#JornalismoSemFakeNews

16 de novembro de 2021 às 19:09

Jornalista potiguar que viu o namorado ser assassinado durante tentativa de assalto em Natal, Ítalo Amorim lança em São Paulo o livro “Saudade”

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da coluna impressa:

SAUDADE
Jornalista potiguar com atuação em São Paulo, Ítalo Amorim vai lançar o livro “Saudade” agora no dia 20, no espaço paulista Casa de Babete.
O livro de poemas é uma homenagem a Rodrigo, namorado de Ítalo que, passeando em Natal com o jornalista, foi assassinado numa tentativa de assalto na praia de Cotovelo. O livro marca a estreia do ex-repórter das TVs Ponta Negra e Assembleia na literatura.

Do Blog:

Das escritas do autor:

Certa vez escrevi que a saudade, se virasse um verbo, seria difícil de conjugar.

Mal sabia que aplicá-la, então, a primeira pessoa do singular seria a questão desempate da minha prova de vida.

Numa jornada inegociável entre o que está posto e o que a mente de um sonhador em essência permite elaborar, este livro visita em relatos, crônicas, e alguns versos, a relação de amor, cumplicidade e despedida de Italo e Rodrigo. Mistura a pressa do caminhar de um, com o ar despretensioso do outro. A calmaria do ser, com a explosão do sentir.

Das escritas de um amigo do autor:

Ítalo Amorim é um jornalista potiguar, que como Quixote, duela com gigantes: o amor e a saudade.

Formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, mudou-se para São Paulo em 2018 e fez dos bons encontros, o seu Sancho, escudeiro fiel e de todas as horas.

Com sentimento, maneja a palavra no tear do carinho para (d)escrever em crônicas o curso daquilo que é imutável: a partida precoce de um querer bem. Busca dar forma ao que restou de si, diante uma guerra em que está no front, mirando a vitória e, assim, um pouco de paz. Estabelece o que talvez seja – para sempre – seu ponto de equilíbrio, como descrito por Chico na canção… “Sonhar, mais um um sonho impossível”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.