#JornalismoSemFakeNews

2 de agosto de 2022 às 11:06

Aos 94 anos, Manoel de Britto lança hoje “Tempos Marcantes”, livro que começou a escrever em 2018

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será nesta terça-feira (2), às 18h na Escola Doméstica (Complexo Noilde Ramalho), o lançamento de ‘Tempos Marcantes’, livro de Manoel de Britto.

Aos 94 anos completados no dia 6 de julho, o autor segue lúcido presidindo a Liga de Ensino do Rio Grande do Norte (mantenedora da Escola Doméstica, Colégio Henrique Castriciano e UNI-RN); e o Instituto de Proteção e Assistência à Infância do RN (mantenedor do Hospital Infantil Varela Santiago).

O livro ficou pronto em 2018 mas ele foi lembrando de mais e mais episódios importantes que mereciam estar na história e foi acrescentando.

Cada vez que o livro parecia pronto, mais histórias ele acrescentava.

E depois de algumas atualizações e da pandemia, e ainda de um adiamento, vez que o lançamento aconteceria no dia 7 de julho, um dia depois de seu aniversário, mas ele se recuperava de covid, eis que a esperada noite de autógrafos acontece hoje.

O prefácio é do jornalista imortal da Academia de Letras, Cassiano Arruda e a impressão da Gráfica Diplomata (Denise Lins Convites).

Confira abaixo entrevista que fizemos, eu, Juliana Celli e Eugênio Bezerra, na 95MaisFM, em abril de 2018.

Manoel de Britto foi deputado estadual, e começou a escrever sua história como jornaleiro, vendendo jornais que eram entregues na hospedaria Jardim Hotel, de seus pais.
Foi arquivista da Banda de Música Euterpe Jardinense.

Professor particular, preparou muitos estudantes de Natal para o antigo exame de admissão, um “vestibular” que permitia a passagem do que hoje seria do ensino fundamental para o ensino médio.
Também em Natal foi redator do Jornal “A República”, professor do curso de alfabetização para adultos, secretário particular do deputado federal Aluízio Alves…

Assessorou a bancada da Minoria e foi o 1º Chefe da Representação do RN em Brasília.

Foi secretário estadual sem pasta no Governo Aluízio Alves – cargo equivalente hoje ao secretário de Articulação…
Ministro e presidente do Tribunal de Contas do Estado do RN, secretário Chefe do Gabinete Civil do Governador Monsenhor Walfredo Gurgel, secretário de Interior e Justiça do RN nos Governos Lavoisier Maia e José Agripino Maia, e de Segurança no Governo Agripino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Perfil