal comunica, consternada, o falecimento do Padre Francisco Erivaldo Barboza (Naldo), nas primeiras horas da tarde desta terça-feira, 1º de junho, na Policlínica Natal, por complicações decorrentes da Covid-19, aos 41 anos de idade.

Ele começou a sentir os primeiros sintomas, no início do mês de maio, em Afonso Bezerra. Foi transferido para a capital e, desde o dia 7, estava internado na UTI da Policlínica.

O sepultamento deverá ocorrer na cidade de Itajá (RN), obedecendo aos protocolos de biossegurança.

Padre Naldo nasceu em 22 de julho de 1979, em Itajá, e foi ordenado sacerdote em 14 de agosto de 2014, na Catedral Metropolitana de Natal, por Dom Jaime Vieira Rocha. Após a ordenação, foi nomeado vigário paroquial da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Ceará-Mirim. Em 15 de agosto de 2015, foi transferido para a Paróquia de São José Operário, em Jandaíra, onde ocupou a função de administrador paroquial, ficando lá até 13 de agosto de 2019, quando passou a ser pároco da Paróquia de Nossa Senhora das Graças, de Afonso Bezerra.

A Arquidiocese de Natal agradece à equipe médica e aos demais profissionais da saúde por todo o empenho durante o tratamento do Padre Francisco Erivaldo, ao mesmo tempo em que agradece a todos aqueles que se uniram em orações constantes, nestes dias.

Aos seus familiares, especialmente seus pais e irmãos, aos paroquianos, ex-paroquianos, amigos e aos membros de nosso clero, desejamos que este momento de dor seja atravessado na firme confiança no Deus da Vida e na esperança da feliz Ressurreição. Que o Senhor, Sumo e Eterno Sacerdote, acolha este nosso irmão e fiel colaborador entre os Seus eleitos.

Dom Jaime Vieira Rocha

Arcebispo Metropolitano de Natal

1 de junho de 2021 às 15:06

Depois da suspensão da CPI da Arena das Dunas, Isolda requer arquivamento da CPI da Covid ‘por ausência de fatos que justifiquem investigação’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) acompanhou a atitude do deputado Getúlio Rêgo (DEM) em relação ao assunto CPI na Assembleia Legislativa.

Ano passado, quando a CPI para investigar denúncia de desvio de 16 milhões nas obras da Arena das Dunas, na gestão da governadora Rosalba Ciarlini, foi acatada e aberta, com presidente, vice e relator escolhidos. Getúlio requereu a suspensão da Comissão justificando que a pandemia, com a Assembleia trabalhando de forma remota, não permitiria que os deputados fizessem as oitivas necessárias.

O requerimento aprovado suspende – não arquivou – a CPI.

Nesta terça-feira Isolda protocolou requerimento pedindo o arquivamento ou devolução da CPI protocolada pela oposição para investigar a gestão da pandemia no governo Fátima Bezerra.

Para a deputada, os argumentos para abrir a CPI não preenchem os requisitos mínimos constitucionais exigidos para a sua abertura.

A parlamentar ressaltou no requerimento, ausência de fatos com o mínimo de indícios que justifiquem a abertura de um procedimento investigatório.

“É um requerimento confuso e evasivo, fundamentado de forma equivocada. A natureza de uma CPI é avaliar irregularidades. O requerimento apresentado pela oposição busca responsabilizar a chefe do poder executivo sem apontar efetivamente quaisquer atos por ação ou omissão nas contratações em questão”.

“Trata-se de uma peça extremamente mal feita do ponto de vista formal, e absolutamente questionável do ponto de vista jurídico-político já que constam nas laudas acusações, calúnias e difamações, quando deveria haver elementos factuais para uma investigação, como pede a natureza de uma Comissão Parlamentar de Inquérito”.