#JornalismoSemFakeNews

31 de agosto de 2021 às 10:09

Comissão de ética do governo silencia sobre missão que teria sido bancada por sheik

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

Do portal Tele Síntese, de notícias de telecomunicações e internet, sobre a viagem do ministro Fábio Faria e a mulher Patrícia Abravanel

A Comissão de Ética Pública do Governo, ligada à Presidência, ainda não se pronunciou sobre a viagem do ministro das Comunicações, Fábio Faria, ao Qatar e à Coreia do Sul. A comissão ainda vai avaliar o caso e, se achar necessário, se pronunciar.
Faria viajou no sábado, 28. O MCOM cancelou o pedido de uso de aeronave oficial. O ministro teria atravessado o Atlântico na primeira classe de um voo comercial, juntamente com a esposa, Patrícia Abravanel. Os custos, cada assento custa R$ 25 mil, teriam sido pagos por um sheik do Qatar, segundo o jornal O Dia.
O sheik estuda participar do mercado móvel brasileiro a partir da aquisição de frequências, no próximo leilão da Anatel, especialmente no espectro de 26 GHz, apurou o Tele.Síntese.
Questionada sobre o caso, a assessoria do Ministério das Comunicações não explica quem pagou pela viagem. Diz apenas que “Fábio Faria chefiará missão técnica com equipe do MCom à Coreia do Sul e ao Catar”.
De acordo com o MCom, estão previstos, entre os compromissos, assinatura de entendimento para cooperação em tecnologia da informação e comunicação com a República da Coreia; visita à Samsung, e reunião com potenciais investidores em telecomunicações do fundo soberano catari, o Qatar Investment Authority (QIA). O presidente do conselho do fundo é o sheik Mohammed bin Abdulrahman Al-Thani.
Segundo o MCom, o ministro embarcou no sábado, 28, para Seul, de onde seguirá para Doha no dia 1º. Na agenda dele para esta segunda, 30, estão uma visita à fabricante de semicondutores Hana Micron, às 16h; e um encontro com o Embaixador do Brasil em Seul, Luís Henrique Sobreira Lopes.

Uma resposta para “Comissão de ética do governo silencia sobre missão que teria sido bancada por sheik”

  1. VICENTE MAURICIO PEIXOTO disse:

    Sujeito deplorável e aparentemente sem escrúpulos. Tomara que não se tornar o coveiro dos correios, pois esse crime de lesa-pátria arrebentaria muita gente que apoia ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.