#JornalismoSemFakeNews

23 de setembro de 2021 às 10:29

Ações da Hapvida caem depois de empresa ser citada na CPI da Covid e bilionário renuncia ao cargo de vice-presidente

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Causou estranheza…

Em depoimento à CPI da Covid, o diretor da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior, ao falar sobre “obediência e lealdade” às medidas de tratamento precoce recomendadas pelo governo Bolsonaro, disse que as medidas começaram a ser adotada por um diretor que trabalharia para a Hapvida.

Foi só a Hapvida ser citada que as ações despencaram 3,89%.

A Intermédica, que fez acordo de fusão com a Hapvida, caiu 3,88%.

O mercado sempre se adianta às notícias ruins.

E, coincidência ou não, o Conselho de Administração da Hapvida recebeu, nesta quarta-feira, carta-renúncia de Cândido Pinheiro Júnior, do cargo de vice-presidente comercial e de relacionamento do grupo.

Cândido Júnior é filho do bilionário cearense Cândido Pinheiro.

Segundo o portal de economia ‘O Otimista’, pai e filho fazem parte da lista de bilionários cearenses que constam no ranking da revista Forbes, ao incluir 16 empresários do Ceará, que somam uma fortuna de R$ 75,8 bilhões.

Em setembro do ano passado, quando a lista foi publicada, Cândido Pinheiro era o homem mais rico do Ceará e 11º do Brasil, tendo aumentado sua fortuna em 37% em apenas um ano, alcançando R$ 17,68 bilhõesde acordo com a Forbes 2020.

A lista cearense de bilionários é seguida pelos filhos do fundador do Hapvida: Jorge Pinheiro, presidente do Grupo, e Cândido Júnior, vice-presidente.

Somados, pai e filhos tem uma fortuna que chega a R$ 34,68 bilhões.

Confira o começo da lista cearense da Forbes:

1 – Cândido Pinheiro, fundador do Hapvida: R$ 17,68 bilhões (11º nacional)

2 – Jorge Pinheiro, presidente do Hapvida, R$ 8,56 bilhões (51º nacional)

2 –  Cândido Júnior, vice-presidente do Hapvida: R$ 8,56 bilhões (51º nacional)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.