#JornalismoSemFakeNews

3 de novembro de 2021 às 1:20

iFood afirma em nota que invasão ao aplicativo não resultou em vazamento de dados de clientes

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O iFood se pronunciou através de nota depois de um suposto ataque de hackers ao aplicativo, afetando vários estabelecimentos em Natal.

Nota

Na noite de hoje, 2 de novembro, o iFood identificou que alguns estabelecimentos cadastrados na plataforma tiveram seus nomes alterados.

Aproximadamente 6% dos estabelecimentos foram afetados. A empresa tomou medidas imediatas para sanar o problema e proteger os dados de restaurantes, consumidores e entregadores.

Em investigações preliminares, a empresa informa que não há qualquer indício de vazamento da base de dados pessoais cadastrados na plataforma, tampouco de dados de cartão de crédito.

*

Logo que a alteração no App foi detectada, o assunto bombou nas redes sociais e as pessoas passaram a retirar dados como núnero do cartão, de seus cadastros no aplicativo.

As investigações deverão continuar, inclusive levando em consideração a possibilidade de não ter sido invasão de hacker, mas acesso de quem não precisava invadir.

De acordo com publicação do portal Metropoles, ‘a situação ocorreu poucos dias depois do iFood deixar de patrocinar o Flow Podcast. Após uma sequência de tuítes de um dos apresentadores, o youtuber Monark, em que ele questiona se “ter uma opinião racista é crime”.’

Dica básica e óbvia: quem fez as alterações atacou a vacina, a vereadora assassinada Marielle Franco, petistas e comunistas, chamou Lula de ladrão, porééémmmm… enalteceu o “Bolsonaro 2022l”, dando o nome a mais de um restaurante.

Bolsonaro foi “jantado”, literalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.