#JornalismoSemFakeNews

7 de julho de 2021 às 23:56

Vacinação em Natal salta 20 anos com público sem comorbidades desde junho

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

A campanha de vacinação contra a Covid-19 em Natal, coordenada pela Prefeitura, ganha cada vez impulso. Em menos de um mês, a faixa etária dos grupos populacionais avançou 20 anos, saindo de pessoas com 59 anos para atingir cidadãos com 39 anos, sem comorbidades. Nesta quarta (7), a Prefeitura abre a vacinação exatamente para o público de 39 anos e mais.

O volume de vacinas também tem crescido exponencialmente. Somente no período entre 10 de junho até a última segunda-feira, dia 5, o Munícipio aplicou quase 100 mil doses (97.793 no total). Desde o início do ano, quando a vacinação começou, Natal está chegando a quase 500 mil pessoas vacinadas. Até a última segunda-feira (05), foram aplicadas 486.040 doses dos imunizantes em Natal. 

Para o prefeito Álvaro Dias, a meta de alçançar o número de 500 mil vacinados na cidade ainda nesta semana é bastante plausível. “Conseguimos imprimir um excelente ritmo de vacinação nos últimos dias. Somente agora em julho, já foram mais de 20 mil doses aplicadas. Com essa média e a ampliação para novos públicos, temos a certeza de que vamos atingir as 500 mil doses aplicadas nos próximos dias”, confia Álvaro. “Isso só comprova a eficiência da nossa estratégia para esta campanha. A realidade exige rapidez e agilidade e estamos conseguindo fazer isso. Recebemos as vacinas e logo distribuímos para os pontos de vacinação”.

Outro indicativo que demonstra a eficiência da vacinação em Natal é a inclusão de mais segmentos populacionais. Novos grupos prioritários passaram a ser atendidos nas últimas semanas, como lactantes com crianças de até 12 meses, trabalhadores do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) de Natal; taxistas com cadastro na Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) e motoristas de aplicativo com pelo menos 100 corridas. 

Além do público sem comorbidades, continua a vacinação com a primeira dose dos grupos prioritários das pessoas a partir de 18 anos com comorbidades; trabalhadores industriais a partir dos 31 anos; grávidas e puérperas; os profissionais que atuam na educação do ensino fundamental I e II de escolas públicas e privadas de Natal.

“Estamos em um ritmo muito bom de vacinação, os números das últimas semanas comprovam isso. Ficamos felizes porque isso significa vidas salvas. Montamos uma estrutura diferenciada para atender a demanda com pontos de vacinação em sistema drive-thru, além da abertura de 35 salas nas nossas unidades de saúde. Aqui em Natal é assim, a vacina chega e logo vai para o braço do cidadão, como deve ser”, destaca o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.